Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334484
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Crítica cultural como "esporte de combate" : notas sobre o ensaísmo de Roberto Schwarz e de Beatriz Sarlo
Title Alternative: Cultural critique as "combat sport" : notes on Roberto Schwarz and Beatriz Sarlo ensayism
Author: Tresoldi, Maria Caroline Marmerolli, 1992-
Advisor: Chaguri, Mariana Miggiolaro, 1983-
Abstract: Resumo: Olhando atentamente para problemas formulados por gerações anteriores e refletindo sobre alguns impasses do tempo presente, os nomes de Roberto Schwarz e de Beatriz Sarlo se destacam no âmbito da crítica literária e cultural de seus países, o Brasil e a Argentina. Desde a década de 1970 até suas produções mais recentes, eles vêm intervindo de diferentes modos no debate público de seus países, colocando questões para pensar os desafios da modernidade e do capitalismo em contextos periféricos. Considerando a relevância teórica de seus ensaios, que combinam um ponto de vista ao mesmo tempo crítico e sociológico, este trabalho acompanha alguns passos de suas trajetórias intelectuais e momentos chaves de suas formulações teóricas. Em um primeiro movimento analítico, apresenta-se as trajetórias de Schwarz e de Sarlo considerando os contextos sociais, políticos e institucionais que se inseriram; e observa-se alguns eixos teóricos e metodológicos a partir dos quais eles formulam seus projetos críticos, que articulam analiticamente literatura e sociedade, cultura e política. Em um segundo movimento, recorta-se os ensaios de Schwarz que discutem a obra de Machado de Assis e os ensaios de Sarlo em que Jorge Luis Borges é um personagem central. Ao colocar lado a lado suas leituras sobre as obras de Machado e de Borges, a partir das quais puxam fios para compreender seus contextos nacionais, o desafio empreendido é problematizar se a "condição periférica" estrutura as interpretações tecidas pelos críticos, assumindo um sentido que não está restrito ao espaço social, mas se inscreve também como desafio analítico para qualificar o moderno a partir de um ponto de vista diferente daqueles fabulados na Europa Ocidental e no mundo anglo-saxão

Abstract: Looking carefully to problems formulated by former generations, and thinking about some dilemmas from the present time, Roberto Schwarz e Beatriz Sarlo to overtop themselves within literary and cultural critique from their countries (Brazil and Argentina). Since 1970¿s until their recent works, they are interfering from different ways in their countries public debate, addressing issues to think modernity and peripheral capitalism challenges. Considering the theoretical relevance of their works, that combine ¿ at the same time - a critical point of view with a sociological one, the present dissertation follows some steps of their intellectual trajectory, and key moments of their theory formulations. In a first analytical movement its presents the Schwarz and Sarlo trajectories, considering social, political, and institutional contexts they were inserted; and are observed some theoretical and methodological main points from which they formulated their critical projects, that analytically articulated critique and society, culture and politics. In a second analytical movement its outlines Schwarz essays on Machado de Assis works, and Sarlo essays where Jorge Luis Borges are a central personage. When their readings of Machado and Borges, from which threads are pushed to understand national context, are putted side by side the challenge is questioning if the peripheral condition structures the interpretations formulated by the critics. Assuming a meaning that is not restricted to the social space, but whether their critics are embedded also as analytical challenge to qualify the modern from a different point of view, that are diverse from those fabled in Western Europe and Anglo-Saxon World
Subject: Schwarz, Roberto, 1938- - Crítica e interpretação
Sarlo, Beatriz, 1942- Crítica e interpretação
Crítica
Cultura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: TRESOLDI, Maria Caroline Marmerolli. Crítica cultural como "esporte de combate": notas sobre o ensaísmo de Roberto Schwarz e de Beatriz Sarlo. 2019. 1 recurso online (157 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tresoldi_MariaCarolineMarmerolli_M.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.