Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333854
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Anestesia espinhal para cesareana eletiva : emprego da associação de Bupivacaina a diferentes doses de Fentanil - ensaio clínico randomizado
Title Alternative: Spinal anesthesia for elective cesarean section : association of bupivacaine with different doses of fentanyl - randomized clinical trail
Author: Ferrarezi, Wesla Packer Pfeifer, 1983-
Advisor: Braga, Angélica de Fátima de Assunção, 1952-
Abstract: Resumo: Na literatura são diversos os trabalhos que avaliam a eficácia de diferentes doses de fentanil associados a bupivacaina para anestesia subaracnóidea em cesarianas. Entretanto, as conclusões destes estudos são divergentes e dependentes de vários fatores relacionados a conduta cirúrgica adotada pelas diferentes instituições onde estes procedimentos são realizados. Neste estudo, foram avaliadas, em mulheres submetidas a anestesia subaracnóidea para operação cesariana eletiva, os efeitos da associação de bupivacaina hiperbárica a 0,5% (10mg) com diferentes doses de fentanil (0, 7,5, 10 e 15µg) em relação a: características do bloqueio anestésico (latência e nível do bloqueio sensitivo; grau e duração do bloqueio motor; duração e qualidade de analgesia); repercussões maternas (cardiocirculatórias e respiratórias); repercussões neonatais (índice de Apgar) e efeitos colaterais maternos. Foram incluídas no estudo 124 gravidas distribuídas aleatoriamente em 4 grupos (n=31), de acordo com lista gerada por programa estatístico (SAS): Grupo I - bupivacaina hiperbárica 0,5% (10mg - 2,0mL) + fentanil (15µg - 0,3mL) + solução fisiológica 0,9% (0,7mL); Grupo II - bupivacaina hiperbárica 0,5% (10mg - 2,0mL) + fentanil (10µg - 0,2mL) + solução fisiológica 0,9% (0,8mL); Grupo III - bupivacaina hiperbárica 0,5% (10mg - 2,0mL) + fentanil (7,5µg - 0,15mL) + solução fisiológica 0,9% (0,85mL) e Grupo IV - bupivacaina hiperbarica 0,5% (10mg - 2,0mL) + solução fisiológica 0,9% (1,0mL). Em todos os grupos o volume total da solução foi de 3mL. Para a análise das características das pacientes, tempo para reversão de bloqueio motor, duração da analgesia e parâmetros cardiorrespiratórios foi usado o teste de Kruskal-Wallis; o teste exato de Fisher, para a distribuição das pacientes de acordo com o estado físico (ASA), latência do bloqueio sensitivo, qualidade de analgesia, falha de bloqueio, nível de bloqueio sensitivo; grau de bloqueio motor. O teste do qui-quadrado, para a necessidade de uso de vasopressores e efeitos adversos maternos. Na análise estatística dos parâmetros cardiocirculatórios e respiratórios maternos, o momento M2 foi considerado a média dos valores médios obtidos em intervalos de 5 minutos durante os primeiros 30 minutos da cirurgia. O nível de significância foi de 5%. Foi utilizado o programa computacional: The SAS System for Windows (Statistical Analysis System), versão 9.2. SAS Institute Inc, 2002-2008, Cary, NC, USA. Nossos resultados mostram que a qualidade de analgesia foi significativamente melhor, com maior número de excelente, em todos os grupos em que foi utilizado o fentanil, assim como o tempo para a queixa de dor e para reversão de bloqueio motor. Entretanto, o emprego de fentanil na raquianestesia esteve associado a maior ocorrência de efeitos colaterais como prurido. Não houve diferenças estatisticamente significantes entre os grupos em relação a latência, nível de bloqueio sensitivo e grau de bloqueio motor, bem como em relação ao índice de vitalidade dos recém-nascidos e repercussões cardiocirculatórias e respiratórias maternas. Nossos resultados permitem concluir que, entre as soluções estudadas, a associação de 10mg de bupivacaina hiperbárica e fentanil na dose de 7,5µg, mostrou-se bastante eficaz para realização de raquianestesia para operação cesariana

Abstract: In the literature, there are several studies evaluating the efficacy of different doses of fentanyl, associated with bupivacaine, for spinal anesthesia in cesarean sections. However, the conclusions among these studies are divergent and dependent on several factors related to the surgical conduct adopted by the different institutions where these procedures are performed. In this study, the effects of the association of hyperbaric bupivacaine at 0.5% (10mg) with different doses of fentanyl (0, 7.5, 10 and 15µg) were evaluated in women under spinal anesthesia for elective cesarean section regarding to: characteristics of anesthetic blockade (latency and level of sensory blockade, degree and duration of motor blockade, duration and quality of analgesia); maternal (cardiovascular and respiratory) repercussions; neonatal repercussions (Apgar score), and maternal side effects. RESULTS: Twenty - four pregnant women were randomly distributed in four groups (n = 31) according to the statistical program list (SAS): Group I - hyperbaric bupivacaine 0.5% (10mg - 2.0mL) + fentanyl (15µg - 0.3 mL) + 0.9% physiological solution (0.7 mL); Group II - hyperbaric bupivacaine 0.5% (10mg - 2.0mL) + fentanyl (10µg -0,2mL) + physiological solution 0.9% (0.8mL); Group III - hyperbaric bupivacaine 0.5% (10mg - 2.0mL) + fentanyl (7.5µg - 0.15mL) + 0.9% physiological solution (0.85mL) and Group IV - hyperbaric bupivacaine 0.5% ( 10mg - 2.0mL) + 0.9% saline solution (1.0mL). Regarding the statistical analysis, the Kruskal- Wallis test was used to analyze the characteristics of the patients, time for motor release, analgesia's duration, and cardiopulmonary parameters. Fisher's exact test, for the distribution of patients according to physical state (ASA), the latency of the sensory block, quality of analgesia, block failure, sensory block level; motor block. The chisquare test was used to evaluate the use of vasopressors and maternal adverse effects. On the statistical analysis of maternal cardiovascular and respiratory parameters, moment M2 was the mean of all mean values obtained at 5-minute intervals during the surgery's first 30 minutes. The significance level was 5%. For statistical analysis, the computational program "SAS System for Windows" (Statistical Analysis System, version 9.2. SAS Institute Inc, 2002-2008, Cary, NC, USA) was used. Our results show that the analgesia's quality was significantly better, with a higher number of "excellent," in all groups in which fentanyl was used, as well as the time for the pain complaint, and also the limb's movements recover. However, the use of fentanyl in spinal anesthesia was associated with a higher occurrence of side effects such as pruritus. As expected, there were no statistically significant diferences between groups concerning latency, level of the sensory blockade and motor blockade degree, as well as with the vitality index of newborns and maternal cardiovascular and respiratory repercussions. These results allow us to conclude that among the solutions studied, the association of hyperbaric bupivacaine 10mg with fentanyl in the dose of 7.5µg, was quite adequate for cesarean section under spinal anesthesia
Subject: Cesárea
Raquianestesia
Bupivacaína
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FERRAREZI, Wesla Packer Pfeifer. Anestesia espinhal para cesareana eletiva: emprego da associação de Bupivacaina a diferentes doses de Fentanil - ensaio clínico randomizado. 2019. 1 recurso online (73 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferrarezi_WeslaPackerPfeifer_M.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.