Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/335005
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Estágio supervisionado em geografia na Universidade do Estado da Bahia : antagonismos na construção do saber geográfico docente em formação
Title Alternative: Supervised pratice in geography at the Universidade do Estado da Bahia : antagonisms in the construction of geography teacher training
Author: Santos, Ivaneide Silva dos, 1980-
Advisor: Straforini, Rafael, 1973-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa objetiva discutir a importância do Estágio Supervisionado no processo de significação do saber geográfico nos cursos de formação de professores de Geografia. A pesquisa surgiu através da minha inquietação pessoal e profissional referente aos conflitos e tensões pelas quais passam a formação docente nesta área, a exemplo da dificuldade dos estagiários em trabalharem conteúdos da Geografia escolar durante as suas regências de estágio, que não fazem parte dos conhecimentos geográficos construídos, ou que não foram potencializados e mediados didaticamente ao longo do curso de graduação. A pesquisa se propôs a investigar: como os Estágios Supervisionados atuam no processo de significação dos conhecimentos acadêmicos e escolares, frente aos antagonismos existentes no processo de construção do saber geográfico docente em formação, na licenciatura em Geografia da Universidade do Estado da Bahia? Esta problemática coloca os Estágios Supervisionados em disputas por hegemonia discursiva no currículo do curso de licenciatura em Geografia, em uma rede articulatória de cadeias de diferenças e equivalências, desestabilizando alguns dos discursos hegemônicos instaurados, a exemplo de que o Estágio é apenas uma disciplina de empiricização pedagógica, ao mesmo tempo em que ele é um ponto nodal de fixação de sentidos de conhecimentos e saberes que fazem parte da formação inicial e da prática docente. A abordagem metodológica deste estudo foi a qualitativa, numa perspectiva pós-estruturalista, a luz da Teoria do Discurso, sendo um estudo de caso, a partir do desenvolvimento de grupo focal com alunos das três modalidades de Estágio Supervisionado estabelecidas pelo Regimento Setorial de Estágio do curso de Geografia, entre os anos de 2017 e 2018. Também foram realizadas entrevistas com 4 alunos egressos do referido curso, correspondente aos anos de 2013 a 2016, e os 3 professores que lecionam os referidos componentes curriculares. Realizei observação direta em uma turma, a partir do semestre de 2017.1, nas oficinas pedagógicas e regências de estágio, bem como análise curricular do curso de Geografia e documentos de Estágio, sem a intenção de generalizar ou inferir os resultados. As constatações desta investigação contribuíram para a compreensão de que a formação do professor de Geografia, assim como outras áreas do conhecimento, é constituída pelo campo da discursividade, que se articula por meio de processos contingentes e provisórios de significação da realidade. O estudo dos aspectos teóricos-conceituais e o entrecruzamento com os discursos dos participantes da pesquisa e as observações em campo evidenciaram a existência de antagonismos, bem como diferentes sentidos discursivos e jogos de interesse, entre o que preconiza a proposta curricular do curso de Geografia investigado e as práticas vivenciadas no âmbito do curso, assim como a importância do Estágio Supervisionado nos processos de significação de conhecimentos acadêmicos e escolares na construção do saber geográfico docente em formação. Portanto, espero com os resultados desta pesquisa fomentar discussões que possam contribuir para a formação de professores, aqui em destaque, para os cursos de licenciatura em Geografia, bem como para a realização de novas pesquisas sobre o tema

Abstract: This research aims to discuss the importance of Supervised Practice in the process of signification of geographic knowledge in the training courses of Geography teachers. The research came about through my personal and professional concern about the conflicts and tensions that teachers in this area are experiencing, such as the difficulty of trainees in working on contents of the school geography during their practices, which are not part of the geographic knowledge constructed, or that have not been potentialized and mediated during the undergraduate course. The research proposed to investigate: how Supervised Practices act in the process of signification of academic and scholastic knowledge, in the face of the antagonisms existing in the process of construction of geographic teaching knowledge in formation, in Geography teaching of the Universidade do Estado da Bahia (UNEB)? This problematic places the Supervised Practice in disputes for discursive hegemony in the curriculum of the Geography course, in an articulatory network of differences and equivalences, destabilizing some of the established hegemonic discourses, for example that the Teaching Practice is only area of empirical pedagogical responsibility, while at the same time it is a nodal point of fixing the meanings of knowledge that are part of the initial formation and the teaching practice. The methodological approach of this study was the qualitative, in a post-structuralist perspective, the light of the Discourse Theory, being a case study, from the development of a focal group with students of the three modalities of Supervised Practice established by the Sectoral Regulation of Practice Teaching of the Geography course between 2017 and 2018. Interviews were also conducted with 4 students who graduated from that course, corresponding to the years of 2013 to 2016, and the 3 teachers who teach the mentioned curricular components. I did direct observation in a class, from the period of 2017.1, in the pedagogical workshops and regencies, as well as curricular analysis of the Geography course and Practice documents, without the intention of generalizing or inferring the results. The findings of this research contributed to the understanding that the formation of the Geography teacher, as well as other areas of knowledge, is constituted by the field of discursiveness, which is articulated through contingent and provisional processes of signification of reality. The study of the theoretical-conceptual aspects and the intersection with the discourses of the participants of the research and the observations in the field evidenced the existence of antagonisms, as well as different discursive meanings and games of interest, among which the curricular proposal of the Geography course investigated and the practices lived within the scope of the course, as well as the importance of the Supervised Practice in the processes of signification of academic and scholastic knowledge in the construction of the geographic teaching knowledge in formation. Therefore, I hope with the results of this research to foster discussions that may contribute to the training of teachers, here in the spotlight, for courses in Geography, as well as for conducting new research on the subject
Subject: Estágio supervisionado
Geografia
Teoria do discurso
Formação de professores
Saberes docentes
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTOS, Ivaneide Silva dos. Estágio supervisionado em geografia na Universidade do Estado da Bahia: antagonismos na construção do saber geográfico docente em formação. 2019. 1 recurso online (228 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_IvaneideSilvaDos_D.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.