Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333842
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: A cultura do roteiro no cinema brasileiro dos anos 1950 : uma introdução = The culture of the screenplay in Brazilian cinema in the 1950s: an introduction
Title Alternative: The culture of the screenplay in Brazilian cinema in the 1950s : an introduction
Author: Romanzoti, Natasha, 1989-
Advisor: Suppia, Alfredo Luiz Paes de Oliveira, 1975-
Abstract: Resumo: Este trabalho busca privilegiar o roteiro em um percurso de investigação histórica e estética do cinema brasileiro a partir de um recorte temporal: a análise e comparação de quatro roteiros da década de 1950. Dois desses roteiros são de filmes com produções independentes - "O Grande Momento" (1958), escrito e dirigido por Roberto Santos, e "Agulha no Palheiro" (1953), escrito e dirigido por Alex Viany -, e dois são de filmes com produções industriais - "O Homem do Sputnik" (1959), dirigido por Carlos Manga, escrito por José Cajado Filho e produzido pela Atlântida Cinematográfica e "Esquina da Ilusão" (1953), dirigido por Ruggero Jacobbi, escrito por Ruggero Jacobbi e Jorge Kraisky com diálogos de Gustavo Nonnenberg e produzido pela Companhia Cinematográfica Vera Cruz. Por se tratarem de quatro projetos cinematográficos únicos com modos de produção distintos, a comparação não somente dos elementos narrativos e dramatúrgicos, mas também dos aspectos formais desses roteiros pode revelar dados interessantes sobre o que caracteriza esses produtos considerados "independentes" e "de estúdio" nos anos 1950, bem como suas relações com as demais etapas da criação de filmes

Abstract: This research aims to privilege the screenplay in a course of historical and aesthetic investigation of the Brazilian cinema from a temporal cut: the analysis and comparison of four scripts of the 1950s. Two of them are from films with independent productions - "O Grande Momento" (1958), written and directed by Roberto Santos, and "Agulha no Palheiro" (1953), written and directed by Alex Viany - and two of them are from films with industrial productions ¿ "O Homem do Sputnik" (1959), directed by Carlos Manga, written by José Cajado Filho and produced by Atlântida Cinematográfica and "Esquina da Ilusão" (1953), directed by Ruggero Jacobbi, written by Ruggero Jacobbi and Jorge Kraisky with dialogues by Gustavo Nonnenberg and produced by Companhia Cinematográfica Vera Cruz. Because they are four unique cinematic projects with distinct modes of production, comparing not only the narrative and dramaturgical elements but also the formal aspects of these scripts may reveal interesting data about what characterizes these "independent" or "industrial" products in the 1950s, as well as their relationships with the other steps in the filmmaking process
Subject: Cinema - Brasil
Cinema independente
Roteiros cinematográficos
Cinema - História - 1950
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ROMANZOTI, Natasha. A cultura do roteiro no cinema brasileiro dos anos 1950: uma introdução = The culture of the screenplay in Brazilian cinema in the 1950s: an introduction. 2018. 1 recurso online (190 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Romanzoti_Natasha_M.pdf7.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.