Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335017
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Violência nas cidades-gêmeas brasileiras
Title Alternative: Violence in Brazilian twin cities
Author: França, Rafael Gomes, 1981-
Advisor: Guerra, Luciane Miranda, 1970-
Abstract: Resumo: Introdução. As fronteiras são espaços privilegiados para a integração entre os países, bem como para o desenvolvimento de ações de cooperação e intercâmbio comercial e cultural. As cidades-gêmeas são municípios cortados pela linha de fronteira, seja essa seca ou fluvial, articulada ou não por obra de infraestrutura, que apresentem grande potencial de integração econômica e cultural, podendo ou não apresentar uma conurbação ou semiconurbação com uma localidade do país vizinho. A violência é um problema de saúde pública e sua notificação é fundamental para a vigilância epidemiológica e para a definição de políticas públicas de prevenção e promoção de saúde. Metodologia. Foram calculados a odds ratio (OR) como medida de associação, assumindo-se o intervalo de confiança de 95%. Para a análise das variáveis categóricas foram utilizados os testes Qui-quadrado, ou Exato de Fisher, quando o menor valor esperado foi menor que 5 com grau de liberdade igual a 1, assumindo-se o valor de p <0,05 como estatisticamente significante. As variáveis com completitude maior que 80% e com valor de p <0,20 serão levadas a análise multivariada, por regressão logística, para minimizar confundimento, assumindo-se como significativas as variáveis que independentemente permaneçam com valor de p<0,05 ao se utilizar a estratégia de análise stepwise by backward. Resultados. O perfil encontrado, tanto nas cidades-gêmeas, quanto nas outras cidades, foi muito parecido, houve predomínio de mulheres de raça não branca, e tendo os jovens como principal alvo. A violência física foi a mais encontrada também em ambos os grupos de cidades, somente com uma mudança para negligência para as cidades-gêmeas

Abstract: Introduction. Borders are privileged spaces when it comes to integration among countries, as well as fostering cooperation actions and commercial and cultural exchange. Twin cities are municipalities - separated by either land or river border, either joined or not by infrastructure - that have a great economic and cultural integration potential that might share a common urban area. Violence is a public health issue and its being reported is essential for epidemiological surveillance and to define public policies of health promotion and disease prevention. Methodology. Odd ratios were calculated as measures of association, at a confidence level of 95%. Categorical variables were analyzed using Chi-square tests, except when the lowest expected value was less than 5 with a degree of freedom equal to 1, in which case Fisher's Exact Test was adopted. p-values lower than 0.05 were considered statistically significant. In order to avoid confounding, a stepwise logistic regression with backward elimination was run for variables that had completeness levels greater than 80% and p-values lower than 0.20. Results. The most affected group in both, twin cities or not, was very similar - mostly non-white women, and young people as the main target. Physical violence was the most frequent type encountered in both groups of cities, having negligence been higher in twin cities
Subject: Violência - Brasil
Saúde na fronteira
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FRANÇA, Rafael Gomes. Violência nas cidades-gêmeas brasileiras. 2019. 1 recurso online (47 p.). Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Franca_RafaelGomes_MP.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.