Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335310
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O corpo no imaginario nacional : uma analise da textualização do corpo feminino no espaço discursivo da Brasil sex magazine : uma revista 100% nacional
Author: Mota, Ilka de Oliveira
Advisor: Zoppi-Fontana, Mónica, 1961-
Abstract: Resumo: Apoiados no referencial teórico da Análise de Discurso Francesa (AD) e nos estudos elaborados por pesquisadores brasileiros, nosso trabalho teve como objetivo compreender os sentidos produzidos para o corpo feminino a partir de um espaço de atualização dito pornográfico, a revista Brazil. Analisando textos do editorial e ensaios nos quais aparecem imagens fotográficas justapostas à narração/descrição de modelos em estado de exibição/exposição do corpo, bem como enunciados e designações que as/os referem, foi possível observar e compreender que o corpo que ali é colocado em cena, em uma palavra, textualizado, é constituído de uma memória nacional. Vimos que no espaço discursivo da Brazil fala-se de corpo, de sexualidade, a partir do lugar da nacionalidade e esse fator é o que marca a diferença dessa revista com as demais revistas que também focalizam o corpo. Os elementos símbolos de nacionalidade, tais como: cor e clima tropicais, frutas, paisagem natural brasileira, incluindo aí animais, flores e plantas, entre outros, bem como o futebol e todo o imaginário de "abundância" construído para o Brasil, são transferidos, por efeito metafórico (Pêcheux, 1969), para o corpo da mulher brasileira. Ou seja, por essa transferência (movimento) de sentidos, o corpo da mulher passa, imaginariamente, a ser o corpo do Brasil. Esse mesmo gesto de interpretação em torno do corpo, isto é, os enunciados e designações que referem o corpo feminino sempre ligados à paisagem natural brasileira podem ser remetidos a uma série de textos de José de Alencar e de outros autores cuja posição-sujeito era aquela que propunha pensar o brasileiro, seu corpo, a partir da identidade nacional. O que estamos dizendo é que ao significar o corpo da mulher brasileira, a revista Brazil o faz por filiação, a partir de uma memória do dizer, o já-dito. Em nosso percurso teórico-analítico foi fundamental levar em consideração a problemática dos limites entre o erótico e o pornográfico, bem como compreender o que torna possível uma certa construção do corpo ter um estatuto científico distinto do pornográfico e vice-versa. Para isso, mobilizamos o conceito de interpretação, gestos de leitura e de efeitos leitores a fim de buscarmos compreender o(s) gesto(s) de interpretação inscrito(s) na discursividade médica que trabalha o corpo a partir do mesmo procedimento - a decupagem que, por sua vez, produz o efeito de hipervisibilidade - usado pelas revistas e filmes 'ditos' pornôs. A partir daí foi possível compreender o efeito discursivo que produz o efeito pornô distinto do erótico e do científico, bem como compreender a constituição do leitor no espaço discursivo da Brazil. Em síntese, objetivamos compreender o funcionamento discursivo da revista Brazil, explicitar os gestos de interpretação no modo de constituição do corpo feminino que ali são produzidos que se ligam aos processos de identificação da posição-sujeito, suas filiações de sentidos e, portanto, descrever a relação do sujeito com sua memória, com aquilo que o constitui

Abstract: Based on the studies of Discursive Analysis and on its theoretical underpinnings, we have built this work aiming to comprehend the senses produced for the female body present in Brazil sex magazine recognized by our society as a pornographic one. Analyzing some texts from the editorial and essays in which photographic images and narrative/description of model in state of exhibition are presented, it was possible to observe that the body is constituted of a national memory. It was also possible to observe that in the discursive space of Brazil magazine the body is conveyed exclusively from the nationality place and this fact is important to comprehend the difference between Brazil and other sex magazines that also focalize the woman body. The symbolical elements of nationality such as: color and tropical climate, fruits, Brazilian natural landscape, including animals, flowers, plants and others, as well as soccer and finally all the abundance imaginary built for Brazil, are transferred to Brazilian woman body by metaphoric effect. By this transference of sense we can affirm that the woman body imaginatively means Brazil as nation. This "gesture of interpretation" concerned to the body, can be found in José de Alencar's masterpieces, whose subject-position was the one that meant Brazilians, their body, within a national identity. We mean that while building the woman body, Brazil magazine does it in an ideological and unconsciously way inside a discursive memory. Synthetically, we comprehended the discursive functioning of Brazil magazine, explained the gestures of interpretation within the constitution of woman body produced that are linked to identification process of subject-position
Subject: Corpo
Pornografia
Análise do discurso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MOTA, Ilka de Oliveira. O corpo no imaginario nacional: uma analise da textualização do corpo feminino no espaço discursivo da Brasil sex magazine : uma revista 100% nacional. 2004. 169 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/335310. Acesso em: 24 out. 2019.
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mota_IlkaDeOliveira_M.pdf3.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.