Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/337470
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Regina Yu Shon Chunpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.format.extent1 recurso online (94 p.) : il., digital, arquivo PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relation.requiresRequisitos do sistema: Software para leitura de arquivo em PDFpt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃO DIGITALpt_BR
dc.titleItinerário terapêutico de indivíduos com transtorno do espectro autista do município de Campinas-SPpt_BR
dc.title.alternativeTherapeutic itinerary of individuals with autism spectrum disorder in the municipality of Campinas-SPpt_BR
dc.contributor.authorSilva, Fernanda Caroline Pinto da, 1984-pt_BR
dc.contributor.advisorChun, Regina Yu Shon, 1958-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitaçãopt_BR
dc.subjectTranstorno do espectro autistapt_BR
dc.subjectDiagnóstico precocept_BR
dc.subjectTerapêuticapt_BR
dc.subjectFamíliapt_BR
dc.subject.otherlanguageAutism spectrum disorderen
dc.subject.otherlanguageEarly diagnosisen
dc.subject.otherlanguageTherapeuticsen
dc.subject.otherlanguageFamilyen
dc.description.abstractResumo: O Transtorno do Espectro Autista é um transtorno do neurodesenvolvimento, caracterizado por alterações na comunicação social e no comportamento. A heterogeneidade na apresentação dos sintomas e no nível de severidade dos mesmos se constitui como um desafio para o diagnóstico, e o diagnóstico precoce tem importante relação com o prognóstico dessas pessoas. Apesar da existência de políticas públicas voltadas à atenção de pessoas com autismo, a trajetória dessas pessoas e de seus familiares, na busca pelos serviços de saúde, parece não coincidir com os fluxogramas propostos pelas diretrizes nacionais de atenção a esta população. Diante do exposto, esta pesquisa tem o objetivo de analisar o itinerário terapêutico de pessoas com transtorno do espectro autista e seus familiares, no município de Campinas/SP, desde a identificação dos primeiros sinais até a realização do diagnóstico e o acesso às intervenções terapêuticas, na perspectiva de seus familiares. Pretende identificar e interpretar os significados presentes nos relatos das mães, buscando identificar as principais facilidades e barreiras encontradas durante todo o percurso, discutindo-as com base nos elementos teóricos e contextuais. Método: Trata-se de estudo descritivo exploratório, de abordagem qualitativa. Foram entrevistadas três famílias de cada centro de referência no atendimento às pessoas com transtorno do espectro autista no município de Campinas/SP. A amostra foi constituída de forma intencional, a partir do critério de variedade de tipos e do critério de homogeneidade fundamental, de acordo com os objetivos do estudo. As entrevistas foram analisadas por meio da análise do discurso, com organização das unidades de sentido em categorias e subcategorias de análise. Resultados: O itinerário terapêutico é caracterizado por identificação precoce dos sinais, sendo a busca pelo diagnóstico marcada por inúmeros desafios, os quais acarretam diagnóstico tardio e atraso na intervenção oportuna, além de desgaste e sobrecarga emocional para a família. Como principais barreiras, são relatadas a dificuldade de organização e de acesso aos serviços de atenção à saúde e o impacto dos diversos aspectos socioculturais do contexto em que estas pessoas estão inseridas. Conclusões: É importante que as condutas de atenção à saúde das pessoas com autismo incluam o acolhimento dos familiares, com atenção aos aspectos psicoafetivos e à promoção de redes de apoio que contribuam para o enfrentamento das dificuldades inerentes ao itinerário terapêutico, assim como a compreensão do cuidado não apenas sob o horizonte normativo, mas também como construção social dessas pessoaspt
dc.description.abstractAbstract: The Autism Spectrum Disorder (ASD) is a developmental disorder that affects communication and behavior. On one hand, heterogeneity in symptoms presentation and level of severity complicate diagnosis. On the other hand, it is known that early diagnosis affects individuals¿ prognosis. Despite the existence of public policies for providing care to individuals with autism, care-seeking apparently does not comply with the flows established by national health guidelines. Therefore, the objective of this study is to analyze the therapeutic itinerary ¿ from the recognition of early signs to diagnosis ¿ of individuals with ASD and their families, in the municipality of Campinas/SP. More specifically, we aim to identify and interpret the units of sense from the speeches of patients¿ mothers, seeking to identify the types of assistance and pitfalls they found throughout their care-seeking journey. These units of sense are discussed under theoretical and contextual aspects. Methods: This is a descriptive and exploratory research, approved by an ethics committee. We interviewed three families from each ASD healthcare center in Campinas-SP. Purposive sampling technique was employed, based on the criteria of types diversity and fundamental homogeneity. Interviews were analyzed by means of speech analysis techniques, classifying the unit of senses into categories and subcategories of analysis. Results: The therapeutic itinerary is characterized by early recognition of symptoms, but parents face several and important challenges during healthcare-seeking, which delays diagnosis and treatment, and causes substantial emotional overwhelm. Mother¿s voiced they suffer from the lack of coordination and access to healthcare system and impacts related to their sociocultural context. Conclusions: Healthcare service for people with ASD should comprise means of supporting patient family with their psychological and emotional needs and encourage the building of social support networks to facilitate the therapeutic itinerary. That is, healthcare service should be not only normative, but advance into the social construction of individuals with ASD and their familiesen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.citationSILVA, Fernanda Caroline Pinto da. Itinerário terapêutico de indivíduos com transtorno do espectro autista do município de Campinas-SP. 2018. 1 recurso online (94 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineInterdisciplinaridade e Reabilitaçãopt_BR
dc.description.degreenameMestra em Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitaçãopt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameTurato, Egberto Ribeiropt_BR
dc.contributor.committeepersonalnamePerissinoto, Jacypt_BR
dc.date.defense2018-12-12T00:00:00Zpt_BR
dc.description.sponsordocumentnumber02-P-4594/2018pt_BR
dc.date.available2020-03-26T16:22:36Z-
dc.date.accessioned2020-03-26T16:22:36Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2020-03-26T16:22:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_FernandaCarolinePintoDa_M.pdf: 1047249 bytes, checksum: 186f98b8c0ff014ad71e2b66c0cec844 (MD5) Previous issue date: 2018en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/337470-
dc.description.sponsorCAPESpt_BR
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_FernandaCarolinePintoDa_M.pdf1.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.