Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/340476
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Performance e testemunho no cinema pós-64
Title Alternative: Performance and testimony in the post-64 cinema
Author: Sarmento-Pantoja, Carlos Augusto Nascimento, 1977-
Advisor: Seligmann-Silva, Márcio, 1964-
Abstract: Resumo: A pesquisa analisa a produção cinematográfica brasileira em dois momentos. O primeiro corresponde aos 21 anos da ditadura civil-militar, com o intuito de demonstrar algumas formas de resistência ao regime ditatorial, no cinema. O segundo seleciona, no período de 20 anos após o fim da ditadura civil-militar brasileira, dois documentários construídos, particularmente, por testemunhos de sobreviventes da ditadura brasileira, que ora discutem seus papéis e os rumos da resistência, ora problematizam as ações revolucionarias, que levaram a derrota dos movimentos de oposição à ditadura. Este caminho historiográfico foi pensado para discutir o cinema como objeto de análise das várias formas de resistência, pelo fato de esgarçar a realidade e promover a reflexão por conta do conceito de "vida nua" (zoè), pensada por Giorgio Agamben (2002), e que claramente está presente nos filmes estudados. Nestes termos, o conceito de história repensado por Walter Benjamin (1994) e Theodor Adorno (2009), salienta o trabalho de releitura, por meio do cinema, da historiografia brasileira durante a ditadura, pois evidencia a "vida nua" desta sociedade. Após uma breve historiografia da produção fílmica brasileira, nos detemos no estudo mais apurado do documentário em busca de aproximar categorias, como documentário, trauma, memória e testemunho, esses dois últimos conceitos apoiados em Jacques Le Goff (1990), Paul Ricoeur (1995), Emile Benveniste (1969), entre outros. Detivemos-nos analiticamente na tarefa de compreender melhor o testemunho, tomando a etimologia do vocábulo e suas múltiplas associações, assim como as relações com outras formas artísticas, como a fotografia e a pintura. Movimentamos o conceito no sentido de ampliar seu uso para a análise da cinematografia relacionada ao testemunho dos sobreviventes da ditadura civil-militar brasileira. Deste ponto, procuramos compreender a constituição do documentário e sua vinculação ao conceito de performance e seus usos em algumas áreas do conhecimento. Tivemos o intuito de caracterizar o que seria o documentário performático, categoria criada por Bill Nichols (2005), e apontar possibilidades para ampliar esta classificação, pois o documentário performático enquanto modo de documentário é amplo demais e necessitaria de outras subclassificações para dar conta das especificidades dos vários tipos de documentários. Por isso, a análise do corpus da produção pós 64 nos permitiu derivações do conceito, no intuito de produzir uma melhor compreensão dos objetos estudados. Assim criamos outra forma de documentário performático com vistas ao estudo, o documentário performático heroicizante, compreendido nos filmes Que bom te ver viva (1989), de Lúcia Murat; e No olho do furacão (2003), de Renato Tapajós e Toni Venturi

Abstract: The research analyzes the Brazilian filmmaking on two occasions. The first corresponds to 21 years of civil-military dictatorship, in order to demonstrate some forms of resistance to dictatorship in the cinema scheme. The second selects, from 20 years after the end of the Brazilian civil-military dictatorship, two documentaries composed particularly by testimonies of survivors of the Brazilian dictatorship, which now discuss their roles and the paths of resistance of course, now problematize the revolutionary actions, that led the defeat of the opposition movements to dictatorship. This historiographical way was thought to discuss the film as the object of analysis of the various forms of resistance, because it frays reality and promotes reflection on account of "bare life" (Zoè), designed by Giorgio Agamben (2002), which clearly It is present in the movies. Accordingly, the concept of history rethought by Walter Benjamin (1994) and Theodor Adorno (2009) highlights the retelling of work, through the cinema, the Brazilian historiography during the dictatorship because it highlights the "bare life" of this society. After a brief historiography of Brazilian filmic production, we pause in more accurate study of the documentary in search of approaching categories such as documentary, memory and testimony, the latter two concepts supported by Jacques Le Goff (1990), Paul Ricoeur (1995), Emile Benveniste (1969), among others. We abode us analytically the task to better understand the testimony, taking the etymology of the word and its multiple associations, as well as relations with other art forms such as photography and painting. We move the concept to broaden its use for the analysis of cinematography related to the testimony of survivors of the Brazilian civil-military dictatorship. From this point, we tried to understand the constitution of the documentary and its link to the concept of performance and its uses in some areas of knowledge. The aim is to characterize what would be the performative documentary category created by Bill Nichols (2005), in order to identify possible extensions to this classification because the performative documentary as documentary mode is too broad and would need to further subclassifications to account for the specificities of the different types of documentaries. Therefore, the analysis of post 64-production corpus allowed us to concept leads, in order to produce a better understanding of the studied objects. So we created another form of performative documentary in order to study the documentary performative heroicizante, understood in the movies I am glad to see you alive (1989), Lucia Murat; and the eye of the hurricane (2003), Renato Tapajós and Toni Venturi
Subject: Performance (Arte)
Memoria no cinema
Cinema brasileiro
Documentário (Cinema)
Resistencia ao governo - Brasil
Brasil - História - 1964-1985
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SARMENTO-PANTOJA, Carlos Augusto Nascimento. Performance e testemunho no cinema pós-64. 2016. 1 recurso online (226 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
SarmentoPantoja_CarlosAugustoNascimento_D.pdf1.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.