Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334451
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Juventude negra e cotidiano escolar : uma abordagem etnográfica no ensino médio
Title Alternative: Black youth and everyday school : an ethnographic approach in high school
Author: Corsino, Luciano Nascimento, 1986-
Advisor: Zan, Dirce Djanira Pacheco e, 1969-
Abstract: Resumo: O presente trabalho tem como objetivo compreender, a partir das relações que se estabelecem entre jovens estudantes de Ensino Médio, focando na intersecção entre raça, gênero e juventude como categorias de análise, como se dá a construção de espaços de revalorização no interior da escola. Propomos o estudo em duas escolas públicas de Ensino Médio da rede estadual de São Paulo, situadas na capital. Trata-se de uma pesquisa etnográfica, que utilizou observação e entrevista como técnicas de coleta de dados. O trabalho está fundamentado em autores/as da Sociologia da Educação, de modo a considerar as contribuições dos estudos sobre o Ensino Médio, os estudos antirracistas e algumas inspirações advindas de Estudos Feministas para estudar o cotidiano escolar. Os dados ora analisados, suscitam, por um lado, que as duas escolas são palco de múltiplas formas de opressão simbólica de caráter racial e de gênero, que ocorrem por meio de complexas e contraditórias relações de poder no interior das relações tidas como "brincadeiras", tanto entre estudantes como entre docentes e estudantes e também por meio de opressões institucionais, como o desconhecimento da legislação referente ao ensino de história e cultura afro-brasileira e africana pelos professores e professoras, devido à falta de formação continuada e falta de debate sobre relações raciais e de gênero durante as aulas. Por outro lado, os dados apontam que as relações estabelecidas no cotidiano das duas escolas apresentam caminhos para a construção de espaços de revalorização e, portanto, de transformação social, como um grupo de meninas que organizaram um grupo de estudos sobre empoderamento feminino na escola 1, ou a semana da consciência negra, que obteve uma enorme repercussão e pode ser um dos motivos que desencadeou, posteriormente, a ocupação da escola 2. A pesquisa revela as diversas contradições do cotidiano das escolas investigadas, de modo a evidenciar as opressões raciais e de gênero e, ao mesmo tempo, o modo como se estabelecem espaços de revalorização das identidades juvenis

Abstract: The goal of this work is to understand the relationships established among young students of high school, with emphasis on the intersection between race, gender and youth as categories of social analysis, as if there is a construction of revaluation spaces inside the school. We studied two public high school in the city of São Paulo, located in the capital. We seek an ethnographic research, which uses observation and interview as data collection techniques. The work is based on authors of the Sociology of Education, in order to consider the contributions of studies on High School, antiracist studies and some inspirations coming from Feminist Studies to study school everyday. On the one hand, the data analyzed show that the two schools are the scene of multiple forms of racial and gender symbolic oppression, occurring through complex and contradictory power relations within the relations considered as "jokes" , both among students and between teachers and students and also through institutional oppression, such as the lack of knowledge about the teaching of Afro-Brazilian and African history and culture by teachers, due to the lack of continuous education and lack of debate about racial and gender relations during class. On the other hand, the data point out that the practices of expansion of the everyday of the two schools show ways to construct spaces of revaluation and, therefore, of social transformation, like a group of girls who organize a group of studies on the feminine empowerment at school 1, or the week of the black conscience, which obtained a great repercussion and can be one of the reasons that later, the occupation of the school 2. The research reveals the different contradictions of the daily life of the schools investigated, in order to highlight the racial and gender oppression and, at the same time, the way in which spaces of revaluation of the youthful identities are established
Subject: Ensino médio
Juventude
Cotidiano escolar
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CORSINO, Luciano Nascimento. Juventude negra e cotidiano escolar: uma abordagem etnográfica no ensino médio. 2019. 1 recurso online (246 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Corsino_LucianoNascimento_D.pdf5.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.