Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/340213
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Hibridismo formal na formação poética do "Cara-de-Bronze" de João Guimarães Rosa
Title Alternative: Formal hybridism in the poetic formation of Guimarães Rosa's "Cara-de-Bronze"
Author: Salles, Rodrigo, 1988-
Advisor: Sperber, Suzi Frankl, 1939-
Abstract: Resumo: O primeiro índice do livro Corpo de Baile (1956) de João Guimarães Rosa, de caráter emissivo, classifica o conto "Cara-de-Bronze" como um "Poema"; o segundo, de caráter remissivo, classifica-o como uma "Parábase". Esta dupla identidade, no entanto, não se anula, mas se complementa: o conto pode ser lido como uma "Parábase da Poesia", um comentário metatextual do autor sobre seus próprios procedimentos poéticos. Para tanto, Guimarães Rosa elabora um projeto narrativo inusitado, sobretudo híbrido. Estão presentes diversas formas de representação textual para expressões artísticas cujas plenas realizações se dão somente fora do livro, como o cinema, o teatro e a canção, criando assim uma tensão insolúvel entre texto e performance. Esta dissertação procura entender a relação entre a forma híbrida e o conteúdo parabático, trabalhando com a hipótese de que a arquitetura única e exemplar de "Cara-de-Bronze" está desenhada para ilustrar a função hiperdeterminante da poesia e seu paradoxo de representação

Abstract: The table of contents on João Guimarães Rosa¿s Corpo de Baile (1956) book labels the "Cara-de-Bronze" story as a "Poem"; the index labels it as a "Parabasis". These two identities do not, however, negate one another but instead work as complementary: the story can be read as a "Parabasis of Poetry", a metatextual commentary made by the author about his own poetic procedures. To achieve this, Guimarães Rosa devises an unusual narrative Project, mostly hybrid. An assortment of textual representation forms linked to artistic expressions that can only be fulfilled outside of the book are present, such as cinema, theater and song, thus creating an unsolvable tension between text and performance. The present dissertation seeks to understand the relation between hybrid form and parabatic content, working with the hypothesis in which Cara-de-Bronze¿s unique and exemplary architecture is designed to illustrate the hyperdetermining capability of poetry and its representation paradox
Subject: Rosa, João Guimarães, 1908-1967 - Crítica e interpretação
Rosa, João Guimarães, 1908-1967. Corpo de baile
Rosa, João Guimarães, 1908-1967. Cara de bronze
Poesia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SALLES, Rodrigo. Hibridismo formal na formação poética do "Cara-de-Bronze" de João Guimarães Rosa. 2020. 1 recurso online (98 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Salles_RodrigoOliveira_M.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.