Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/33630
Type: Artigo de periódico
Title: Influência do nível de ruídos na percepção do estresse em pacientes cardíacos
Title Alternative: The influence of noise levels on the perception of stress in heart disease patients
Author: Heidemann, Aline Maria
Cândido, Ana Priscila Leal
Kosour, Carolina
Costa, Aline Real de Oliveira
Dragosavac, Desanka
Abstract: OBJECTIVES: To identify the main causes of stress in patients staying in a coronary unit and to assess the influence of noise levels on their perception of stress. METHODS: This was a prospective, descriptive and quantitative study conducted between June and November 2009 in the Coronary Unit of the Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas. The Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale was used on the first, second and third days of hospitalization to identify stressors. The noise level was measured on the first and second nights using an Instrutherm DEC-460 decibel meter. RESULTS: Overall, 32 clinical heart disease patients were included. The median Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale scores were 67.5, 60.5 and 59.5 for the first, second and third days, respectively. The differences were not statistically significant. The highest noise level (a median of 58.7 dB) was detected on the second night at 9:00 pm; the lowest level (51.5 dB) was measured on the first night at 12:00 am. In a multiple linear regression model, the first-night noise level had a 33% correlation with the second-day stress scale score, and for the second night, the correlation with the third-day stress scale score was 32.8% (p = 0.001). CONCLUSION: Patients admitted into a coronary unit have an increased perception of stress. Higher noise levels are also responsible for the perception of stress in these patients.
OBJETIVO: Identificar os principais fatores geradores de estresse em pacientes internados em unidade coronariana e a influência do nível de ruídos na percepção de estresse dos mesmos. MÉTODOS: Estudo prospectivo, descritivo e quantitativo, realizado de junho a novembro de 2009 na Unidade Coronariana do Hospital de Clínicas da Unicamp. Para identificar os fatores estressantes foi utilizada a Escala de Estressores em Unidade de Terapia Intensiva (Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale ICUESS) no primeiro, segundo e terceiro dias de internação. Na primeira e segunda noite de internação, foi mensurado o nível de ruído pelo decibelímetro marca Instrutherm - modelo DEC-460. RESULTADOS: Participaram do estudo 32 pacientes cardiopatas clínicos. A mediana para a Escala de Estressores em Unidade de Terapia Intensiva foi de 67,5, 60,5 e 59,5, no primeiro, segundo e terceiro dias respectivamente, não apresentando diferença estatisticamente significante entre os valores. O maior valor de nível de ruídos foi às 21 horas, da segunda noite com mediana de 58,7dB, e o me-nor, de 51,5dB à zero hora da primeira noite. Quando feita a regressão linear múltipla, o nível de ruídos da primeira noite teve correlação de 33% com a Escala de Estressores do segundo dia, e o nível de ruídos da segunda noite teve correlação de 32,8% com a Escala de Estressores do terceiro dia, com p=0,001. CONCLUSÃO: Pacientes internados em Unidade Coronariana apresentam maior percepção de estresse. O elevado nível de ruídos também é responsável pela percepção do estresse dos pacientes.
Subject: Cuidados críticos
Humanização da assistência
Cardiopatias
Unidades de terapia intensiva
Poluição sonora
Satisfação do paciente
Critical care
Humanization of assistance
Heart diseases
Intensive care units
Sound contamination
Patient satisfaction
Editor: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0103-507X2011000100011
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-507X2011000100011
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2011000100011
Date Issue: 1-Mar-2011
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0103-507X2011000100011.pdf166.78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.