Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/336663
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Regulação emocional e suas relações com o desempenho escolar de crianças no ensino fundamental
Title Alternative: Emotional regulation and its relationship with school performance of children in elementary school
Author: Dantas, Ana Maria da Conceição Calixto, 1991-
Advisor: Boruchovitch, Evely, 1961-
Abstract: Resumo: Pesquisas têm sido realizadas para elucidar fatores relacionados ao desempenho escolar na Educação Básica brasileira que, ao ser avaliado por meio de mecanismos internos e externos, ainda se mostra aquém de patamares de qualidade. Ênfase tem sido dada não apenas aos aspectos cognitivos, mas também aos aspectos afetivos que podem estar associados à aprendizagem. Neste sentido, a presente pesquisa, de caráter descritivo-correlacional, teve como objetivos identificar os componentes da regulação emocional de alunos do Ensino Fundamental I de escolas públicas de dois estados brasileiros (Rio Grande do Norte e São Paulo), buscando elucidar diferenças em função do sexo, da idade, da região de moradia e do histórico de reprovação dos participantes; descrever as diferenças no desempenho escolar nas disciplinas de Português e Matemáticas de estudantes do Ensino Fundamental I, em comparação com as variáveis sociodemográficas de interesse do estudo e examinar possíveis relações entre os diferentes componentes da regulação emocional e o desempenho escolar apresentado pelos alunos nas disciplinas de Português e Matemática, bem como entre tais componentes e sexo, idade, ano escolar, região de moradia e histórico de reprovações dos participantes. Compuseram a amostra do estudo 133 estudantes, de ambos os sexos, com idades entre 7 e 12 anos, matriculados do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental I de escolas públicas das cidades de Natal/RN e Cubatão/SP. Foram utilizados dois instrumentos: uma ficha de caracterização dos participantes, desenvolvida para esta pesquisa e a Escala de Avaliação da Regulação Emocional para Estudantes do Ensino Fundamental (ERE-EF). O primeiro instrumento possibilitou a coleta de dados sociodemográficos dos participantes, tais como sexo, idade, ano escolar e região de moradia, bem como informações sobre o desempenho apresentado nas disciplinas de Português e Matemática e sobre o histórico de reprovação dos participantes. A ERE-EF teve como finalidade identificar como os participantes se relacionavam com as próprias emoções, mapeando quatro diferentes aspectos da regulação das emoções básicas de tristeza, raiva, medo e alegria em crianças: a percepção que os alunos tinham da emoção em si e nos outros, quais os motivos associavam ao surgimento delas, como lidavam com as emoções vivenciadas (modificando-as ou mantendo-as) e o caráter prejudicial que as emoções assumiam para os respondentes do instrumento. Os resultados apontaram para relações entre os diferentes aspectos da regulação emocional e sexo, região de moradia, ano escolar e incidência de reprovação dos estudantes. O uso de estratégias de regulação da tristeza correlacionou-se significativamente à idade dos participantes. Evidenciaram-se, também, algumas relações significativas entre as emoções e o desempenho escolar dos estudantes da amostra. Espera-se que os achados desta pesquisa contribuam para o avanço no conhecimento sobre a temática abordada e para o fomento de novas investigações que abordem as variáveis de interesse deste estudo. Também almeja-se ressaltar a importância da realização de intervenções voltadas à promoção do uso de estratégias de regulação emocional pelos estudantes do Ensino Fundamental

Abstract: Research has been conducted to elucidate factors related to school performance in Brazilian Basic Education, which, when evaluated through internal and external mechanisms, still falls short of quality levels. Emphasis has been placed not only on cognitive aspects, but also on affective aspects that may be associated with learning. In this sense, the present research, of a descriptive-correlational character, aimed to identify the components of the emotional regulation of elementary school students from public schools in two Brazilian states (Rio Grande do Norte and São Paulo), seeking to elucidate differences in function gender, age, region of residence and history of failure of participants; describe the differences in school performance in the subjects of Portuguese and Mathematics of elementary school students, in comparison with the sociodemographic variables of interest in the study and examine possible relationships between the different components of emotional regulation and the school performance presented by students in the subjects of Portuguese and Mathematics, as well as between such components and gender, age, school year, region of residence and history of failure of the participants. The study sample comprised 133 students, of both sexes, aged between 7 and 12 years old, enrolled from the 2nd to the 5th year of Elementary School I from public schools in the cities of Natal/RN and Cubatão/SP. Two instruments were used: a participant characterization form, developed for this research and the Emotional Regulation Assessment Scale for Elementary School Students (ERE-EF). The first instrument made it possible to collect sociodemographic data from the participants, such as sex, age, school year and region of residence, as well as information on the performance presented in the subjects of Portuguese and Mathematics and on the failure history of the participants. The purpose of the ERE-EF was to identify how the participants related to their own emotions, mapping four different aspects of the regulation of basic emotions of sadness, anger, fear and joy in children: the students' perception of emotion in themselves and in others, what the reasons associated with their emergence, how they dealt with the emotions experienced (modifying or maintaining them) and the harmful character that the emotions assumed for the respondents of the instrument. The results pointed to relationships between the different aspects of emotional regulation and sex, region of residence, school year and incidence of student failure. The use of sadness regulation strategies correlated significantly with the age of the participants. Some significant relationships between emotions and school performance of students in the sample were also evidenced. It is hoped that the findings of this research will contribute to the advancement of knowledge on the theme addressed and to the promotion of new investigations that address the variables of interest in this study. It is also intended to emphasize the importance of carrying out interventions aimed at promoting the use of emotional regulation strategies by elementary school students
Subject: Rendimento escolar
Ensino fundamental
Emoções
Auto-regulação emocional
Infância
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: DANTAS, Ana Maria da Conceição Calixto. Regulação emocional e suas relações com o desempenho escolar de crianças no ensino fundamental. 2019. 1 recurso online (122 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dantas_AnaMariaDaConceicaoCalixto_M.pdf1.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.