Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335075
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Implicações prosódicas da oralidade no uso da vírgula : uma interface entre fonologia e sintaxe
Title Alternative: Prosodic implications of orality in use of comma : an interface between phonology and syntax
Author: Costa, Rebecca Andrade da Silva, 1994
Advisor: Abaurre, Maria Bernadete Marques, 1946-
Abstract: Resumo: O presente trabalho tem por objetivo analisar a influência da oralidade no ato de pontuar graficamente os textos escritos através da análise do uso e da presença de sinais de pontuação como marcadores prosódicos, e não sintáticos. Para tanto, os trabalhos de Abaurre (1991) e Chacon (1998) são essenciais para possibilitar tal fundamentação. A partir disso, buscaremos fazer uma análise da forma como a pontuação é vista por diversos teóricos da linguagem, tendo por base Corrêa (1994; 1997), principalmente, além da visão de autores como Piacentini (2009), Bechara (1999) e Cegalla (2005) sobre a pontuação de acordo com as gramáticas normativas. Por fim, os trabalhos de Nespor e Vogel (1993; 2007), Pontes (1981; 1987), Fernandes (2007) e Truckenbrodt, Sandalo e Abaurre (2009) nos permitirão fazer a análise do corpus selecionado para essa pesquisa por meio da teoria da Fonologia Prosódica e das generalizações sobre o tópico no português brasileiro. Pretendemos sustentar a premissa de que, no estudo da interface entre fonologia e sintaxe, a pontuação é realizada, muitas vezes, por meio de regras prosódicas, portanto rítmicas, e não unicamente sintáticas. De forma geral, o objetivo de nosso trabalho é analisar como o ritmo da língua reflete na produção da frase escrita a partir do uso da pontuação em períodos retirados de textos escolares. Também é de nosso interesse estabelecer uma relação de interface entre sintaxe e prosódia, procurando levantar evidências de que a estrutura de uma e de outra, relacionadas, mas divergentes entre si, manifestam-se na escrita do falante, quando os marcadores gráficos não parecem obedecer às regras da primeira. Acerca dos resultados da pesquisa, foi possível observarmos, por meio de uma análise do corpus selecionado, que os períodos nos quais encontramos marcadores gráficos sendo utilizados de forma que não coincidem com as regras de pontuação estabelecidas pelos manuais e gramáticas de língua portuguesa brasileira coincidem, muitas vezes, com limites de constituintes prosódicos, normalmente ao final de uma frase fonológica (?), sendo que a utilização dessa vírgula parece forçar a criação de um I. Além disso, percebemos que, a respeito do uso de vírgula entre sujeito e predicado, há uma evidência de que a recorrência nesse desvio ¿ um dos mais abundantes em nosso corpus - indica a tendência à topicalização no português brasileiro. A presença de um acento tonal logo após o constituinte no qual está inserido o sujeito mostra a presença do foco sobre ele, nos levando a refletir sobre tal tendência. Portanto, notamos que a marcação gráfica utilizada pelo produtor não coincide com as regras sintáticas de pontuação propostas pela norma padrão, mas, em contrapartida, pode ser justificada pelos fenômenos prosódicos ou, ao menos, coincide com estes

Abstract: This work intends to analyses the use of commata as in prosodic markers in Brazilian Portuguese speakers¿ high school compositions. Firstly, we aim to understand how the phonologists, including Corrêa (1994; 1997) and Piacentini (2009) and grammarians, specially Cegalla (2005), Bechara (1999), comprehend the comma in the Brazilian Portuguese writing. Secondly, we develop an analyze of the select phrases from those compositions in the light of the Prosodic Phonology works of Nespor and Vogel (1993, 2007), Pontes (1981; 1987), Fernandes (2007), Abaurre (1991), Chacon (1998) and Truckenbrodt, Sandalo and Abaurre (2009). This investigation intends to show the phonology and syntax interface may explain the punctation of a Brazilian Portuguese speaker can be influenced by prosodic and rhythmic rules. Our general idea is to analyze the rhythm of the language influence on the punctuation of the Brazilian Portuguese students. It is also our interest to establish an interface between syntax and prosody, seeking to evidence their structures are manifested in the writting, when people do not use the commata according to the syntax rules. The results of this research show us the possibility of observe periods in which those students don¿t obey the rules established by the Brazilian Portuguese grammars, because actually their punctuation coincide, in most of cases, with a boundary of prosodic constituents at the end of a phonologic sentence (?) and can create an intonation phrase I. Furthermore, we notice that the comma between subject and predicate ¿ one of the most abundant in our corpus ¿ may be an evidence of the topicalization in the Brazilian Portuguese syntactic structure. For that reason, the presence of a pitch accent immediately after the subject constituent may shows us the presence of the focus on it and make us considerate that propensity as a manifestation of Brazilian Portuguese prosodic phenomena
Subject: Língua portuguesa - Pontuação
Análise prosódica (Linguística)
Fonologia
Língua portuguesa - Sintaxe
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: COSTA, Rebecca Andrade da Silva. Implicações prosódicas da oralidade no uso da vírgula: uma interface entre fonologia e sintaxe. 2019. 1 recurso online (107 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_RebeccaAndradeDaSilva_M.pdf1.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.