Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334777
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: O assentamento que não envelhece : discursos e práticas das novas gerações sobre a luta pela terra no assentamento da Fazenda Pirituba, do MST, em Itapeva (SP)
Title Alternative: The settlement that does not age : discourses and practices of the new age generations about the struggle for land in the Landless Worker's Movement settlement of Fazenda Pirituba, in Itapeva, São Paulo
Author: Maciel, Camila de Araújo, 1985-
Advisor: Chaguri, Mariana Miggiolaro, 1983-
Abstract: Resumo: Esta dissertação analisa alguns dos elementos identitários com a luta pela terra mobilizados pelos jovens do assentamento da Fazenda Pirituba - em Itapeva (SP), onde o MST atua. O assentamento foi criado em 1984, resultado de processos de mobilização e organização dos trabalhadores sem terra da região do sudoeste paulista. Com base nos conceitos de movimento social, ruralidade, memória e identidade, a pesquisa investigou as relações que os jovens hoje estabelecem com elementos que constituem o assentamento historicamente e na atualidade, buscando identificar, com base na literatura sobre juventude rural, possíveis conflitos contemporâneos no modo de vida camponês. Para isso, foi realizada pesquisa de campo no assentamento, com uso de três procedimentos metodológicos: a) observação participante que totalizou uma incursão de cerca de três meses; b) aplicação de questionários com 32 jovens; c) e entrevistas em profundidade com sete desses jovens, sendo utilizada a Análise de Discurso como método interpretativo dos dados coletados durante esse terceiro procedimento. Os resultados foram organizados a partir de duas perspectivas: a) a relação identitária dos jovens com o assentamento; b) e as aproximações dos jovens em relação ao discurso ideológico do MST

Abstract: This dissertation analyzes some of the elements which related to the struggle for land mobilized by the youngsters who live in the settlement in Fazenda Pirituba, a farm in Itapeva, São Paulo, where the Landless Workers¿ Movement (MST) acts. The settlement was created in 1984 as a result of the mobilization and organization of the landless workers in the southwestern region of the state of São Paulo. Based on the concepts of social movement, rurality, memory and identity, the research has investigated the relationships established by youngsters today with elements which historically constitute the settlement until nowadays. It aimed at identifying possible contemporary conflicts in the land worker way of life based on the literature on rural youth. In order to do so, a field research has been accomplished in the settlement, with three methodological procedures: a) participant observation, which totalized an incursion of approximately three months; b) application of questionnaires with 32 youngsters; c) in-depth interviews with seven of these youngsters, utilizing Discourse Analysis as an interpretative method of the data collected during this third procedure. The results have been organized from two perspectives: a) the identity relationship between the youngsters and the settlement; b) the approximations of the youngsters to the ideological discourse of the Landless Workers¿ Movement
Subject: Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (Brasil)
Juventude rural
Memória
Identidade
Movimentos sociais
Movimentos sociais rurais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MACIEL, Camila de Araújo. O assentamento que não envelhece: discursos e práticas das novas gerações sobre a luta pela terra no assentamento da Fazenda Pirituba, do MST, em Itapeva (SP). 2019. 1 recurso online (141 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/334777. Acesso em: 26 ago. 2019.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maciel_CamilaDeAraujo_M.pdf8.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.