Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333953
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Adolescência e a escola pública : fragmentos do elaborar e do perceber dos professores
Title Alternative: Adolescence and the public scholl : fragments of teachers' elaboration and perception
Author: Amaral, Tháyla Kayty Cardoso Tavares, 1975-
Advisor: Li, Lilia Freire Rodrigues de Souza, 1967-
Abstract: Resumo: A adolescência é um processo transitório para a vida adulta e que propicia ao adolescente momentos de grandes descobertas e experimentações. Essa relação estabelecida com o mundo adulto o expõe a situações de vulnerabilidades e riscos, e o professor, como figura de referência, pode ter um papel diferenciado nessa passagem. O objetivo desta pesquisa foi entender as percepções dos professores sobre seus alunos adolescentes. Para tanto, fez-se uso da pesquisa qualitativa, por meio da narrativa interativa, instrumento lúdico utilizado para acessar o imaginário dos professores e proporcionar aos participantes do estudo um espaço em que se sentissem acolhidos e à vontade para refletirem e poderem trocar vivências com seus colegas sobre a adolescência de seus alunos e as demandas trazidas por eles à escola. Os métodos utilizados para análise do material coletado foram o psicanalítico e a teoria fundamentada nos dados, os quais permitiram ter uma amplitude na compreensão dos dados. A partir dos relatos de trinta professores oriundos de duas escolas públicas estaduais, pôde-se entender suas concepções por meio de campos de sentido afetivo-emocional discutidos à luz da teorização Winnicottiana. A partir de suas percepções da adolescência e de seus sentimentos de frustração e fragilidade quando se viam diante de alunos que não se comportavam de acordo com as expectativas deles, foi construída uma teoria em que o fenômeno central foi "Professores sentindo-se impotentes e frustrados". Concluímos que os professores demonstraram entender que a adolescência é uma fase de transformações, mas que os pais precisariam estar atentos a seus filhos e que deveriam puni-los por seus atos inadequados. Apesar de eles conhecerem o que permeia a adolescência, sentiam-se paralisados e impotentes diante das contextualizações que têm invadido o espaço escolar na atualidade, sem se apropriarem de que também podiam ser agentes de mudança

Abstract: Adolescence is a transient process for adult life and provides the adolescent with moments of great discovery and experimentation. This type of relationship established with the adult world exposes him to situations of vulnerability and risk and the teacher as a reference figure may have a differentiated role in this passage. The objective of this research was to understand the teachers' perceptions about their adolescent students. In order to do so, qualitative research was used, through interactive narrative, a playful instrument, used to access the teachers' imagination and to provide the teachers¿ participants in the study, a space where they could fell welcome and at ease to reflect and to be able to exchange experiences with their colleagues about the adolescence of their students and the demands they brought to school. The methods used to analyze the collected material were the psychoanalytic and the Grounded Theory that allowed an amplitude in the understanding of the data. From the reports of thirty teachers from two state public schools, their conceptions were understood through fields of affective-emotional senses discussed in the light of Winnicottian theorization. From their perceptions of adolescence and their feelings of frustration and fragility when faced with students who did not behave according to their expectations, a theory was constructed in which the central phenomenon was "Teachers feeling impotent and frustrated". We conclude that teachers demonstrated an understanding that adolescence is a phase of transformations, but that parents need to be attentive to their children and that they should punish them for their inadequate acts. Although they knew what permeates adolescence, they felt paralyzed and impotent in the contextualizations that have invaded the school space nowadays without appropriating that they could also be change agents
Subject: Adolescentes
Teoria fundamentada em dados
Saúde escolar
Vulnerabilidade social
Psicologia do adolescente
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: AMARAL, Tháyla Kayty Cardoso Tavares. Adolescência e a escola pública: fragmentos do elaborar e do perceber dos professores. 2019. 1 recurso online (90 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Amaral_ThaylaKaytyCardosoTavares_M.pdf1.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.