Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334387
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: De dentro da folha para a comunidade : variação fitoquímica molda a estrutura da comunidade de herbívoros e a herbivoria dentro e entre indivíduos de plantas
Title Alternative: From within the leaf to the community : phytochemical variation drives herbivore community structure and herbivory within and among individual plants
Author: Cosmo, Leandro Giacobelli, 1991-
Advisor: Pareja, Martin Francisco, 1976-
Abstract: Resumo: Atributos químicos de plantas (i.e. fitoquímica) conduzem muitos processos ecológicos e evolutivos que moldam interações inseto-planta e estruturam comunidades de insetos herbívoros. Quando a fitoquímica varia ao longo do espaço e do tempo, isso dá origem a um mosaico heterogêneo de atributos químicos, definido como paisagem fitoquímica, que molda padrões de diversidade de insetos herbívoros. Isso inevitavelmente levanta uma questão-chave: em que escalas organizacionais e espaciais a fitoquímica varia, é percebida pelos insetos herbívoros e, portanto, estrutura suas comunidades? Nesta dissertação, investigamos essa questão para os níveis de organização intraespecíficos e sub-individuais. Quantificamos a variação fitoquímica no campo entre e dentro de indivíduos de Piper amalago L. e avaliamos como ela molda a herbivoria e a comunidade de seus principais herbívoros - larvas de Lepidoptera. Nosso estudo obteve três resultados principais. Primeiro, mostramos que mesmo dentro de indivíduos de plantas a variação fitoquímica pode influenciar a estrutura da comunidade de herbívoros e a herbivoria. Em segundo lugar, verificamos que a fitoquímica difere entre indivíduos de plantas (ou seja, intraespecificamente) em escalas espaciais muito pequenas, quando um gradiente ambiental claro e / ou quimiotipos de plantas distintos estão ausentes, e esta variação fitoquímica também pode estruturar a comunidade de herbívoros e a herbivoria nessas plantas. Por fim, mostramos que o dano e a estrutura da comunidade de insetos herbívoros são influenciados por menores quantidades de variação fitoquímica dentro de plantas do que entre plantas. Juntos, nossos resultados sugerem: 1) que os efeitos da variação fitoquímica podem cascatear através de seus efeitos no comportamento de insetos dentro das plantas hospedeiras para ter consequências em toda a comunidade de herbívoros; 2) que, entre plantas, não são necessários fortes gradientes ambientais para que a fitoquímica varie e estruture a comunidade de herbívoros e a herbivoria; e 3) através de escalas espaciais e níveis de organização, pode haver várias camadas distintas da paisagem fitoquímica que são percebidas e têm diferentes efeitos nos padrões de diversidade de insetos herbívoros

Abstract: Phytochemistry drives many ecological and evolutionary processes that shape insect-plant interactions and structure herbivore communities. Phytochemical variation through space and time gives rise to a heterogeneous mosaic of chemical traits, formally known as phytochemical landscape, that affects herbivorous insect communities. This inevitably raises one key question: in what scales does phytochemistry vary, is perceived by herbivorous insects and thus, structures herbivore communities? In this dissertation, we pursued this question for the intraspecific and sub-individual organizational levels. We quantified phytochemical variation in the field among and within individuals of the neotropical shrub Piper amalago L. and assessed how it affects herbivory and its main herbivores ¿ caterpillars. Our study has three main findings. First, we found that even within individual plants phytochemical variation can drive herbivore community structure and herbivory. Second, chemical traits can differ among individual plants (i.e. intraspecifically) at very small spatial scales, when a clear environmental gradient and/or distinct plant chemotypes are absent, and this phytochemical variation can also drive herbivore community and herbivory in these plants. Third, we found that within-plants herbivores respond to finer-scale variation when compared to among plants. Together, our results suggests: 1) that phytochemical variation effects can cascade through individual insect behavior within host-plants to have community-wide consequences; 2) that among-plants, strong environmental gradients are not necessary for phytochemistry to vary and drive herbivore community and herbivory; and 3) across spatial scales and levels of organization there may be several distinct layers of the phytochemical landscape which are perceived by and have different effects on diversity patterns of herbivorous insects
Subject: Ecologia de comunidades
Relação inseto-planta
Defesas de plantas
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Citation: COSMO, Leandro Giacobelli. De dentro da folha para a comunidade: variação fitoquímica molda a estrutura da comunidade de herbívoros e a herbivoria dentro e entre indivíduos de plantas. 2019. 1 recurso online (50 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/334387. Acesso em: 16 jul. 2019.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cosmo_LeandroGiacobelli_M.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.