Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/337075
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Migração e expansão da fronteira agrícola : formação da rede migratória do território da soja
Title Alternative: Migration and expansion of agricultural frontier : formation of the migratory network of the soy territory
Author: Vazquez, Felipe Ferraz, 1980-
Advisor: D'Antona, Álvaro de Oliveira, 1967-
Abstract: Resumo: Esta tese tem como objetivo analisar a estrutura da rede migratória do território da soja no ano de 2010. Os Censos Agropecuários de 1995 e de 2006 apresentaram o crescimento econômico e espacial do cultivo de soja no Brasil. Com os dados de 2006, utilizou-se a autocorrelação espacial para selecionar os municípios que formavam regiões com grandes áreas colhidas de soja em grãos. Deste critério selecionou-se 323 municípios para compor o território da soja. Os Censos Demográficos de 1991, 2000 e 2010 expõem a dinâmica populacional deste território. Para esta análise da migração foram utilizadas medidas tradicionais da migração (imigrantes, emigrantes e Índices de Eficácia Migratória) em conjunto com medidas da Teoria dos Grafos (modularidade e graus de centralidade). O uso da Teoria dos Grafos ocorre ao considerar que a migração é o fator que estabelece a conexão entre os municípios e suas medidas permite avaliar a estrutura da rede migratória a partir dos fluxos obtidos. Desta forma, identificou-se a formação de quatro módulos, denominados como Brasília, Campo Grande, Londrina e Passo Fundo por serem os maiores municípios dos respectivos módulos. As diferenças demográficas entre os módulos foram observadas pelo número de municípios, distribuição populacional, tamanho dos municípios e estrutura por sexo e faixa etária destes. Quanto à migração, observou-se que a migração intramodular é superior à intermodular, indicando que há pouca troca migratória entre os mesmos. Através dos graus de centralidade de autovetor e de proximidade, identificou-se a importância dos municípios para a formação da rede. Desta forma observou-se que entre 1991 e 2010 houve uma redução dos municípios de média importância, havendo uma polarização entre os de alta e os de baixa importância para a rede migratória. No período analisado, o volume de arestas e de migrantes dos 34 município de alta importância foi crescente enquanto que os 259 municípios de baixa importância apresentam um elevado número de arestas, mas acompanhado de uma redução do número de migrantes. O aumento dos fluxos entre os municípios de alta importância e redução dos de baixa importância reflete a dificuldade dos pequenos municípios crescerem demograficamente neste cenário do agronegócio, uma vez que o meio rural se caracteriza pela pouca absorção de mão de obra e as atividades do meio urbano tendem a se aglomerar, não apenas para atingir um maior número de consumidores, mas para buscar melhor infraestrutura e superar dificuldades de obtenção de mão de obra. O volume de migrantes dos fluxos intramodulares é determinante para a classificação das áreas como retenção, evasão ou de rotatividade migratória. Quanto aos fluxos intermodulares, o módulo de Brasília se apresenta como de retenção para os migrantes dos demais módulos; Campo Grande como de retenção com os fluxos oriundos de Londrina e Passo Fundo; Londrina tem retenção dos migrantes oriundos de Passo Fundo; e o módulo de Passo Fundo é de evasão migratória para todos os demais

Abstract: This thesis aims to analyze the structure of the soybean migratory network in 2010. The 1995 and 2006 Agricultural Census presented the economic and spatial growth of soybean cultivation in Brazil. With the 2006 data, spatial autocorrelation was used to select the municipalities that formed regions with large areas harvested from soybeans. From this criterion, 323 municipalities were selected to compose the soybean territory. The Demographic Census of 1991, 2000 and 2010 exposes the population dynamics of this territory. For this migration analysis, traditional measures of migration (immigrants, emigrants and Migration Effectiveness Indexes) were used in conjunction with graph theory measures (modularity and degrees of centrality). The use of Graph Theory occurs when considering that migration is the factor that establishes the connection between municipalities and its measures allows to evaluate the structure of the migratory network from the obtained flows. Thus, it was identified the formation of four modules, named as Brasilia, Campo Grande, Londrina and Passo Fundo because they are the largest municipalities of the respective modules. Demographic differences between modules were observed by number of municipalities, population distribution, size of municipalities and structure by gender and age group. Regarding migration, it was observed that intramodular migration is superior to intermodular migration, indicating that there is little migratory exchange between them. Through the degrees of eigenvector centrality and proximity, we identified the importance of municipalities for the formation of the network. Thus it was observed that between 1991 and 2010 there was a reduction of the municipalities of medium importance, with a polarization between high and low importance for the migratory network. In the analyzed period, the volume of edges and migrants of the 34 municipalities of high importance was increasing while the 259 municipalities of low importance have a high number of edges, but accompanied by a reduction in the number of migrants. The increase in flows between the high and low municipalities reflects the difficulty of small municipalities to grow demographically in this agribusiness scenario, as the rural environment is characterized by low absorption of labor and urban activities. They tend to cluster not only to reach more consumers, but to seek better infrastructure and overcome difficulties in obtaining labor. The volume of migrants from intramodular flows is crucial for the classification of areas as retention, evasion or migratory turnover. As for intermodular flows, the Brasilia module presents itself as a retention for migrants from other modules; Campo Grande as retention with flows from Londrina and Passo Fundo; Londrina has retention of migrants from Passo Fundo; and the Passo Fundo module is for migrant evasion for all others
Subject: Agronegócio
Soja
Migração
Teoria dos grafos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VAZQUEZ, Felipe Ferraz,. Migração e expansão da fronteira agrícola: formação da rede migratória do território da soja. 2019. 1 recurso online (178 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vazquez_FelipeFerraz_D.pdf6.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.