Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333675
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Initial depth model building using robust time-migration velocity analysis methods : Construção de um model inicial em profundidade usando métodos robustos de análise de velocidade por migração em tempo
Title Alternative: Construção de um modelo inicial em profundidade usando métodos robustos de análise de velocidade por migração em tempo
Author: Santos, Henrique Bueno dos, 1986-
Advisor: Schleicher, Joerg Dietrich Wilhelm, 1964-
Abstract: Resumo: A necessidade de investigar regiões formadas por estruturas geológicas complexas tem motivado o desenvolvimento de métodos de imageamento que atuem no domínio da profundidade. Exemplos notáveis são as técnicas de migração pré-empilhamento em profundidade (PSDM, do inglês "prestack depth migration") e a tomografia de onda completa (FWT, do inglês "full-waveform tomography"). No entanto, a aplicação desses métodos enfrenta ao menos dois desafios: eles requerem (1) um modelo de velocidade (inicial) preciso, e (2) elevado poder computacional. Por outro lado, a migração em tempo provou ser um processo robusto e muito rápido, tornando-se rotineiramente empregado para o imageamento sísmico. Além disso, a construção de modelos de velocidade em tempo é um processo bem compreendido. Portanto, é altamente desejável usar as técnicas de conversão tempo-profundidade para construir, a partir desses modelos de velocidade no domi?nio do tempo, modelos de velocidade iniciais para te?cnicas que operam em profundidade. Neste trabalho, investigamos a aplicabilidade de um fluxo de trabalho formado por alguns recém-desenvolvidos métodos (semi-) automáticos de análise de velocidade de migração em tempo (MVA, do inglês "migration velocity analysis"), capazes de gerar modelos de velocidade e imagens migradas no tempo sem precisar de informações a priori, seguido por uma técnica robusta de conversão tempo-profundidade. Discutimos as vantagens e limitações desse fluxo de trabalho e suas perspectivas para se tornar uma ferramenta plenamente automática, capaz de gerar modelos de velocidade sísmica para o uso subsequente em métodos de FWT. Nos nossos testes em diferentes versões dos dados Marmousi, o procedimento proposto produziu modelos de velocidade iniciais suficientemente precisos para uma FWT sob condições quase ideais. Começando no modelo de velocidade do domínio do tempo convertido para profundidade, a FWT convergiu para um modelo final com qualidade comparável a quando feito a partir de uma versão suavizada do modelo de velocidade verdadeiro. Isso indica que a correta informação sobre a velocidade de fundo pode ser extraída com sucesso pela MVA automática no domínio do tempo mesmo em meios onde a migração em tempo não pode fornecer imagens sísmicas satisfatórias. Como resultado, esta tese não só contribui para o desenvolvimento de um fluxo de trabalho para a construção de modelos de velocidade iniciais para a FWT, mas também apresenta várias aplicações inovadoras

Abstract: The need to investigate regions with complex geology has encouraged the development of imaging methods that act in the depth domain. Notable examples are prestack depth migration (PSDM) and full-waveform tomography (FWT). However, the application of these techniques faces at least two challenges: they require (1) an accurate (initial) velocity model and (2) massive computation power. In contrast, time migration has proven to be a fast and robust process, making it routinely used for seismic imaging. Moreover, time-domain velocity-model building is a well-understood process. Therefore, it is highly desirable to use time-to-depth conversion to construct starting models for depth-imaging techniques from these time-domain velocity models. In this work, we investigate the applicability of a workflow consisting of some recent (semi-) automatic time migration-velocity-analysis (MVA) methods, which can generate a velocity model and a time-migrated image without a priori information, followed by a robust time-to-depth conversion technique. We discuss advantages and limitations of this workflow and its perspectives to become a fully automatic tool, capable of generating initial seismic depth velocity models for subsequent FWT methods. In our tests on different versions of the Marmousi data, the proposed procedure produced sufficiently accurate initial models for an FWT under nearly ideal conditions. Starting at the depth-converted time-domain model, FWT converged to a final model of comparable quality as when starting at a smoothed version of the true velocity model. This indicates that correct background velocity information can be successfully extracted from automatic time-domain MVA even in media where time-migration cannot provide satisfactory seismic images. In effect, this thesis not only contributes to the development of a workflow for the construction of initial velocity-models for FWT but also presents several innovative applications thereof
Subject: Geofísica
Método sísmico de reflexão
Propagação de ondas
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Citation: SANTOS, Henrique Bueno dos. Initial depth model building using robust time-migration velocity analysis methods: Construção de um model inicial em profundidade usando métodos robustos de análise de velocidade por migração em tempo. 2015. 1 recurso online (270 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecânica e Instituto de Geociências, Campinas, SP.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_HenriqueBuenoDos_D.pdf20.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.