Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335236
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Dureza Janka de madeiras folhosas estimada por esclerometria
Title Alternative: Janka hardness of hardwood species estimated by sclerometer test
Author: Martins, Ingrid Zacharias, 1990-
Advisor: Soriano, Julio, 1967-
Abstract: Resumo: A madeira possui características diferentes para cada espécie e com a grande diversidade, é conhecido o seu potencial para diversas aplicações, tais como na construção civil, na fabricação de móveis e paletes. No entanto, é necessário o conhecimento das propriedades físicas e mecânicas para o seu uso adequado. A dureza Janka, obtida por ensaio convencional de laboratório, é uma propriedade mecânica que possibilita identificar a trabalhabilidade da madeira, sendo que o método de ensaio não faz distinção segundo as direções normais às fibras (radial e tangencial). Métodos de ensaios não destrutivos (END) permitem a inspeção e avaliação de propriedades sem a necessidade de extração de corpos de prova, como exemplo, a ultrassonografia. A esclerometria normatizada para o material concreto vem sendo pesquisada para possíveis aplicações à madeira. Este trabalho teve por objetivo avaliar correlações entre a dureza Janka e o índice esclerométrico, que possibilitem a estimativa da dureza da madeira sem a necessidade de extração de corpos de prova, bem como analisar se a dureza Janka se distingue segundo as direções normais às fibras, tendo a ultrassonografia como método comparativo. Os ensaios para obtenção dessas propriedades nas direções paralela e normal às fibras foram realizados em quatro espécies de folhosas: garapa (Apuleia leiocarpa), cumaru (Dipteryx odorata), E. saligna (Eucalyptus saligna) e freijó (Cordia goeldiana) nas condições de madeira saturada e em equilíbrio com o ambiente, utilizando-se 09 corpos de prova para cada espécie. As correlações de dureza Janka com esclerometria resultaram em funções crescentes e influenciadas pelas condições de umidade e pela direção de aplicação dos ensaios. A orientação dos anéis de crescimento na seção transversal de peças de madeira serrada não influenciou os resultados da dureza Janka segundo a direção normal às fibras, diferentemente do que ocorre com a velocidade do pulso ultrassônico. Com os resultados desta pesquisa pode-se concluir que os melhores coeficientes de correlação para a estimativa da dureza Janka por esclerometria foram obtidos na condição de madeira estabilizada e na direção paralela às fibras

Abstract: The wood has different characteristics for each species and with great diversity, it has known its potential for various applications, such as construction, furniture and pallets. However, it is necessary the knowledge of physical and mechanical properties for its proper use. Janka hardness, obtained by conventional laboratory tests, is a mechanical property that makes it possible to identify the wood workability, and the test method does not distinguish according to the perpendicular directions to the fibers (radial and tangential). Non-destructive testing (NDT) methods allow the inspection and evaluation of properties without extraction of specimens, such as ultrasonography. The objective of this research was to evaluate the correlation between the Janka hardness and the sclerometric index, which makes it possible to estimate the wood hardness without extraction of specimens, as well as to analyze if the Janka hardness differs according to the perpendicular directions to the fibers, taking the ultrasonography as a comparative method. The tests to obtain these properties in the parallel and perpendicular to grain were accomplished with four hardwood species: garapa (Apuleia leiocarpa), cumaru (Dipteryx odorata), E. saligna (Eucalyptus saligna) and freijó (Cordia goeldiana) under conditions of wood saturated and in equilibrium with the environment, using nine specimens of each species. The correlations of Janka hardness with sclerometry resulted in increasing functions influenced by the humidity conditions and the direction of application of the tests. The orientation of the growth rings in the cross-section of sawn wood pieces did not influence the results of the Janka hardness obtained in the perpendicular direction to the fibers, unlike the velocity of the ultrasonic pulse. With the results of this research it can be concluded that the best correlation to estimate the Janka hardness by sclerometry were obtained in the condition of stabilized wood and in the direction parallel to the fibers
Subject: Testes não-destrutivos
Madeira - Propriedades mecânicas
Materiais - Testes
Ultrassonografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MARTINS, Ingrid Zacharias. Dureza Janka de madeiras folhosas estimada por esclerometria. 2019. 1 recurso online (65 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Agrícola, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Martins_IngridZacharias_M.pdf1.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.