Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334650
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: O projeto politico para a Copa do Mundo : 1950 e 2014
Title Alternative: The political project for the World Cup : 1950 and 2014
Author: Paiva, Simone Gonçalves de, 1989-
Advisor: Amaral, Silvia Cristina Franco, 1968-
Abstract: Resumo: No decorrer dos anos, observou-se uma verdadeira metamorfose do esporte: se antes era uma prática destinada à saúde, ao lazer e à competição esportiva, hoje se insere em um arcabouço muito mais mercadológico. Dentro desse contexto, o futebol se apresenta como um dos maiores símbolos dessa mudança; e, com ele, a Copa do Mundo se ressignifica. Antes uma competição esportiva, hoje um produto de potencial lucrativo inimaginável. Desde seu surgimento, o futebol, por exemplo, já foi utilizado como instrumento político e, fortemente, como uso de exposição ao mundo. Ainda que essas características permaneçam presentes, os megaeventos se tornaram muito mais desejáveis e atraentes devido à sua capacidade de captar e atrair investimentos. A partir dessa ótica, o objetivo desse trabalho é investigar e analisar o projeto político de governo por meio da observação das politicas adotadas para a realização das Copas do Mundo de 1950 e 2014, com o fito de evidenciar como os governos da época se apropriaram do evento como forma de promover politicas sociais, obter projeção nacional, internacional, e capital politico. Dada a importância que os megaeventos ganharam para as decisões políticas dos Estados, seu estudo se torna essencial. Para isso, foi realizada uma pesquisa documental, de abordagem qualitativa e caráter exploratório, procurando identificar e avaliar as políticas públicas e o contexto para a realização dessas competições. Esse levantamento foi realizado por meio da análise dos relatórios oficiais das Copas, do governo e dos jornais O Estado de São Paulo e O Globo, selecionados por serem de grande circulação e estarem presentes dentro do recorte de tempo a ser estudado. São dois os recortes: de junho de 1946 a junho de 1950 e de junho de 2007 a junho de 2014. A inclusão da Copa do Mundo dentro do projeto politico de governo ocorreu, de acordo com o alinhamento de cada governo em questão. Ela foi utilizada como uma forma de auxiliar na governabilidade, promovendo politicas atreladas ao nacionalismo, em 1950 e politicas sociais e de desenvolvimento com forte viés econômico e internacional, em 2014

Abstract: Over the years, a true metamorphosis of the sport was observed: if it was before a practice for health, leisure and sporting competition, today it is part of a much more market-oriented framework. Within this context, Football presents itself as one of the greatest symbols of this change, and, with it, the World Cup has acquired a new meaning. Previously a sports competition, now a product of unimaginable lucrative potential. Since its inception, football has been used as a political instrument (in many cases, even a form of control) and, strongly, as a means for worldwide exhibition. While these characteristics remain present, mega-events have become much more desirable and attractive because of their ability to attract and collect investment. From this perspective, the goal of this work is to investigate and analyze the government political project through the observation of the policies adopted for carrying out the World Cups in 1950 and 2014; the focus is to highlight how the governments in each period have appropriated these events as a means to promote social policies, gain national and international projection and political capital. Given the sports megaevents' growing importance for the political decision-making, studying them becomes essential. Therefore, a documentary research was carried out, with qualitative approach and exploratory character, as an attempt to identify and evaluate public policies and the context for the fulfillment of these competitions. This research wascarried out by analyzing the official reports of the World Cups by the government and by two newspapers, "O Estado de São Paulo" and "O Globo", selected because they are of great circulation and are present within the time frame to be studied. There are two cuts: from June 1946 to June 1950 and from June 2007 to June 2014. The inclusion of the World Cup in the government political project occurred according to the alignment of each respective government in the studied periods. It was used as a means to support the governability, promoting policies that are linked to nationalism, in 1950, and social and developmental policies with a strong focus on the economy and the international image, in 2014
Subject: Estado
Políticas públicas
Copa do mundo (Futebol)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PAIVA, Simone Gonçalves de. O projeto politico para a Copa do Mundo: 1950 e 2014. 2019. 1 recurso online (155 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Paiva_SimoneGoncalvesDe_M.pdf3.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.