Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335145
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Agronegócio e dependência externa : análise das relações sino-brasileiras e sua influência em escala regional - o caso dos Cerrados do Centro-Norte do Brasil (MATOPIBA)
Title Alternative: Agribuiness and external dependence : analysis of sino-brazilian relations and their influence on a regional scale - the case of the Cerrados of Central-Northen Brazil (MATOPIBA)
Author: Furtado, Paloma Cristina Costa Guitarrara, 1993-
Advisor: Alves, Vicente Eudes Lemos, 1967-
Abstract: Resumo: Nos últimos trinta anos, a China passou por uma profunda transformação estrutural conduzida pelo Estado que levou à sua reintegração ao Sistema Mundo, tornando-se um dos principais players no cenário econômico internacional. Nesse intervalo que vai de 1978 até o ano de 2001, quando a liberalização econômica do país é consolidada pelo seu ingresso na Organização Mundial do Comércio e o desenvolvimento da indústria se encontrava em curso, a sociedade chinesa também se transformou. Cada vez mais urbanizada, o novo modo de vida que se instala no país reflete na dieta da sua população, agora mais diversa e com maior aporte de proteína animal, com destaque para a carne suína. Esta nova demanda aumenta o consumo interno de grãos, notadamente de soja e, em menor escala, de milho ¿ utilizados na composição da ração do estoque vivo ¿, e pressiona a oferta nacional, fazendo com que o país asiático recorra ao mercado externo para sua complementação. Concomitantemente à reestruturação chinesa, a modernização conservadora induzida também pelo Estado que tem lugar nos campos brasileiros na década de 1970 promove o avanço da fronteira agrícola e a formação de uma nova região produtiva atualmente conhecida como Cerrados do Centro-Norte, agregando municípios dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (MATOPIBA). Essa região desponta atualmente como uma das principais áreas produtoras de soja do país, sendo um dos escoadores da commodity para o exterior, em especial para a China. Destacam-se, ainda, as produções de milho e algodão. Levando em consideração a crescente necessidade do país asiático por produtos primários e o estreitamento de laços com o Brasil a partir do final do século XIX e início do XX, o presente trabalho tem como objetivo investigar os principais interesses da China no Brasil, tendo como foco o setor agrícola, e suas implicações em diferentes escalas. Nesse sentido, identificaremos como se deu a evolução das relações sino-brasileiras ao longo do tempo, principalmente de meados da década de 1970 até o presente, e as diferentes formas de inserção do capital chinês no território nacional, sendo elas: investimentos diretos, aquisição de commodities (com destaque para a soja, milho e algodão) e compra de terras. A região dos Cerrados do Centro-Norte foi escolhida para estudo de caso, e, partindo do mesmo princípio e dos mesmos parâmetros utilizados para a escala nacional, nos permitirá investigar de que forma as relações sino-brasileiras se reproduzem em escala regional. Para termos um quadro mais acurado da inserção da chinesa na região selecionada, analisaremos, em conjunto com as exportações de commodities agrícolas, a evolução da área plantada e da produção, procurando identificar a influência da demanda chinesa na flutuação dessas variáveis. Com isso, poderemos avaliar se há a criação de uma nova dependência da economia nacional para com a China e, ainda, transformações significativas na estrutura espacial provocadas pelo ingresso de capitais chineses, o que é mais acentuado em escala regional

Abstract: In the last thirty years, China has undergone a profound structural transformation brought about by the State which led to the country¿s reintegration into the world system. As a result, the country has become one of the main players in the international economic scenario. The shift in the period between 1978 and 2001, when the country's economic liberalization was consolidated by its entry into the World Trade Organization and the development of industry was underway, gave rise to a more urban society. The ensuing new way of life has reflected in the diet of the Chinese population, now more diverse and with greater supply of animal protein, especially pork. This new demand increases domestic consumption of grains, notably soybeans and, to a lesser extent, maize - used in the composition of the live stock feed - and presses the national supply, which drives the Asian country to use the foreign market for its complementation. Parallel to the Chinese restructuring, the conservative modernization also induced by the state that takes place in Brazilian fields in the 1970s promotes the advancement of the agricultural frontier and the establishment of a new productive region now known as Cerrados of the Central-North, comprised by municipalities from the states of Maranhão, Tocantins, Piauí and Bahia (MATOPIBA). This region currently stands out as one of the main soybean producing areas of the country and is one of the exporters of the commodity abroad, especially to China. Also noteworthy is the production of corn and cotton. Taking into account the growing need of the Asian country for primary products and the strengthening of ties with Brazil since the late nineteenth and early twentieth centuries, this paper aims to investigate the main interests of China in Brazil, with a focus on the agricultural sector, and their implications at different scales. To this end, we will identify how Sino-Brazilian relations have evolved over time, especially from the mid-1970s to the present, and the different forms of insertion of Chinese capital in the national territory: direct investments, acquisition of commodities (especially soy, corn and cotton) and land purchase. The Cerrados region of the Central-North was chosen for the case study and, based on the same principle and the same parameters used for the national scale, it will allow us to investigate how the Sino-Brazilian relations reproduce on a regional scale. In order to have a more accurate picture of the Chinese insertion in the selected region, we will analyze both the exports of agricultural commodities and the evolution of planted area and production, so as to identify the influence of Chinese demand on the fluctuation of these variables. By these means we will be able to assess whether there is a new dependence of the national economy on China, and also significant changes in the spatial structure caused by the inflow of Chinese capital, which is more pronounced on a regional scale
Subject: Comércio exterior
Agronegócio
China - Relações - Brasil
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FURTADO, Paloma Cristina Costa Guitarrara. Agronegócio e dependência externa: análise das relações sino-brasileiras e sua influência em escala regional - o caso dos Cerrados do Centro-Norte do Brasil (MATOPIBA). 2019. 1 recurso online (323 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Furtado_PalomaCristinaCostaGuitarrara_M.pdf2.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.