Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/336161
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação de atividade de doença em pacientes com arterite de Takayasu através do 18F-fluordesoxiglicose (18F-FDG) tomografia por emissão de pósitrons (PET/CT)
Title Alternative: Evaluation of disease activity in Takayasu arteritis patients trhough 18F fluordeoxyglucose (18F-FDG) positron emission tomography (PET/CT)
Author: Santos, Marília Paula Souza, 1981
Advisor: Sachetto, Zoraida, 1973-
Abstract: Resumo: Objetivo: Poucos estudos demonstram a vantagem do 18F-FDG-PET/CT na avaliação de atividade de doença em pacientes com arterite de Takayasu (TA) em tratamento com imunossupressão. Este estudo objetivou avaliar a utilidade do 18F-FDG-PET/TC na identificação de sítios de doença ativa em pacientes com TA. Métodos: Pacientes em tratamento foram submetidos ao 18F-FDG-PET/CT de corpo inteiro. Os sítios de captação aumentada de 18F-FDG foram classificados por uma análise visual em 3 escalas utilizando o fígado e átrio esquerdo como referência. Análise quantitativa também foi realizada através da quantificação do "standardized uptake value" (SUV) máximo da parede vascular. Os sítios arteriais mais comumente acometidos na AT foram previamente definidos de acordo com os locais mais comumente envolvidos. A atividade da doença utilizando os critérios de NIH também foi avaliada. Resultados: 21 pacientes, 19 mulheres e 2 homens, com média de idade de 40,5 (± 11,56) anos e duração da doença 8,3 (± 6,25) anos. Quatorze participantes (67%) estavam em atividade inflamatória de acordo com os critérios propostos pela NIH. Todos os pacientes estavam em tratamento com agentes imunossupressores e/ou imunobiológicos. Considerando a análise quantitativa, o maior valor de SUV encontrado foi de 19,2 na artéria carótida e o menor valor de SUV foi 2,9 na artéria subclávia. O SUV máximo médio não diferiu entre os pacientes clinicamente ativos e inativos. Na análise visual, 95% dos participantes tinham pelo menos um sítio vascular em atividade inflamatória, com captação ? 2 em relação ao fígado e ao átrio esquerdo. Em ambos, o arco aórtico foi o mais frequentemente envolvido. Conclusão: Este estudo mostrou que o 18F-FDG-PET/CT é um método eficaz de imagem para avaliar a atividade da AT mesmo em pacientes plenamente tratados

Abstract: Objective: Few studies have taken the advantage of 18F-FDG-PET/CT to personalize the patient evaluation and identify sites of more active disease in Takayasu Arteritis (TA) treated patients. This study aimed to evaluate the utility of 18F-FDG-PET/CT in identifying sites of active disease in patients under full treatment for TA. Methods: Patients under full treatment underwent whole-body 18F-FDG-PET/CT. Sites of increased 18F-FGD uptake were classified by a 3-scale visual analysis using the liver and left atrium uptake as reference. A quantitative analysis was also performed by measuring the maximum standardized uptake value (SUV) of the vascular wall of affected arteries. Disease activity using the NIH criteria was also evaluated. Results: Of 21 patients, 19 females and 2 males, mean age 40.5 (± 11.56) years, disease duration 8.3 (± 6.25) years. Fourteen participants (67%) were in inflammatory activity according to the criteria proposed by NIH. All patients were under treatment with immunosuppressive and/or immunobiological agents. Considering the quantitative analysis, the highest SUV value found was 19.2 in carotid artery and the lowest SUV value was 2.9 in subclavian artery. The mean maximum SUV did not differ between the clinically active and the inactive patients. In the visual analysis 95% of participants had at least one vascular site in inflammatory activity, with uptake ? 2 in relation to the liver and the left atrium. In both, aortic arch was most frequently involved. Conclusion: This study showed that the 18F-FDG-PET/CT is an effective imaging method to assess TA activity even in full treated patients
Subject: Arterite de Takayasu
Tomografia Computadorizada com Tomografia por Emissão de Pósitrons
Vasculite
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTOS, Marília Paula Souza. Avaliação de atividade de doença em pacientes com arterite de Takayasu através do 18F-fluordesoxiglicose (18F-FDG) tomografia por emissão de pósitrons (PET/CT). 2019. 1 recurso online (54 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_MariliaPaulaSouzaDos_M.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.