Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335742
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Tectonic evolution of the Xambioá gneissic dome, Araguaia Orogen northern domain : Evolução tectônica do domo gnáissico de Xambioá, domínio norte do Orógeno Araguaia
Title Alternative: Evolução tectônica do domo gnáissico de Xambioá, domínio norte do Orógeno Araguaia
Author: Oliveira, Guilherme Fostek de, 1994-
Advisor: Meira, Vinicius Tieppo, 1983-
Abstract: Resumo: O estudo de domos gnáissicos em orógenos e os processos de exumação que os geram, implicam no entendimento da geodinâmica da cadeia orogênica, podendo assim elucidar estágios evolutivos de determinado orógeno. Tais processos de exumação podem ser agrupados em mecanismos tectônicos como contracionais, direcionais ou extensionais. O Domo Gnáissico de Xambioá apresenta um eixo NW-SE, o que difere dos domos presentes no Orógeno Araguaia que são majoritariamente N-S. As rochas que o constituem são gnaisses granodioriticos a tonalíticos do Complexo Colméia que são envelopados por rochas metassedimentares do Grupo Estrondo. Aliado ao fato de que as condições e idades metamórficas no Orógeno Araguaia ainda serem relativamente desconhecidas, esta dissertação congrega estudos estruturais/microestruturais, análises de vorticidade e eixo-C de quartzo, além de datação em LA-MC-ICPMS U-Pb em zircão e titanita para contribuir na discussão acerca do metamorfismo do orógeno. Estudos estruturais permitiram a hierarquização de três estruturas planares como Sn-1, Sn, Sn+1. A foliação Sn-1 é atestada por dobras intrafoliais presentes no núcleo dômico de Xambioá e pela foliação interna de porfiroblastos de cianita e titanita em rochas quartzíticas da Formação Morro do Campo e anfibolitos da Suíte Xambica, respectivamente. A foliação Sn milonítica, resultado do segundo evento deformacional Dn, é a transposição da foliação Sn-1, onde está contida as lineações de estiramento Ln de quartzo e plagioclásio. Esta foliação está presente tanto no núcleo gnáissico, quanto no quartzito e anfibolito. A Sn+1 é uma clivagem de crenulação e é a resultante do evento Dn+1 que gerou os eixos de crenulação N-S. Indicadores cinemáticos presentes nos planos ortogonais a foliação Sn e paralelos a lineação de estiramento Ln, apresentam o duplo caimento no núcleo gnáissico com topos para NW e SE. Análises de vorticidade mostram a contribuição mista de cisalhamento puro e simples com Wm (Mean kinematic vorticity number) de 0,5-0,9 na deformação destas rochas. Temperaturas de deformação extraídas de guirlandas de eixo C- de quartzo mostram índices de 460°C-622°C para rochas supracrustais quartzíticas da Formação Morro do Campo, enquanto que o núcleo gnáissico infracrustal apresentou temperaturas de 563°C-698°C das rochas do Complexo Colméia. Idades de cristalização mesoarqueanas de 2904 ± 7 Ma foram obtidas através de zircão U-Pb e um provável evento térmico no Ediacarano fora evidenciado pela perda de Pb. Idades de U-Pb em titanitas mostram um evento térmico em 2.83 Ga relacionado ao metamorfismo mesoarqueano do Cráton Amazônico. O fluxo deformacional com leve predominância de caráter coaxial com duplo caimento para NW e SE fora sobreposto por deformação não coaxial, que possibilitou a exumação do Domo de Xambioá, caracterizando um accelerating flow path. Com isto, observa-se que durante a fase colisional entre o Cráton Amazônico e o Bloco Parnaíba, a crosta orogênica apresentou encurtamento de direção NE/SW durante a fase de espessamento crustal de topo-para- NW que possibilitou a exumação do Domo de Xambioá

Abstract: The study of gneiss domes in orogens and the exhumation process that generate them, imply on comprehension of the orogenic belt geodynamics, being able elucidate evolutionary stages of this orogen. These exhumation process can be grouped in distinct mechanisms, including contractional, directional or extensional tectonics. The Xambioá Gneiss Dome shows NW-SE axis, which differs of domes present in Araguaia Orogens that are mostly N-S. The rocks that constitute it are granodioritic and tonalitic gneiss from Colméia Complex, that are enveloped by quartzites from Morro do Campo Formation and metasedimentary rocks from Estrondo Group. The ages and metamorphism conditions in Araguaia Orogen still unknown, and allied to this, this dissertation congregates structural/microstructural studies, vorticity C-axis of quartz analyses and zircon geochronology to contributes about the orogen metamorphism. Structural studies allowed the hierarchy of three planar structures like Sn-1, Sn, Sn+1. The Sn-1 foliation is attested by intrafolial folds present in Xambioá dome core and by porphyroblasts internal foliations trace of kyanite and titanite in quartzites from Morro do Campo Formation and amphibolites from the Xambica Formation, respectively. The Sn mylonitic foliation, which is resulted by Dn deformational event, is a transposition of Sn-1 foliation that generates stretching lineation Ln. This foliation is present in gneiss core, quartzite and amphibolite. Sn+1 is a crenulation cleavage and its resulted by the Dn+1 event, which generates S-C¿ foliations and crenulation axis of N-S. Kinematic indicators present in plans parallels to lineation Ln and orthogonal to foliation Sn (XZ plane), show the doubly plunging in gneiss cores with NW and SE tops, while the NNW flanks show SE tops. Vorticity analyses presents the mixed contribution of simple and pure shear with Wm (Mean Kinematic Vorticity Number) of 0,5-0,9 in deformational process. Deformational temperatures extracted through C-axis girdles shows temperatures of 460-622°C for supracrustal rocks from Morro do Campo Formation and 563-698°C for gneiss core from Colméia Complex. Mesoarchean crystallization ages of 2904 ± 7 Ma was obtained by U-Pb zircon LA-MC-ICPMS and a probable thermic event in Ediacaran was evidenced by Pb lost. U-Pb titanite ages show a thermic event in 2827 ± 9 Ma, which is related to Mesoarchean metamorphism of the Amazonian Craton. The gentle coaxial deformation flux with top-to-NW/SE it was superimposed by a non-coaxial flux, characterizing an accelerating flow path. In addition to that, it is noted that during the collisional phase between Amazon Craton and Parnaíba Block, the orogenic crust experienced a crustal NE-SW crustal shortening with top-to-NW, allowing the Xambioá exhumation
Subject: Orogenia
Geologia estrutural
Metamorfismo (Geologia)
Geocronologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Guilherme Fostek de. Tectonic evolution of the Xambioá gneissic dome, Araguaia Orogen northern domain: Evolução tectônica do domo gnáissico de Xambioá, domínio norte do Orógeno Araguaia. 2019. 1 recurso online (110 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/335742. Acesso em: 30 Jun. 2020.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_GuilhermeFostekDe_M.pdf8.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.