Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335250
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Olhares mediados : aproximações empíricas e emancipadas em museus
Title Alternative: Looks mediated : empirical and emancipated approaches in museums
Author: Moreschi, Bruno, 1982-
Advisor: Avolese, Claudia Valladão de Mattos
Abstract: Resumo: A tese discute as possibilidades de construção de modos de aproximação em instituições museológicas, baseados em estudos de casos específicos que foram visitados e problematizados durante o estudo. O resultado é um inventário experimental de possibilidades de atuação crítica nesses espaços de legitimação de arte e de História ¿ com interesse na decodificação de seus discursos e estratégias, revelando seus jogos de poder, explícitos ou implícitos, e, muitas vezes, caminhando em direção contrária a seus procedimentos. O ponto inicial foi proporcionado pelo fechamento temporário do edifício do Museu Paulista, em São Paulo, para reforma, tornando uma das peças centrais da coleção, a pintura Independência ou Morte, de Pedro Américo, indisponível ao público até 2022. Aproveitando tal oportunidade, a pesquisa discute a impossibilidade de acesso público à obra e à instituição como um gerador de um campo de possibilidades de reflexão que, uma vez experimentado, permite um melhor entendimento do sistema chamado aqui de museu, suas obras e estruturas. Tal circunstância trouxe, em especial, a constatação inequívoca de que tanto as obras de arte, quanto a própria instituição cultural constituem-se não apenas da realidade material, ou das ações ali expostas, mas as transcendem através de suas imagens e memórias. Ao longo da tese, a pesquisa também problematiza um conjunto de museus europeus, em especial ao Ateneum, localizado em Helsinque, e o Hermitage, em São Petersburgo. Em seu conjunto, busca-se construir um relato de experiências bastante diversas, mas complementares, realizadas durante cinco meses na Europa, todas interessadas no exame de aspectos e procedimentos que marcam de forma genérica o sistema museu. Estão incluídas, por exemplo, uma aproximação mista ao museu finlandês já citado, que se iniciou a partir de uma investigação ampla de suas áreas comuns e de suas reverberações na cidade e na população de Helsinque, terminando com uma comparação dos materiais construídos com visitas presenciais a suas galerias expositivas. No caso do Hermitage, desenvolve-se um modo atípico de se estudar uma das maiores coleções de obras de arte do mundo, a partir de visitas aos espaços expositivos, mas sem o auxílio da visão humana presencial. O procedimento revelou-se capaz de desestruturar grande parte da expografia oficial das salas expositivas e realinhar as hierarquias entre objetos artísticos e não artísticos desse museu. Esse procedimento de construção de novos modos de olhar uma coleção também resultou em um filme (parte dos anexos da tese) que discute uma aproximação ao Van Abbemuseum, em Eindhoven, a partir de técnicas de visão computacional realizadas por Inteligências Artificiais. Expandindo as aproximações a museus, a conclusão da tese inclui reverberações das ações em outro espaço não necessariamente museológico, mas também constituintes do sistema da arte, a saber a 33ª Bienal de São Paulo. Ali, Moreschi realizou o projeto comissionado Outra 33ª Bienal de São Paulo, um conjunto de mediações que buscou entender camadas muitas vezes ignoradas dessa exposição ¿ parte considerável delas, maximizações das experiências realizadas nos museus experimentados neste doutorado

Abstract: The thesis discusses the possibilities of building approaches in museological institutions, based on specific case studies that were visited and problematized during the study. The result is an experimental inventory of possibilities for critical action in these legitimating spaces of art and history - with an interest in the decoding of their discourses and strategies, revealing their power games, explicit or implicit, and often moving in the opposite direction to their procedures. The initial point was provided by the temporary closure of the Paulista Museum building in São Paulo, for reform, making Pedro Américo's painting Independência ou Morte, one of the central pieces of the collection,unavailable to the public until 2022. The research discusses the impossibility of public access to the painting and to the institution as a generator of a field of possibilities for reflection that, once experienced, allows a better understanding of the system called here museum, its works and structures. This circumstance brought in particular the unmistakable realization that both works of art and the cultural institution themselves are constituted not only of the material reality or of the actions exposed there, but transcend them through their images and memories. Throughout the thesis, the research also problematizes a set of European museums, in particular the Ateneum, located in Helsinki, and the Hermitage, in St. Petersburg. As a whole, an attempt is made to construct an account of quite different but complementary experiences, carried out during five months in Europe, all interested in examining aspects and procedures that generally mark the museum system. This includes a mixed approach to the Finnish museum already mentioned, which began with a broad investigation of its common areas and their reverberations in the city and population of Helsinki, ending with a comparison of the materials constructed with on-site visits to its exhibition galleries. In the case of the Hermitage, an atypical way of studying one of the largest collections of works of art in the world is developed, based on visits to the exhibition spaces, but without the aid of human in-person visions. The procedure proved capable of disrupting much of the official exhibition design of the exhibition rooms and realigning the hierarchies between artistic and non-artistic objects of this museum. This procedure of constructing new ways of looking at a collection also resulted in a film (part of the appendices of the thesis) that discusses an approach to Van Abbemuseum in Eindhoven from computer vision techniques performed by Artificial Intelligence. Expanding approaches to museums, the conclusion of the thesis includes reverberations of actions in another space not necessarily museological, but also constituent of the art system, namely the 33rd São Paulo Biennial. There, Moreschi carried out the commissioned project Another 33rd São Paulo Biennial, a set of mediations that sought to understand often ignored layers of this exhibition - a considerable part of them, maximizations of the experiences realized in the museums experienced in this doctorate
Subject: Museu Paulista
Artes
Museus de arte
Arte contemporânea - Séc. XXI
Arte conceitual
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MORESCHI, Bruno. Olhares mediados: aproximações empíricas e emancipadas em museus. 2019. 1 recurso online (263 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moreschi_BrunoSeravali_D.pdf17.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.