Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334690
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Desequilíbrio de ligação e coadaptação de inversões cromossômicas em Drosophila mediopunctata : Linkage disequilibrium and coadaptation of chromosomal inversions in Drosophila mediopunctata
Title Alternative: Linkage disequilibrium and coadaptation of chromosomal inversions in Drosophila mediopunctata
Author: Uno, Fabiana, 1989-
Advisor: Klaczko, Louis Bernard, 1953-
Abstract: Resumo: O polimorfismo de inversões cromossômicas é um dos tópicos mais bem estudados em genética de populações, mesmo assim, os mecanismos que governam sua origem e manutenção ainda escapam à nossa completa compreensão. O polimorfismo de inversões em Drosophila mediopunctata é um exemplo claro de um caráter sob seleção cujo significado adaptativo ainda não é bem compreendido. O cromossomo II da espécie é rico em inversões que se distribuem em duas regiões cromossômicas: distal e proximal. Inversões distais e proximais (quase) nunca se sobrepõem. Contudo, conjuntos de inversões não sobrepostas frequentemente apresentam desequilíbrio de ligação em populações naturais. Nessa dissertação, nós realizamos uma análise dos padrões de desequilíbrio de ligação entre as inversões do cromossomo II de Drosophila mediopunctata no sentido de contribuir para a compreensão das forças evolutivas que agem sobre esse sistema. Especificamente, nós utilizamos uma abordagem mista, envolvendo experimentos de laboratório, dados empíricos de animais coletados no campo e modelagens teóricas simples para estudar o desequilíbrio de ligação entre inversões ligadas e não sobrepostas em uma população natural da espécie. No primeiro capítulo, como introdução, nós apresentamos uma visão geral sobre os efeitos que as inversões cromossômicas possuem sobre as taxas de recombinação em Drosophila, as questões que motivaram esse trabalho e uma breve descrição do conteúdo dessa dissertação. No segundo capítulo, nós analisamos os padrões de desequilíbrio de ligação na população de D. mediopunctata que habita o Parque Nacional do Itatiaia (RJ) decorrido um lapso de tempo de 30 anos do primeiro estudo. Subsequentemente, nós mostramos que as associações não aleatórias entre inversões distais e proximais se mantiveram praticamente inalteradas ao longo desse período, corroborando a hipótese de que o desequilíbrio entre inversões é mantido por seleção natural. No capítulo três, nós utilizamos uma série de cruzamentos controlados para responder questões simples acerca da influência das inversões sobre componentes do valor adaptativo. Entre outros resultados, nossos dados reforçam a hipótese de supressão da recombinação em heterozigotos para inversões paracêntricas ligadas e não sobrepostas. Finalmente, nós interpretamos a falta de recombinação em heterozigotos para arranjos não-sobrepostos como uma evidência a favor da existência de interações epistáticas entre locos contidos em (e entre) diferentes regiões invertidas

Abstract: The chromosomal inversion polymorphism is one of the best-studied topics in population genetics, yet the mechanisms that govern its origin and maintenance still escape our full understanding. The inversion polymorphism in Drosophila mediopunctata is a clear example of a character under selection whose adaptive meaning is still not well understood. The chromosome II of D. mediopunctata is rich in inversions that are distributed in two chromosomal regions: distal and proximal. Distal and proximal inversions (almost) never overlap. However, sets of non-overlapping inversions often show linkage disequilibrium in natural populations. In this dissertation, we perform an analysis of the linkage disequilibrium patterns of the second chromosome of D. mediopunctata in order to contribute to the understanding of the evolutionary forces acting on this system. Specifically, we use a mixed approach based on laboratory experiments, data derived from animals collected in the field and simple theoretical modeling to study the patterns of linkage disequilibrium between linked and non-overlapping inversions in a natural population of the species. In the first chapter, as an introduction, we present an overview of the effects that chromosomal inversions have on Drosophila recombination rates, the questions that motivated this work, and a brief description of the content of this dissertation. In the second chapter, we assess the patterns of linkage disequilibrium in a population of D. mediopunctata that inhabits the Parque Nacional do Itatiaia 30 years after the first study took place. Subsequently, we show that non-random associations between distal and proximal inversions have remained virtually unchanged over the period, corroborating a hypothesis that natural selection maintains the disequilibrium between inversions. In chapter three, we perform a series of controlled crosses to answer simple questions about the influence of inversions on adaptive value components. Among other results, our data reinforce the hypothesis of heterozygous recombination suppression for linked and non-overlapping paracentric inversions. Finally, we interpret the lack of recombination in heterozygotes for non-overlapping arrangements as evidence in favor of the existence of epistatic interactions between loci contained within (and between) different inverted regions
Subject: Drosophila
Inversão cromossômica
Desequilíbrio de ligação
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: UNO, Fabiana. Desequilíbrio de ligação e coadaptação de inversões cromossômicas em Drosophila mediopunctata: Linkage disequilibrium and coadaptation of chromosomal inversions in Drosophila mediopunctata. 2018. 1 recurso online (96 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_FabianaUnoDe_M.pdf3.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.