Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334854
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Assinaturas magnéticas e gravimétricas das intrusões de lamproítos da Província Diamantífera Oeste de Kimberley, Austrália Ocidental
Title Alternative: Magnetic and gravimetric signatures of lamproites intrusions in West Kimberley Diamondiferous Province, Western Australia
Author: Oliveira, Priscila Martins, 1993-
Advisor: Souza Filho, Carlos Roberto de, 1965-
Abstract: Resumo: A descoberta dos depósitos diamantíferos de Argyle e Ellendale na Austrália Ocidental na década de 1970, trouxe novas estratégias para a exploração de diamantes local e mundial. As características geológicas encontradas nestes depósitos contrariam a Lei de Clifford, que estabelece as diretrizes para a prospecção diamantífera desde a década de 1960. Há dois fatores principais que diferenciam estes depósitos dos modelos clássicos para a prospecção de diamantes: a rocha hospedeira e o ambiente tectônico de ocorrência das intrusões diamantíferas. Argyle e Ellendale são depósitos primários alojados em lamproítos e não em rochas kimberlíticas. Os corpos lamproíticos diamantíferos estão alojados principalmente ao longo de cinturões de deformação tectônica de idade Proterozóica, e não estão restritos às áreas cratônicas, como observado na maioria dos depósitos mundiais. Com a descoberta destes depósitos diamantíferos econômicos, campanhas exploratórias nessa porção da Austrália Ocidental foram intensificadas, incluindo a aquisição de dados geofísicos diversos. Apesar do entendimento geológico bem consolidado desde então, a região ainda carece de trabalhos que esclareçam o alojamento das intrusões lamproíticas baseados principalmente na assinatura geofísica dos distritos. Nesse contexto, este trabalho tem como objetivo principal descrever o cenário arquitetural e a prospectividade das intrusões de lamproítos, diamantíferos e não-diamantíferos, pertencentes à Província Oeste de Kimberley na Austrália Ocidental, a partir da integração de dados geofísicos e geológicos. Para tanto, pretende-se (i) caracterizar a expressão das intrusões de lamproítos nos dados magnéticos e gravimétricos, adquiridos por plataformas terrestres, aéreas e satelitais; (ii) elaborar um mapa de arcabouço tectônico formulado a partir das estruturas interpretadas dos dados geofísicos; (iii) avaliar a relação espacial entre as ocorrências de lamproítos e as estruturas geológicas mapeadas com a geofísica, (iv) propor um mapa de prospectividade para diamantes a partir da integração de dados exploratórios diversos. O processamento aplicado aos dados geofísicos visou extração de estruturas relacionadas ao arcabouço tectônico regional que hospeda as intrusões, e para dar suporte ao reconhecimento de corpos lamproíticos ainda não mapeados em superfície. A análise espacial entre as ocorrências e as estruturas mapeadas foi realizada utilizando-se conceitos de Lógica Fuzzy. Os resultados obtidos evidenciaram a assinatura magnética das intrusões de lamproítos, e constataram a não-aleatoriedade no alojamento destes corpos. Os modelos de prospectividade obtidos permitiram a indicação de novas áreas com potencial para exploração

Abstract: The discovery of diamondiferous deposits of Argyle and Ellendale in Western Australia in the 1970s, raised new strategies to diamond exploration local and globally. Geologic characteristics found on these deposits are against Clifford¿s Rule, which establishes guidelines to diamondiferous prospecting since 1960s. There are two main factors that differs these deposits against classical models: host rock and tectonic conditions of diamondiferous lamproites occurrences. Argyle and Ellendale are primary deposits emplaced in lamproites rather than kimberlitic rocks. These diamondiferous lamproitic rocks are emplaced mainly through Proterozoic mobile zones, and are not restricted to cratonic ambient, like observed in majority of classical deposits. With the discovery these economic deposits, exploratory campaigns in this portion of Western Australia were intensified, including acquisition of various geophysical data. Despite the solid geologic understanding ever since, region of Kimberley Basin still needs of works which clarify the emplacement of lamproitic intrusions based mainly in geophysical signatures of districts. In this context, this work aims to describe architectural scenario and prospectivity of lamproitic intrusions, diamondiferous and non-diamondiferous, owned to West Kimberley Province in Western Australia, through integration between geophysics and geologic data. In this regard, intends (i) to characterize the expressions of lamproitic intrusions in magnetic and gravimetric data; acquired by terrestrial, airborne and satellite platforms (ii) to elaborate an framework tectonic map formulated from structures derived from geophysical data; (iii) to evaluate spatial relation between lamproites occurrences and geologic structures mapped with geophysics; and (iv) to propose a prospectivity map to diamonds through integration of diverse exploratory data. The processing applied to geophysics data aimed extraction of structures related to regional tectonic framework which hosted lamproitic intrusions, and to give supporting to recognize of lamproitic bodies not mapped on surface yet. Spatial analysis between occurrences and mapped structures was done through Fuzzy-Logic concepts. The results obtained highlighted magnetic signatures of lamproitic intrusions, and confirmed non-randomness of emplaced these bodies. Prospective models allowed the indication of new areas with potential for exploration
Subject: Prospecção - Métodos geofísicos
Rochas igneas alcalinas
Diamante
Lógica fuzzy
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Priscila Martins. Assinaturas magnéticas e gravimétricas das intrusões de lamproítos da Província Diamantífera Oeste de Kimberley, Austrália Ocidental. 2019. 1 recurso online (75 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/334854. Acesso em: 24 Aug. 2020.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_PriscilaMartins_M.pdf8.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.