Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335019
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo da composição química de extratos de geoprópolis de "Melipona quadrifasciata" (Mandaçaia) por métodos espectrofotométricos e espectrometria de massas, e avaliação de sua atividade antioxidante : Study of the chemical composition of extracts of "Melipona quadrifasciata" (Mandaçaia) geopropolis by spectrophotometric methods and mass spectrometry, and evaluation oh their antioxidant activity
Title Alternative: Study of the chemical composition of extracts of "Melipona quadrifasciata" (Mandaçaia) geopropolis by spectrophotometric methods and mass spectrometry, and evaluation oh their antioxidant activity
Author: Budóia, Mariana, 1991-
Advisor: Sawaya, Alexandra Christine Helena Frankland, 1958-
Abstract: Resumo: As abelhas coletam resinas de várias partes das plantas e acrescentam cera para a produção de própolis, a qual é utilizada para a proteção da colmeia. Esse material apresenta uma composição química complexa que pode variar de acordo com a ecologia botânica de cada região. A mesma é utilizada pela população desde a antiguidade por apresentar várias propriedades biológicas, dentre elas destacam-se as propriedades antisséptica e antimicrobiana. A geoprópolis é produzida por espécies de abelhas pertencentes a família Apidae e subfamília Meliponinae, é conhecida assim em decorrência das abelhas misturarem o material resinoso das plantas com cera e terra. Estudos sobre a composição química, atividade antimicrobiana e antioxidante da geoprópolis e da própolis vem despertando interesse por pesquisadores, que buscam compará-las com a própolis da espécie de abelha Apis mellifera. O objetivo desta pesquisa foi realizar o estudo da composição química e a atividade antioxidante das resinas produzidas pela "Melipona quadrifasciata" coletadas em três regiões diferentes: Betim - MG; Inconfidentes - MG e Jaguariúna - SP, sendo que na região de Jaguariúna - SP as amostras foram coletadas ao longo de um ano para avaliação de uma possível influência da sazonalidade no perfil químico e na atividade biológica. A composição química foi avaliada por espectrometria de massas com inserção direta ("fingerprinting") e por cromatografia líquida de ultra alta eficiência (UHPLC-MS). A atividade antioxidante foi avaliada pelo método do DPPH. O presente trabalho mostrou que a época de coleta bem como a oferta da flora local e a relação entre esses fatores, podem influenciar no rendimento do extrato, na concentração de compostos bioativos e na capacidade antioxidante da geoprópolis. Os compostos comuns a todos os extratos provenientes das três regiões diferentes foram caracterizados como ácidos diterpênicos. A presença do ácido gálico em algumas amostras pode ser um dos fatores a contribuir com a atividade antioxidante apresentada, mas é importante ressaltar que nem sempre o maior percentual de compostos fenólicos está associado a uma melhor atividade antioxidante. A atividade antioxidante pode se dar pela sinergia entre os compostos presentes no extrato, resultando em um melhor efeito

Abstract: Bees collect resins of various parts of plants and add wax to produce propolis, which is used for the hive protection. This material has a complex chemical composition that may vary with the botanical ecology of each region. Propolis is used by people since ancient times because it has several biological properties, including antiseptic, antipyretic and antimicrobial activity. Geopropolis is largely produced by species of bees belonging to Apidae family and subfamily Meliponinae, because the bees mix the resinous material of the plants with wax and soil. The chemical composition, antimicrobial and antioxidant of geopropolis and of propolis draw the interest of researchers seeking to compare them with propolis of Apis mellifera. The objective of this study was to evaluate of the chemical composition and antioxidant activity of "Melipona quadrifasciata" geopropolis collected along one year in EMBRAPA of Jaguariuna, SP. The chemical composition was analyzed by mass spectrometry with direct insertion ("fingerprinting") and with ultra-high efficiency liquid chromatography (UHPLC-MS). The antioxidant activity was evaluated by the DPPH method. The present work showed that the season of collection as well as the local flora supply and the relation between these factors can influence the yield of the extract, the concentration of bioactive compounds and the antioxidant capacity of the geopropolis. The compounds common to all extracts even from different regions were characterized as diterpenic acids. The presence of gallic acid in some samples may be one of the factors contributing to the antioxidant activity, but it is important to note that the highest percentage of phenolic compounds is not always associated with a better antioxidant activity. The antioxidant activity may be due to the synergy between the compounds present in the extract, resulting in a better activity
Subject: Própolis
Composição química
Atividade antioxidante
Abelhas sem ferrão
Melipona quadrifasciata
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BUDÓIA, Mariana. Estudo da composição química de extratos de geoprópolis de "Melipona quadrifasciata" (Mandaçaia) por métodos espectrofotométricos e espectrometria de massas, e avaliação de sua atividade antioxidante: Study of the chemical composition of extracts of "Melipona quadrifasciata" (Mandaçaia) geopropolis by spectrophotometric methods and mass spectrometry, and evaluation oh their antioxidant activity. 2019. 1 recurso online (71 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/335019. Acesso em: 18 set. 2019.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gabriel_MarianaBudoia_M.pdf3.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.