Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/336727
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Uso de geotecnologias como instrumento da gestão costeira : estudo do litoral sul do estado de São Paulo
Title Alternative: Use of geotechnologies as an instrument of coastal management : study of the south coast of the state of São Paulo
Author: Mengatto Junior, Edson Antonio, 1985-
Advisor: Oliveira, Regina Célia de, 1971-
Abstract: Resumo: A extensão continental do território brasileiro abriga uma vasta quantidade de biodiversidade marinha, sendo de extrema importância a manutenção e conservação adequada destes ambientes litorâneos. Isso porque são considerados sistemas complexos e de frágil equilíbrio dinâmico, sendo muito sensível as mudanças. O aumento desordenado de ocupação frente a estas áreas ocasiona em sérios conflitos socioambientais no uso destas áreas, o que se torna em ameaça para o ecossistema costeiro. Por isso, a compreensão do espaço ao qual se delimita as regiões costeiras torna-se fundamental para o planejamento e gestão adequado desta região. Para tanto, o uso de instrumentos geotecnológicos, como os sistemas de informação georreferenciada e o sensoriamento remoto a partir de imagens de satélites e veículos aéreos não tripulados tornam menos oneroso e mais ágil para o acompanhamento real das mudanças nestes ambientes. A área de estudos se localiza na região do litoral sul do Estado de São Paulo, a partir dos municípios de Cananéia, Iguape e Ilha Comprida, inseridos na região do vale do Ribeira considerado o maior sistema estuarino lagunar do estado. O trabalho considera a elevada dinamicidade do litoral paulista, derivados de mudanças climáticas e processos físicos associados a esta região e que, conjuntamente a ocupação antrópica desordenada, provocam sérios conflitos pelo uso e ocupação da terra, agravando os processos erosivos e deposicionais. Foram avaliadas a susceptibilidade física e a vulnerabilidade social, com objetivo de compreender a vulnerabilidade ambiental da região. Pressupõe-se que para isso, sejam necessárias a compreensão do planejamento ambiental e o processo de gestão costeira nacional, considerando os diferentes atores envolvidos na elaboração das políticas públicas destas áreas e o correto entendimento sobre as avalições acerca da vulnerabilidade, apoiando-se no uso de instrumentos de geotecnologias. Para tanto, foram utilizadas teorias metodológicas adaptadas de Nascimento & Dominguez (2009), Souza, (2017) e Crepani et al (2001), para a geração do mapa de vulnerabilidade ambiental na escala de 1:100.000. Propõe-se ainda o desenvolvimento de um exemplo de sistema WebGIS que permita a disponibilização dos materiais cartográficos de base utilizados. Para a análise, foram efetuados trabalhos de levantamento bibliográfico para a avaliação e proposição das áreas mais vulneráveis, considerando os meios físicos e socioeconômicos ao qual estão integrados ao litoral sul paulista. Para a construção da susceptibilidade, foram utilizados dados relacionados a geomorfologia, geologia, pedologia, declividade, pluviometria e cobertura vegetal natural da área. Já a vulnerabilidade social envolveu dados relacionados a condição socioeconômica da população residente na área. O cruzamento de ambas informações permitiu ainda a construção da vulnerabilidade ambiental da área. O método se mostrou eficiente, sendo necessário pequenos ajustes para a compreensão da totalidade da área estudada, e permitindo a discussão sobre os conflitos ocasionados pelo uso e ocupação da terra de maneira inadequadas, exigindo melhores planejamentos frente as áreas mais vulneráveis devido aos processos erosivos intensos, e que permita o uso destas áreas de maneira mais adequada, garantindo recursos e usufruto para as gerações futuras

Abstract: One of the continental extent Brazilian territory is home to a large amount of marine biodiversity, and the proper maintenance and conservation of these coastal environments is of utmost importance. This is because they are complex and fragile dynamic equilibrium systems that are very sensitive to change. The uncontrolled increase of occupation in front of these occasional areas in territories without use of these areas, or threatens the coastal ecosystem. Therefore, the understanding of the space to which it is delimited as coastal regions becomes fundamental for the planning and proper management of this region. To this end, the use of geotechnological instruments such as georeferenced information systems and remote sensing from satellite images and unmanned aerial vehicles make it less costly and more agile for the actual monitoring of environmental changes. A study area located in the south coast region of the State of São Paulo, from the municipalities of Cananéia, Iguape and Ilha Comprida, inserted in the Ribeira Valley region considered or in the largest lagoon estuarine system of the state. The paper considers the dynamic dynamics of the São Paulo coast, the effects of climate change and the processes associated with this region and that, together with the disordered anthropic occupation, provoke serious conflicts over land use and exploitation, aggravating erosive and depositional processes. Physical and social vulnerability were assessed in order to understand the environmental vulnerability of the region. For this, it is possible to understand the environmental planning and the national management process, considering the different actors involved in the analysis of public policies in these areas and the correct understanding as assessments of vulnerability, based on the use of instruments. of geotechnologies. To this end, methodological theories adapted from Nascimento & Dominguez (2009), Souza, (2017) and Crepani et al (2001) were used to generate the environmental vulnerability map in the 1: 100,000 scale. It is also proposed an example of a WebGIS system that makes available the basic cartographic materials used. For the analysis, bibliographic survey works were carried out to evaluate and propose the most vulnerable areas, considering the physical and socioeconomic environments to which they are integrated to the south coast of São Paulo. For the construction of physical vulnerability, data related to geomorphology, geology, pedology, slope, rainfall and natural vegetation cover of the area were used. Social vulnerability involved data related to the socioeconomic status of the population residing in the area. The crossing of both information also allowed the construction of the environmental vulnerability of the area. The method proved to be efficient, requiring small adjustments to understand the whole area studied, and allowing the discussion about the conflicts caused by land use and occupation in an inappropriate way, requiring better planning in the most vulnerable areas due to intense erosion processes, and allow the use of these areas in a more appropriate manner, ensuring resources and enjoyment for future generations
Subject: Cartografia
Condições sociais
Vulnerabilidade ambiental
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MENGATTO JUNIOR, Edson Antonio. Uso de geotecnologias como instrumento da gestão costeira: estudo do litoral sul do estado de São Paulo. 2019. 1 recurso online (176 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
MengattoJunior_EdsonAntonio_D.pdf12.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.