Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333946
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Discursos sobre o gerencialismo e a performatividade : a trajetória da política de avaliação educacional na rede municipal de ensino de São Paulo (1989 a 2016)
Title Alternative: Discouses about the managerialism and the perfomativity : the trajectory of the evaluation policy of the Muncipal Education Network of São Paulo (1989 a 2016)
Author: Sousa, Mauricio, 1972-
Advisor: Sordi, Mara Regina Lemes de, 1955-
Abstract: Resumo: A trajetória da política de avaliação educacional, em especial a avaliação externa em larga escala, da Rede Municipal de Ensino da cidade de São Paulo, no período de 1989 a 2016, é descrita neste trabalho. Para a análise, recorremos aos pressupostos teóricos de Stephen Ball, sobre a abordagem do ciclo de políticas (policy cycle approach), descrevendo os contextos de influência, produção e prática dessas políticas de avaliação educacional nessa rede de ensino. Por meio da análise de conteúdo, construímos duas categorias: o gerencialismo e a performatividade, conceitos desenvolvidos nas pesquisas de Stephen Ball. Com base nessa construção teórico-metodológica, realizamos a análise documental produzida pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, que orienta as políticas de avaliação educacional dessa rede. Concomitantemente à análise documental, entrevistamos os formuladores de políticas ¿ ex-secretários municipais de Educação e ex-diretores do Departamento de Orientações Técnicas ¿ dessa rede de ensino. Esses atores foram escolhidos por serem os responsáveis pelo processo de formulação e implementação das políticas educacionais do município. Alicerçados pelos dados coletados, os documentos e as entrevistas, verificamos que, no período de 1989 a 2016, a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo foi construindo uma política de avaliação educacional alinhada com as práticas do gerencialismo e da performatividade. Mesmo que alguns governos, nesse período, tenham negado ou contestado o gerencialismo e a performatividade, a partir do ano de 2005, evidencia-se um aprofundamento dessas práticas, em especial, com a adoção de um sistema próprio de avaliação externa em larga escala, e o alinhamento às políticas de monitoramento e controle da educação via avaliação externa em larga escala, seguindo as mesmas políticas implementadas do governo federal que, por sua vez, são apoiadas em recomendações de organismos internacionais. Desta forma, concluímos que a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo tem adotado políticas educacionais, principalmente nos últimos quinze anos, centradas nos resultados das avaliações externas em larga escala e, assim, reduzido a concepção de educação e qualidade; a melhoria do desempenho nas avaliações externas em larga escala; e quase negando uma educação direcionada à formação humana de seus estudantes

Abstract: The trajectory of the evaluation policy, especially the large-scale external evaluation of the Municipal Education Network of the city of Sao Paulo, between 1989 and 2016, is described in this paper. To analyze it, we resorted to Stephen Ball¿s theoretical assumptions about the policy cycle approach, describing the context of influence, production, and practice of these educational policies on this teaching network. By means of content analysis, we built two categories: the managerialism and the performativity, concepts developed on Stephen Ball¿s researches. Based on this theoretical-methodological construction, we did a documental analysis provided by the Municipal Education Secretary, which guides the educational evaluation policies of this network. Simultaneously to the documental analysis, we interviewed the policy makers ¿ former municipal secretaries of Education and former directors of Department of Technical Guidance ¿ of this teaching networking. These actors where chosen because they are responsible for the process of making and implementing educational policies in the city. Based on the data collected, the documents, and the interviews, we verified that between the period of 1989 and 2016, the Municipal Education Network of Sao Paulo was building an educational evaluation policy aligned to managerialism and performativity practices. Even though some governments in that period denied or contested the managerialism and performativity, since 2005, it was evident a deepening of these practices, especially with the adoption of their own large-scale external evaluation system, and the alignment to policies of monitoring and control of education through large-scale external evaluation, following the same policies implemented by the federal government, which are also supported by international organisations. Thus, we conclude that the Municipal Education Network of Sao Paulo has been adopting educational policies, especially in the last fifteen years, that are centered on the results of the large-scale external evaluation and, this way, reducing the conception of education and quality; the improvement of the large-scale external evaluation; and almost denying the students an education focused on human training
Subject: Avaliação educacional
Gerencialismo
Performatividade
Educação - Qualidade
Sistema municipal de ensino
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SOUSA, Mauricio. Discursos sobre o gerencialismo e a performatividade: a trajetória da política de avaliação educacional na rede municipal de ensino de São Paulo (1989 a 2016). 2019. 1 recurso online (287 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sousa_MauricioDe_D.pdf4.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.