Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335040
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: O que você quer do seu chá? : estratégias de criação e composição de lutas cênicas = What do you want from your tea: strategies of creation and composition of stage fights
Title Alternative: What do you want from your tea : strategies of creation and composition of stage fights
Author: Mizutani, Luciana, 1982-
Advisor: Andraus, Mariana Baruco Machado, 1977-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa aponta estratégias de criação e composição de lutas cênicas. Taticamente, fazemos o cerco pela via marcial, pela marcialidade da cena e pelas lutas cênicas e, teatralmente, focamos na narratividade. O estudo marcial fundamenta-se na prática do gong fu Shen She Chuen e na derivação de seus conceitos e princípios visando à marcialidade em cena e tornando-os materiais para a criação de lutas cênicas. No campo teatral trato do conceito de conflito e entendo a luta como a sua faceta corporal. Apresento algumas anotações sobre a luta cênica baseada na minha experiência como mestra de lutas cênicas e na bibliografia de mestres de espadas e lutas como: James Strider, Richard Lane, John Kreng, F. Braun McAsh e William Hobbs, que escrevem manuais de movimentos e ações para a criação de uma ilusão de violência e oferecem anotações sobre a composição das lutas e como realizá-las com segurança. Por meio da análise bibliográfica defendo a representação como inerente às lutas cênicas e aproximo-as de uma narratividade corporal. Esta baseia-se no monomito ou na jornada do herói, de Joseph Campbell, que teve posterior sistematização dramatúrgica por Christopher Vogler. O estudo das etapas míticas, propostas por ambos, apoia a criação de uma estrutura para a composição das ações de luta, que é corroborada pela filmografia de lutas do cinema de Hong Kong. O mapeamento por uma ótica vogleriana do monomito é apresentado pela análise narrativa da luta final de "The way of the dragon" (1972), de Bruce Lee. No campo cênico prático a pesquisa se desenvolveu em dois grupos de estudo de luta: o Kin Lai e o Lutemos! No primeiro, formado por meio de parceiras de treino do gong fu Shen She Chuen, desenvolvemos uma transposição de princípios marciais para a cena; e no segundo, formado por atores praticantes de artes marciais, produzimos e documentamos um experimento de criação de luta cênica da cena 1 do ato III de Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Partindo da premissa de que o conflito é uma das bases do drama, espera-se, com este trabalho investigar e contribuir para a construção do conflito dramatúrgico no corpo do artista da cena

Abstract: This research points out strategies of creation and composition of scenic fights. Tactically, we surround ourselves by the martial way, by the martial nature of the scene and by the dramatic fights and, theatrically, we focus on the narrativity. The martial study is based on the practice of gong fu Shen She Chuen and on the derivation of its concepts and principles aiming at the martial in scene and making them materials for the creation of scenic fights. In the theatrical field I treat the concept of conflict and I understand the fight as its corporal facet. I present some notes on the scenic struggle based on my experience as a master of scenic fights and on the bibliography of sword masters and fights such as James Strider, Richard Lane, John Kreng, F. Braun McAsh and William Hobbs, who write movement manuals and actions to create an illusion of violence and provide notes on the composition of the struggles and how to carry them out safely. By means of the bibliographical analysis I defend the representation as inherent to the scenic fights and approach them of a corporal narrativity. This one is based on the "monomith" or the "journey of the hero", of Joseph Campbell, that had later dramaturgical systematization by Christopher Vogler. The study of the mythical stages, proposed by both, supports the creation of a structure for the composition of stage fighting, which is corroborated by the action films of Hong Kong cinema. The mapping based in a voglerian monomyth optics is presented by the narrative analysis of the final fight of Bruce Lee's "The way of the dragon" (1972). In the practical scenic field the research developed in two groups of study of the fight: Kin Lai and the Fight! In the first one, formed by training partners of gong fu Shen She Chuen, we developed a scenic transposition for martial principles; and in the second, formed by actors practicing martial arts, we produced and documented an experiment of creation of scene fight of scene 1 of the act III of "Romeo and Juliet", of William Shakespeare. Based on the premise that conflict is one of the bases of the drama, it is hoped, with this work to investigate and contribute to the construction of the dramaturgical conflict in the body of the artist
Subject: Artes marciais
Artes marciais chinesas
Arte narrativa
Coreografia
Luta corporal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MIZUTANI, Luciana. O que você quer do seu chá?: estratégias de criação e composição de lutas cênicas = What do you want from your tea: strategies of creation and composition of stage fights. 2019. 1 recurso online (194 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mizutani_Luciana_M.pdf42.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.