Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334067
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Sífilis adquirida, em gestante e congênita : perfil epidemiológico em um município de médio porte do Estado de São Paulo
Title Alternative: Acquired, in pregnant and congenital syphilis : epidemiological profile in a medium-sized city of São Paulo State
Author: Lino, Carolina Matteussi, 1991-
Advisor: Batista, Marília Jesus, 1974-
Abstract: Resumo: A sífilis é uma doença infecciosa sistêmica, causada pela bactéria Treponema pallidum. É um agravo de notificação compulsória e, o aumento do número de casos tem sido observado na população brasileira e mundial. A sífilis adquirida e em gestante, pode ter sua transmissão predominantemente por meio de relação sexual desprotegida, e a congênita, a partir da transmissão vertical de mãe para criança. Neste contexto, o objetivo geral deste estudo foi avaliar o perfil epidemiológico dos casos de sífilis notificados. Os objetivos específicos foram: I) Avaliar o perfil epidemiológico e realizar a distribuição espacial dos casos de sífilis adquirida, em gestante e congênita notificados no período de 2013 a 2017. II) Analisar tendência temporal dos casos de sífilis adquirida, em gestante e congênita notificados. Tratou-se de um estudo transversal descritivo (I) e de série temporal (II) com dados obtidos das fichas de notificação compulsória do Sistema de Informações de Agravos de Notificação. O local do estudo foi um município de médio porte populacional (segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), do estado de São Paulo. Para o objetivo I, realizou-se uma análise descritiva com o software Statistical Package for Social Sciences versão 20.0 e análise da distribuição espacial e da densidade de Kernel foi realizada com o Quantum GIS versão 2.18. Visando atingir ao objetivo II, foi realizada uma análise temporal, no software Stata versão 14 e as taxas de detecção e incidência foram calculadas em planilha do Microsoft Excel®. O perfil epidemiológico dos casos de sífilis adquirida notificados foi composto por homens, adultos, cor branca, com tempo de estudo de oito anos ou mais. Os casos de sífilis em gestantes tiveram predomínio de adolescentes, de cor branca, com tempo de estudo de oito anos ou mais e que foram diagnosticadas no primeiro trimestre de gestação. Perfil semelhante foi identificado para os casos de sífilis congênita, no qual o perfil foi crianças brancas, com mães com tempo de estudo de oito anos ou mais. Referente ao tratamento das gestantes, tanto os dados de notificação da sífilis em gestante, quanto da congênita apontaram para tratamento inadequado e parceiros não tratados. A distribuição espacial e a densidade de Kernel apontaram concentração de casos de sífilis adquirida nas regiões Central e Sul, sífilis em gestantes nas regiões Leste e Oeste e congênita também nas regiões Leste e Oeste, regiões com bairros que apresentam renda familiar mais baixa. Dados apontam para aumento das taxas de detecção de sífilis adquirida e em gestante e da taxa de incidência de sífilis congênita. A análise da série temporal demonstrou tendência crescente e não estacionária para os casos notificados de sífilis adquirida (p=0,011), em gestante (p<0,001) e congênita (p=0,001), entretanto, os casos de sífilis em gestantes tiveram maior impacto do coeficiente de determinação (65,5%). Os resultados encontrados fornecem subsídios aos gestores para a compreensão do comportamento da infecção no município, favorecendo a organização de ações em saúde

Abstract: Syphilis is a systemic infectious disease caused by the bacterium Treponema pallidum. It is an aggravation of compulsory notification, and the increase in the number of cases has been observed in the Brazilian and world population. Acquired and pregnant syphilis may be transmitted predominantly through unprotected sexual intercourse and congenital transmission from mother-to-child transmission. In this context, the overall objective of this study was to evaluate the epidemiological profile of syphilis cases reported. The specific objectives were: I) To evaluate the epidemiological profile and to perform the spatial distribution of cases of acquired syphilis, in pregnant and congenital cases reported from 2013 to 2017. II) To analyze the temporal trend of cases of acquired syphilis in pregnant and congenital cases. This was a descriptive cross-sectional study (I) and a time series (II) with data obtained from the compulsory notification sheets of the Notification of Injury Information System. The study site was a medium-sized municipality (according to the Brazilian Institute of Geography and Statistics), in the state of São Paulo. For objective I, a descriptive analysis was performed with the software Statistical Package for Social Sciences version 20.0 and analysis of the spatial distribution and density of Kernel was performed with Quantum GIS version 2.18. Aiming to reach objective II, a temporal analysis was performed in the Stata software version 14 and the detection and incidence rates were calculated in a Microsoft Excel® worksheet. The epidemiological profile of reported cases of acquired syphilis was composed of men, adults, white, with a study time of eight years or more. The cases of syphilis in pregnant women had a predominance of white adolescents with a study time of eight years or more who were diagnosed in the first trimester of gestation. A similar profile was identified for the cases of congenital syphilis, in which the profile was white children with mothers with a study time of eight years or more. Regarding the treatment of pregnant women, both syphilis notification data on pregnant and congenital syphilis pointed to inadequate treatment and untreated partners. The spatial distribution and density of Kernel showed concentration of cases of syphilis acquired in the Central and South regions, syphilis in pregnant women in the East and West regions and congenital also in the East and West regions, regions with lower family income. Data point to increased rates of detection of acquired and pregnant syphilis and the incidence rate of congenital syphilis. The analysis of the time series showed a growing and non-stationary trend for the reported cases of acquired syphilis (p = 0.011), in pregnant women (p <0.001) and congenital (p = 0.001). However, cases of syphilis in pregnant women had a greater impact of the coefficient of determination (65.5%). The results found provide support to managers to understand the behavior of the infection in the municipality, favoring the organization of health actions
Subject: Sífilis
Epidemiologia
Notificação compulsória
Saúde pública
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LINO, Carolina Matteussi. Sífilis adquirida, em gestante e congênita: perfil epidemiológico em um município de médio porte do Estado de São Paulo. 2019. 1 recurso online (62 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lino_CarolinaMatteussi_M.pdf1.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.