Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335161
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Reestruturações produtivas no mundo do trabalho dos jornalistas : precariedade, tecnologia e manifestações da identidade profissional
Title Alternative: Productive restructuring in the world of work of journalists : precariousness, technology and manifestations of professional identity
Author: Lelo, Thales Vilela, 1989-
Advisor: Heloani, José Roberto Montes, 1956-
Abstract: Resumo: Por meio de extensa investigação empírica empreendida com jornalistas profissionais que atuavam no Estado de São Paulo entre dezembro de 2015 e janeiro de 2017, a presente tese é conduzida por dois objetivos centrais: 1) Compreender como a identidade profissional dos membros desta esfera do mundo do trabalho é reconfigurada à luz de um cenário de reestruturações nas organizações de mídia, de mutações em seus modelos de gestão e de incorporação de novas tecnologias de comunicação e informação (TICs) nas redações; 2) Apreender como os jornalistas lidam com as condições de trabalho aos quais estão submetidos e atribuem significado aos sofrimentos experimentados em suas trajetórias. O procedimento metodológico adotado nesta pesquisa envolveu uma triangulação de métodos quantitativos e qualitativos, englobando a aplicação de dois surveys, a realização de 15 entrevistas semiestruturadas e a análise de conteúdo de 102 matérias veiculadas em meio digital que discorreram sobre as mutações no mundo do trabalho dos jornalistas. Os resultados obtidos pela investigação evidenciam: a) a alta rotatividade dos profissionais nas redações, somada à precarização ascendente dos mais experientes no setor, criando obstáculos à socialização em uma comunidade de trabalhadores; b) uma corrosão de princípios éticos legitimados pelo campo jornalístico em benefício à maximização dos lucros provenientes de receitas publicitárias; c) o patente descrédito atribuído aos mecanismos de ação coletiva e a sistemática recusa dos profissionais em se reconhecerem como membros de uma classe trabalhadora; d) o nexo entre a progressiva feminização no setor e uma ascendente precariedade laboral que acomete mais incisivamente as comunicadoras; e) a recorrência sistemática de situações de assédio moral, injustiças e de infração à ética profissional nas redações, que, atreladas a uma ausência de experiências de reconhecimento no trabalho, contribuem para o surgimento de patologias, ao desestímulo com a carreira e aos esforços recorrentes de jornalistas por tematizarem o sofrimento experimentado em suas rotinas produtivas

Abstract: Through an extensive empirical research undertaken with professional journalists who has been working in the State of São Paulo between December 2015 and January 2017, this thesis is guided by two central objectives: 1) To understand how the professional identity of the members of this sphere of the world of work is shaped in the light of a scenario of restructuring in media organizations, changes in their management models and the incorporation of new communication and information technologies (ICTs) in newsrooms; 2) To apprehend how journalists deal with the conditions of work to which they are subjected and attribute meaning to the sufferings experienced in their trajectories. The methodological procedure adopted in this research involved a triangulation of quantitative and qualitative methods, including the application of two surveys, the realization of 15 semi-structured interviews and the content analysis of 102 articles published in digital media that discussed the changes in the world of work of journalists. The results obtained by the research show: a) the high turnover of the professionals in newsrooms sum to the increasing precariousness of the most experienced in the field, creating obstacles to socialization in a community of workers; b) a corrosion of ethical principles legitimated by the journalistic field in order to maximize profits from advertising revenue; c) the patent discredited attributed to the mechanisms of collective action and the systematic refusal of professionals to recognize themselves as members of a working class; d) the nexus between the progressive feminization in the field and an upward labor precariousness that affects more incisively female communicators; e) the systematic recurrence of situations of moral harassment, injustices and violation of professional ethics in newsrooms, which, coupled with an absence of recognition at work, contribute to the development of pathologies, discouragement with the career and recurrent efforts of journalists for thematizing the suffering experienced in their productive routines
Subject: Jornalismo
Trabalho
Sofrimento
Identidade
Tecnologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LELO, Thales Vilela. Reestruturações produtivas no mundo do trabalho dos jornalistas: precariedade, tecnologia e manifestações da identidade profissional. 2019. 1 recurso online (231 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lelo_ThalesVilela_D.pdf2.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.