Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334587
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Professores de dança que trabalham com crianças pequenas : reflexões sobre formação = Dance teachers for young children: reflections on professional qualification
Title Alternative: Dance teachers for young children : reflections on professional qualification
Author: Vilella-Cortez, Glória Maria, 1991-
Advisor: Reily, Lucia, 1952-
Abstract: Resumo: Por meio da dança, a criança aprimora a consciência do próprio corpo, e participa de um momento coletivo de grande valor cultural. Não se exige graduação em dança (ou áreas afins) para atuar como professor em espaços não formais, e preocupa-nos que os professores possam não conhecer os processos de desenvolvimento infantil da criança pequena. Problematizamos neste estudo algumas questões chaves indicadas por autores que abordam a dança para este público. Em primeiro lugar, citamos que o desconhecimento dos processos de desenvolvimento motor e sócio-afetivo da criança pequena pode levar a possíveis riscos de lesões musculares e vícios posturais. Em segundo lugar, a priorização de eventos de apresentação pública pode levar à inibição de espontaneidade da criança numa etapa em que os processos criativos e lúdicos deveriam ser estimulados. Em terceiro lugar, coreografias rigidamente ensaiadas deixam pouco espaço para o desenvolvimento da expressividade da criança. A partir desta problematização, surgiu a pergunta: quem são os profissionais que atuam nas escolas, estúdios e academias de dança de Campinas com crianças menores de 6 anos? O objetivo foi identificar a formação e trajetória dos professores de dança atuantes nestes espaços, seus conhecimentos a respeito do desenvolvimento neuropsicomotor dessas crianças, bem como descrever as experiências já vivenciadas por eles. O projeto propôs-se a perceber a visão desses profissionais, além de suas opiniões sobre temas recorrentes, na área da dança, como: diversidade de gêneros, inclusão, preconceito e questões de talento e habilidade. O método seguiu abordagem de pesquisa descritiva, com várias ações investigativas: estudo das políticas públicas sobre formação e atuação do profissional de dança; levantamento dos espaços não formais de ensino de dança em Campinas; levantamento de documentos históricos sobre o ensino de dança no município; e aplicação de um questionário aberto com professores que atuam com o público infantil. A pesquisa abriu espaço para reflexões críticas dos participantes no tocante às especificidades do ensino de dança, junto a crianças pequenas, nos espaços não formais em Campinas-SP. Nossos achados sugerem que a dupla formação ¿ formação específica em outras áreas do conhecimento como educação física, fisioterapia, pedagogia e outras, quando associada à formação prática em dança (ou até mesmo à graduação em dança) pode contribuir para melhor prática docente em aulas de dança para crianças pequenas

Abstract: Through dance, children enhance their awareness of their own bodies, their spatial and temporal perception, as they participate collectively in moments of great cultural value. Since teaching certification in dance is not necessarily required for those who work in informal venues, we are concerned that dance teachers working informally might not understand fully enough the processes of child development in early childhood. In this study we have addressed key issues indicated by authors who write about dance for this age group. Firstly, we point out that the lack of understanding about young children¿s development in the motor and social and affective domains may lead to risk of muscular injury and bad posture. Secondly, prioritizing presentation events can lead to inhibiting the children¿s spontaneity at a time when creative and enjoyable processes should be stimulated. Thirdly, rehearsing rigid choreographies may leave little space for developing the children¿s expressiveness. From these issues, we posed the question: who are the professionals that work in schools, studios and dance academies in Campinas with children under six years? The aim of the study was to identify the professional development and history of dance teachers who work in these contexts in order to understand their knowledge of neuropsychomotor development of young children, and to describe their teaching experiences in the field. The study aimed to understand the perspective of these professionals, and their opinions on certain recurring themes in the field of dance such as diversity of sex, inclusion, discrimination, and issues of talent and ability. The method followed a descriptive research approach, using various investigation tools: the study of public policies on training and professional activities of dance professionals; a survey of informal dance teaching venues in Campinas, an investigation of historical documents on dance teaching in the city, the application of an open questionnaire with teachers who work with young children. The study aims to look critically at the specificities of teaching dance to small children
Subject: Capacidade motora em crianças
Dança - Estudo e ensino
Escolas de dança
Fisioterapia
Neurologia pediátrica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VILELLA-CORTEZ, Glória Maria. Professores de dança que trabalham com crianças pequenas: reflexões sobre formação = Dance teachers for young children: reflections on professional qualification. 2019. 1 recurso online (136 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
VilellaCortez_GloriaMaria_M.pdf1.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.