Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/340071
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Percepção de higiene e segurança de alimentos por consumidores das regiões Sudeste e Nordeste do Brasil
Title Alternative: Perception of hygiene and food safety by consumers in the Southeast and Northeast regions of Brazil
Author: Amorim, Camila Carneiro de Mendonça, 1986-
Advisor: Nascimento, Maristela da Silva do, 1977-
Abstract: Resumo: No Brasil, entre 2009 e 2015 foram notificados aproximadamente 5 mil surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA), envolvendo 93 mil casos e 61 óbitos. A questão da segurança dos alimentos é um instrumento que deve ser observado por todos, tendo em vista as consequências danosas que pode resultar para o consumidor, tal como doenças, além dos prejuízos econômicos para o governo e sociedade. Tendo em vista a importância dos riscos alimentares para a saúde pública e o significativo papel do consumidor em relação à segurança dos alimentos, o estudo da atitude e do conhecimento dos consumidores em relação a esse tema configura-se fundamental. Este estudo teve como objetivo avaliar e comparar o conhecimento em higiene e segurança de alimentos de residentes das regiões Sudeste e Nordeste do Brasil em função do grau de escolaridade (fundamental, médio e superior) dos participantes. Foram realizadas entrevistas com 1000 voluntários sendo que 64,8% declararam residirem na região Sudeste e 35,2% na região Nordeste do Brasil, percentual similar ao número real de distribuição da população nas respectivas regiões. Por meio do questionário foi possível avaliar o conhecimento do respondente sobre higiene e segurança de alimentos, hábitos individuais na manipulação e higiene pessoal e dos alimentos, além da percepção de risco e da relevância do trabalho governamental no que tange a segurança dos alimentos. De forma geral os resultados indicaram que a atuação governamental na área de segurança de alimentos é desconhecida pela população (69,5%), embora considerada importante (99,2%) e, apresentaram frequentes hábitos que favorecem a contaminação dos alimentos ou da própria saúde do consumidor além de baixo conhecimento sobre assuntos que envolvem a segurança de alimentos e, os dados apresentaram relação direta com a escolaridade, em ambas as regiões avaliadas. Portanto, disseminar o conhecimento sobre o assunto e estabelecer ações educativas é essencial para que a população modifique seus hábitos e sua percepção sobre higiene e segurança de alimentos

Abstract: In Brazil, between 2009 and 2015, approximately 5,000 foodborne diseases outbreaks were reported, involving 93,000 cases and 61 deaths. The issue of food safety is an instrument that must be observed by all, in view of the harmful consequences that can result to the consumer, such as disease, as well as economic damage to government and society. Given the importance of food safety risks to public health and the significant consumer¿s role in relation to food safety, the study of consumer attitudes and knowledge on this subject is fundamental. The objective of this study was to evaluate and compare the knowledge on hygiene and food safety of Brazil¿s Southeast and Northeast regions residents, according to the participants level of schooling (middle, high and college). We conducted interviews with 1000 volunteers, and 64.8% reported residing in the Southeast region and 35.2% in the Northeast region of Brazil, a percentage similar to the actual number of population distribution in the respective regions. Through the survey it was possible to evaluate the respondent's knowledge about food hygiene and safety and foodborne diseases, individual habits in manipulation, food and personal hygiene, risk perception and the perception and relevance of governmental work regarding food safety. In general, the results indicate that the governmental action in food safety area is unknown by the population (69.5%), although considered important (99.2%), and presented frequent habits that favor the contamination of the food or of the own health of the consumer besides low knowledge on subjects that involve the safety of foods and, the data presented a direct relation with the schooling, in both evaluated regions. Therefore, disseminating knowledge about the subject and establishing educational actions is essential for the population to modify their habits and their perception about hygiene and food safety
Subject: Segurança de alimentos
Higiene
Alimento seguro
Risco
Doenças transmitidas por alimentos
Percepção do consumidor
Consumidores
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: AMORIM, Camila Carneiro de Mendonça. Percepção de higiene e segurança de alimentos por consumidores das regiões Sudeste e Nordeste do Brasil. 2019. 1 recurso online (111 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Amorim_CamilaCarneiroDeMendonca_M.pdf4.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.