Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334491
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Importância do intervalo de tempo "porta - máscara" no uso de ventilação não invasiva nas exacerbações agudas de pacientes com DPOC na unidade de emergência do Hospital de Clínicas da Unicamp
Title Alternative: Importance of time "door - to - mask" in the use of noninvasive ventilation in acute exacerbations of patients with COPD in the emergency unit of the Unicamp Clinics Hospital
Author: Magalhães, Ricardo Siufi, 1987-
Advisor: Pereira, Mônica Corso, 1963-
Abstract: Resumo: Introdução: a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) abrange uma gama de doenças nas quais os pacientes evoluem com obstrução fixa ao fluxo aéreo detectável por meio de uma prova de função pulmonar (espirometria). Na presença de piora dos sintomas respiratórios e na ausência de opacidades na radiografia de tórax, pode-se estar frente a uma Exacerbação Aguda da DPOC (EADPOC). Eventualmente tais exacerbações levam o paciente a procurar o setor de urgência por agudização da Insuficiência Respiratória Crônica (IRpC), quadro que pode cursar com acidemia respiratória e necessidade de uso de Ventilação Mecânica Não Invasiva (VMNI). Outras doenças além da DPOC podem levar à insuficiência respiratória aguda e apresentar - da mesma forma que nas EADPOC - acidemia respiratória. O objetivo do presente estudo foi descrever as características demográficas, clínicas, funcionais e os desfechos dos pacientes em insuficiência respiratória, em especial dos portadores de DPOC, que fizeram uso de VMNI na Unidade de Emergência Referenciada (UER) do Hospital das Clínicas (HC) - Unicamp; além disso, identificar os intervalos de tempo entre a admissão do paciente na UER e a instalação da VMNI, quando indicada, e os possíveis motivos de eventuais atrasos na condução dos casos. Com esses dados pretende-se propor um protocolo de atendimento das EADPOC na UER - HC, a fim de sistematizar o atendimento e melhorar os desfechos dos doentes. Métodos: trata- se de estudo unicêntrico, observacional (não intervencionista), retrospectivo, realizado por meio de revisão e coleta de dados de 81 pacientes que deram entrada em insuficiência respiratória na UER, sendo 25 portadores de DPOC. Os dados foram buscados a partir dos registros da Unidade Respiratória e do Laboratório de Análises Clínicas. Realizada análise descritiva dos dados, e análise estatística para identificar fatores associados com piores desfechos. Resultados: foram avaliados 81 pacientes, dos quais 25 eram portadores de DPOC. Desses, a maioria era do sexo masculino, com idade de 67 ± 12 anos; 56% estavam em uso de terapia tripla (agonista-beta2 de longa duração+corticóide inalatório+broncodilatador antagonista muscarínico de longa ação), sendo a mediana do tempo porta-máscara de 173 min (26-1.463); desfechos desfavoráveis (óbito ou intubação orotraqueal) ocorreram em 28%. Os dados do tempo porta-máscara e dos desfechos foram semelhantes aos demais pacientes estudados. Pela curva ROC, foi encontrada significância estatística em subgrupos com tempo maior e menor que 560 min. Discussão e Conclusões: As medianas do intervalo de tempo porta-máscara (na amostra total e no subgrupo de DPOC) foram semelhantes às descritas na literatura. Pudemos observar a falta de registro sistematizado das variáveis clínicas, gasométricas, de indicação e monitorização da VMNI na nossa instituição. Pacientes portadores de Insuficiência Cardíaca e em uso de oxigenoterapia domiciliar parecem ser acoplados à VMNI com mais celeridade. Na curva ROC o tempo com melhor especificidade e sensibilidade para desfechos desfavoráveis foi de 560 minutos, o que do ponto de vista prático e clínico é pouco adequado. Não houve diferença quantos aos desfechos entre pacientes com tempo maior ou igual a 240 min versus aqueles com menos de 240min. Considerações finais: espera-se que a implementação de um protocolo visando a sistematização da abordagem terapêutica dessa população tenha impacto positivo no desfecho desses doentes e no padrão de atendimento da equipe multidisciplinar na UER - HC - Unicamp

Abstract: Introduction: Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) comprises a group of progressive lung diseases characterized by fixed airflow obstruction, which can be identified through spirometry. A sudden worsening of respiratory symptoms without new radiologic opacities is suggestive of an acute exacerbation of COPD. This condition may affect and decompensate patient's basal Chronic Respiratory Failure (CRF). In this context, acute respiratory failure with respiratory acidosis (or primary hypercapnia) may occur, which characterizes a medical emergency that may require Non-Invasive Mechanical Ventilation (NIMV). Other conditions beyond COPD may progress to acute respiratory failure with respiratory acidosis or hypercapnia. In all cases the underlying cause of respiratory acidosis must be treated. The purpose of this study was to describe the demographic, clinical and functional characteristics and outcomes of patients with respiratory failure, especially COPD patients, who have used NIMV at the Referral Emergency Unit (REU) at the Unicamp Clinics Hospital. In addition, determine the time between the admission of patient to the REU and the installation of NIMV, when indicated. Possible causes of delay in this process will be identified. With this data we will propose a protocol to systematize the management of patients with exacerbations of COPD in REU at the Unicamp Clinics Hospital. Methods: this is a retrospective observational (non-interventional) study that was carried with data from 81 cases of using NIMV (79 patients), 25 of them with COPD. Patients were identified from the records of the Respiratory Unit and the Laboratory of Clinical Analyzes and data were collected from medical files. Descriptive and statistical analyses of data were performed to identify factors associated with worse outcomes. Results: Of 25 COPD patients evaluated the majority was male, aged 67 ± 12 years, 56% were using triple therapy (long-acting beta- agonist + inhaled corticosteroid + long-acting muscarinic antagonist). The median of door-to-mask time was 173 min (26-1,463); poor outcomes (death or orotracheal intubation) occurred in 28%. The time door-to-mask and outcome data were similar to the other patients studied. From the ROC curve, statistical significance was found in subgroups with time greater than and less than 560 min. Discussion and Conclusions: The median of door-to-mask time (in the whole sample and in COPD patients) were similar to those described in the literature. At our institution we could observe a lack of systematic registry of the clinical characteristics, arterial blood gases, timing of indication and monitoring NIMV on the medical records. Patients with heart failure and using long-term oxygen therapy appear to be evaluated and have access to VMINI more quickly. In the ROC curve the time with the best specificity and sensitivity for poor outcomes was 560 minutes, which from a practical and clinical point of view is not adequate. There was no difference in outcomes among patients with time greater than or equal to 240 min versus those with less than 240 minutes. Final comments: it is expected that the implementation of a protocol aimed at systematizing the therapeutic approach of this population will have a positive impact on patients¿ outcomes and on the standard of multidisciplinary care in the REU at the Unicamp Clinics Hospital
Subject: Doença pulmonar obstrutiva crônica
Insuficiência respiratória
Ventilação não invasiva
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MAGALHÃES, Ricardo Siufi. Importância do intervalo de tempo "porta - máscara" no uso de ventilação não invasiva nas exacerbações agudas de pacientes com DPOC na unidade de emergência do Hospital de Clínicas da Unicamp. 2019. 1 recurso online (88 p.) Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/334491. Acesso em: 16 Dec. 2020.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Magalhaes_RicardoSiufi_MP.pdf1.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.