Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334586
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Os homens do futuro - as crianças de hoje! : debates sobre infância nos quadrinhos de Luís Loureiro (1907-1919)
Title Alternative: The men of future the children of today! : debates on childhood in Luís Loureiro's Comics (1907-1919)
Author: Silva, Alexandre Rocha da, 1992-
Advisor: Pirola, Ricardo Figueiredo, 1980-
Abstract: Resumo: A presente pesquisa objetiva investigar a produção de quadrinhos do cartunista Luís Gomes Loureiro (1889-1981) durante sua atuação no empreendimento O Tico-Tico, periódico semanal dedicado às crianças brasileiras, publicado no início do século XX. Loureiro foi o principal responsável pela adaptação e construção da famosa historieta em quadrinhos "As Aventuras de Chiquinho", publicadas semanalmente na gazeta infantil mais popular da Primeira República. Notadamente engajada na construção de ações pedagógicas que pudessem "instruir e deliciar as crianças", a equipe de editores, desenhistas e redatores imprimia no conteúdo da gazeta suas aspirações em torno do futuro das crianças brasileiras, compreendidas como os "homens do amanhã". A infância, valorizada como período fundamental da vida para a construção de uma sociedade forte e sadia, tornava-se alvo de políticas de controle social que buscavam delimitar o modo de vida das crianças brasileiras. As tensões vividas no período, e que motivaram a ação destes artistas, refletem os temas e problemas circunscritos ao marco temporal cunhado pela historiografia como pós-abolição. Nesse sentido, distintos projetos de infâncias disputavam as páginas da imprensa para crianças, que se constituíra, naquele momento, como um instrumento de lazer e pedagógico, e que buscava apresentar soluções para os problemas relativos aos conflitos e tensões raciais e de classe. A imprensa para crianças surgia, nas primeiras décadas do século XX, como um campo de disputas onde literatos, artistas e intelectuais organizavam seus ativismos em torno de projetos pedagógicos para as crianças brasileiras. A partir do estudo da produção de Luís Gomes Loureiro, pretende-se compreender o modo como o artista se posicionava diante dos debates entre quadrinistas, literatos e artistas em torno das expectativas de futuro para as crianças brasileiras, sobretudo no que diz respeito às relações raciais, ao trabalho e à instrução, e suas interlocuções com o público infantil, uma vez que a imprensa ilustrada para crianças se configurava, no período, como um meio de comunicação que dispensava a mediação de educadores ou mestres

Abstract: The present research aims to investigate the comic production of the cartoonist Luís Gomes Loureiro (1889-1981), during the period in which he worked at O Tico-Tico, a weekly magazine dedicated to Brazilian children, published in the early 20th century. Loureiro was responsible for the adaptation and construction of the famous comic strip "The Adventures of Chiquinho", published weekly in the most popular children's gazette of the First Republic. Notably engaged in the construction of pedagogical actions that could "instruct and delight children," the team of editors, drafters, and copywriters printed their aspirations about the future of Brazilian children, understood as the "men of tomorrow". Childhood, valued as an elementary period of life for the construction of a strong and healthy society, became the target of social control policies which sought to delimit and control children¿s way of living. The tensions experienced during the period, which motivated the action of these artists, reflect the themes and problems circumscribed to the temporal framework coined by historiography as "Post-abolition". In this sense, different childhood projects disputed the pages of the children¿s press, which at the time was constituted as an instrument of leisure and pedagogy, and sought to present solutions to problems related to class and racial conflicts and tensions. The children's press appeared in the first decades of the twentieth century as a field of disputes where writers, artists and intellectuals organized their activism around pedagogical projects for Brazilian children. From the study of the production of Luís Gomes Loureiro, we intend to understand how the artist was positioned in front of the debates among comic artists, writers and artists around the expectations of future for Brazilian children, especially as regards race relations, work and education, and their contacts with children's audiences, since the illustrated children's press consisted, in the period, as a means of communication that dispensed the mediation of educators or masters
Subject: Loureiro, Luis Gomes, 1889-1981
Historias em quadrinhos - Brasil
Infância - História
Imprensa - Brasil - Séc. XX
Brasil - História - Séc. XX
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA, Alexandre Rocha da. Os homens do futuro - as crianças de hoje!: debates sobre infância nos quadrinhos de Luís Loureiro (1907-1919). 2019. 1 recurso online (260 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_AlexandreRochaDa_M.pdf21.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.