Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334293
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Derivativos climáticos no Brasil : uma análise para gestão de risco da produção de soja
Title Alternative: Weather derivatives in Brazil : an analysis of producion risk management in soybean production
Author: Raucci, Gian Lucca, 1992-
Advisor: Silveira, Rodrigo Lanna Franco da, 1976-
Abstract: Resumo: A atividade agropecuária está exposta a uma série de riscos. A variação nos preços das commodities e variações climáticas atípicas impactam diretamente a receita e custos do produtor, apontando para a necessidade do uso de instrumentos de gestão capazes de minimizar tais efeitos. Os derivativos climáticos (pluviométricos e de temperatura) se colocam como alternativa para o gerenciamento do risco de queda da produtividade em culturas agrícolas. Tais instrumentos possuem vantagens frente aos seguros agrícolas disponíveis, uma vez que não estão sujeitos aos problemas de risco moral e seleção adversa. Frente ao peso do setor agrícola na economia brasileira, o estudo de novos instrumentos de gestão de risco se mostra fundamental. Neste sentido, o objetivo deste trabalho é analisar a utilização dos contratos de derivativos climáticos como instrumentos de gestão de risco no mercado agrícola brasileiro, tendo como foco a cultura de soja no estado do Rio Grande do Sul. A presente pesquisa ganha relevância ao estruturar novos mecanismos de proteção à principal cultura exportadora nacional. Através da estruturação de uma opção de venda (put) pluviométrica com dois índices distintos (pesos iguais e ponderado pelas etapas de crescimento da planta) baseados na pluviosidade diária da área em estudo. A precificação do contrato se deu através do método de modelagem de índice (index modeling), utilizando-se a distribuição estimada dos payoffs para o cálculo do prêmio justo do contrato. Com a utilização do contrato, obteve-se redução da variabilidade da receita por hectare do produtor de soja, em torno de 30% no período analisado, sem sensível redução em sua receita média. O prêmio do contrato variou entre 10% e 15% da receita por hectare, dependendo da estrutura contratual utilizada. Dessa forma, apesar de possuir custo elevado para o produtor a contratação de um derivativo climático por parte do produtor pode se mostrar um instrumento relevante de controle do risco de produção. Por outro lado, atenção tem de ser dada a sustentabilidade financeira do contrato, tendo em vista a elevada relação indenizações-prêmio apresentada no período analisado

Abstract: Farming activity is exposed to a number of risks. Fluctuation in commodity prices and atypical changes in weather have a direct impact in farmer¿s costs and revenue, bringing out the need for management tools capable of minimizing these effects. Weather derivatives (rainfall and temperature) can be an alternative to manage low productivity risk in crops. These tools have advantages when compared to the agricultural insurances currently available, given that they aren¿t subjective to moral hazard and adverse selection. In face of the importance of agriculture in Brazilian economy, the study of new risk management tools is essential. In light of this, the purpose of this study is to analyze how weather derivatives can be used as risk management tools in Brazilian agricultural market, with focus on soybeans production in the state of Rio Grande do Sul. The research is relevant in structuring new defense mechanisms to the main exported crop in the country, through put options for rainfall levels with two distinct indexes (unweighted and weighted by the different stages of development of the plant) using the daily rainfall level of the studied area. The price of the contract has been defined using index modelling, using the estimated payoff distribution to calculate the premium of the contract. Through the application of this contract, there has been an approximate 30% reduction of the variability of the farmer¿s revenue by soybean hectare, without meaningful reduction of average revenue. The premium of the contract varied between 10% and 15% of revenue per hectare, depending on the contract structure considered. In face of these results, the use of weather derivatives by farmers in Brazil can be important to help with their production risk management strategies, besides the high cost these products have. Nonetheless, attention must be given to the financial sustainability of these instruments, since their indemnity-primum rate is high throughout the analyzed period
Subject: Derivativos (Finanças)
Mercado de opções
Produtos primários
Risco (Economia)
Soja
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RAUCCI, Gian Lucca. Derivativos climáticos no Brasil: uma análise para gestão de risco da produção de soja. 2019. 1 recurso online (71 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Raucci_GianLucca_M.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.