Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334452
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: O carnaval de máscaras da Fazenda Cresciumal : a manutenção da tradição via educação informal no passado e não formal na atualidade (1930-2018)
Title Alternative: The masks carnival of the Cresciumal Farm : the maintenance of tradition through informal education in the past and non-formal in the present (1930-2018)
Author: Aquino, Marcos Vinícius Rodrigues de, 1978-
Advisor: Simson, Olga Rodrigues de Moraes Von, 1943-
Abstract: Resumo: O objetivo desta pesquisa é apresentar o Carnaval de Máscaras da Fazenda Cresciumal, localizada na cidade de Leme (SP), a partir das memórias de seus ex-moradores e participantes do desfile. Com o suporte da história oral, buscamos alcançar dados informativos do festejo; analisar as experiências de seus participantes e compreender como estes foliões veem as transformações ocorridas a partir da modificação do local do desfile que passou do meio rural para o espaço urbano. O trabalho é também desenvolvido por meio de uma pesquisa documental, que tem como fonte os antigos jornais da cidade de Leme e o acervo fotográfico dos ex-moradores da Fazenda. Assim intercalamos vários tipos de fontes com o intuito de enriquecer nossa pesquisa, dando a ela uma visão mais ampla do carnaval realizado. O carnaval que se desenvolveu na Fazenda Cresciumal tem suas origens estabelecidas, provavelmente, no final da década de 1930, e por cerca de 70 anos ocorreu exclusivamente no meio rural. Ao longo de décadas, este festejo carnavalesco se desenvolveu e incorporou brincadeiras que, com o passar do tempo, se consolidaram entre as famílias que lá viviam. Dentre suas principais características está a fabricação própria das máscaras para o desfile carnavalesco, que até 2006 era realizado na Fazenda e hoje é celebrado na cidade. A mudança foi uma consequência da venda da usina de cana-de-açúcar, instalada na Fazenda e, por cinco anos, o desfile foi interrompido, sendo retomado somente em 2011 a partir da atuação conjunta, firmada entre o poder público e os ex-moradores da fazenda. A pesquisa desenvolvida compreende a manifestação carnavalesca como um patrimônio cultural valioso, já que o desfile de máscaras e sua confecção pelos foliões contribuíram para construção de uma identificação cultural entre os moradores da Fazenda, configurando-se em um importante instrumento de resistência ao processo de aculturação. Nesse sentido, entendemos que a educação patrimonial é um valioso instrumento para a legitimação e preservação desta manifestação artístico-cultural. Nessa perspectiva, compreendemos que esse processo educacional pode ser identificado em diversas dimensões, ou seja, tanto nos espaços formais de ensino, como nos informais e não formais. Assim sendo, procuramos refletir sobre as dinâmicas dessas práticas educacionais, relacionando-as a um contexto específico. A educação formal pode ser verificada a partir das atividades culturais realizadas no ambiente escolar; a informal, presente nas relações de ensino-aprendizagem e interações socioculturais estabelecidas durante anos entre os moradores da fazenda; e por último, a educação não formal, principal foco de nossa pesquisa, como decorrente das atividades culturais e artísticas desenvolvidas pela Associação de Máscaras da Cresciumal. Com o entrelaçamento das variadas fontes de pesquisa, podemos chegar à conclusão de que há uma íntima relação entre o carnaval comemorado na citada fazenda, com as festividades carnavalescas realizadas e organizadas no espaço urbano pelo senhor Jacintho Fiocco no decurso dos anos de 1950 e 1960

Abstract: The objective of this research is to present the Mask Carnival of the Cresciumal Farm, located in the city of Leme (SP), from the memories of its former residents and participants in the parade. With the support of oral history, we seek to achieve informative data of the celebration; to analyze the experiences of its participants and to understand how these revelers see the transformations that occurred from the modification of the place of the parade that passed from the rural to the urban space. The work is also developed through a documentary research that has as source the old newspapers of Leme city and the photographic collection of the ex-residents of the Farm. Thus we intercalate several types of sources in order to enrich our research, giving it a broader view of the produced carnival. The carnival that developed in the Cresciumal Farm has its origins probably established in the late 1930s, and for about 70 years occurred exclusively in the rural area. Over the decades, this carnival celebration developed and incorporated plays that, over time, became consolidated among the families that lived there. Among its main characteristics there is the production of their own masks for the carnival parade, which until 2006 was held at the Fazenda and today is celebrated in the city. The change was a consequence of the sale of the sugarcane mill, installed at the farm and for five years, the parade was interrupted, being resumed only in 2011 from the joint action, signed between the public power and the former residents of the farm. The research developed includes the carnival manifestation as a valuable cultural heritage, since the parade of masks and their preparation by the revelers contributed to the construction of a cultural identification among the residents of the farm, becoming an important instrument of resistance to the process of acculturation. In this sense, we understand that patrimonial education is a valuable instrument for legitimizing and preserving this artistic-cultural manifestation. From this perspective, we understand that this educational process can be identified in several dimensions, that is, both in formal educational spaces, as informal and non-formal spaces. Thus, we seek to reflect on the dynamics of these educational practices, relating them to a specific context. Formal education can be verified from the cultural activities carried out in the school environment; the informal, present in the relations of teaching-learning and socio-cultural interactions established during years among the residents of the farm; and, lastly, non-formal education, the main focus of our research, as a result of cultural and artistic activities developed by the Association of Masks of Cresciumal. With the intertwining of the various sources of research, we can conclude that there is an intimate relationship between the carnival celebrated in the said farm, with the carnival festivities held and organized in the urban space by Mr. Jacintho Fiocco in the 1950s and 1960s
Subject: Máscaras
Carnaval
Educação não formal
História oral
Patrimônio cultural
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: AQUINO, Marcos Vinícius Rodrigues de. O carnaval de máscaras da Fazenda Cresciumal: a manutenção da tradição via educação informal no passado e não formal na atualidade (1930-2018). 2019. 1 recurso online (300 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Aquino_MarcosViniciusRodriguesDe_M.pdf11.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.