Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333421
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Expressão de microRNAs envolvidos na resposta inflamatória e de genes relacionados ao estresse oxidativo em pacientes com anemia falciforme com e sem úlcera de perna
Title Alternative: Expression of microRNAs involved in the inflammatory response and genes related to oxidative stress in patients with sickle cell anemia with and without leg ulcer
Author: Piellusch, Bruna Facanali, 1991-
Advisor: Santos, Magnun Nueldo Nunes dos, 1984-
Abstract: Resumo: A úlcera de perna é uma complicação debilitante da Anemia Falciforme (AF) que reduz significativamente a qualidade de vida dos pacientes. A etiologia das úlceras de perna ainda não está completamente elucidada, mas sabe-se que a causa é uma combinação de múltiplos fatores, incluindo obstrução mecânica da microcirculação pelas células falcizadas, diminuição do aporte de oxigênio devido à anemia, infecções, traumas, doenças venosas, dentre outros. Os microRNAs (miRNAs) são pequenos RNAs não codificantes com cerca de 22 nucleotídeos que regulam a expressão dos seus alvos de maneira pós-transcricional, e encontram-se envolvidos em praticamente todos os processos biológicos, fato que torna-os candidatos a moduladores da AF. Até o momento, poucos trabalhos avaliaram a associação de miRNAs à úlcera de perna em pacientes com AF, sendo assim, o objetivo deste trabalho foi analisar o perfil de expressão de miRNAs envolvidos com a via inflamatória em células mononucleares de pacientes com AF com e sem úlcera de perna, acompanhados em Pernambuco, e, adicionalmente, analisar o perfil de expressão de genes relacionados com o estresse oxidativo em reticulócitos desses mesmos pacientes. Foram incluídos 18 indivíduos do sexo masculino, divididos em três grupos: pacientes com AF com e sem úlcera de perna e voluntários saudáveis (nomeados como HbSS-LU, HbSS e HbAA, respectivamente). A expressão de 84 miRNAs envolvidos nas vias inflamatórias foi avaliada através do miScript miRNA PCR Array (Qiagen). Desses, quatro miRNAs apresentaram expressão aumentada no grupo HbSS-LU quando comparados ao grupo HbAA: o miR-15a-5p, miR-16-5p e miR-195-5p, que pertencem à mesma família de miRNA, e miR-548d-3p. Após as análises in silico, foi observado que esses miRNAs tem um alvo predito em comum, o VEGFA, envolvido no processo de cicatrização de úlceras venosas, promovendo a angiogênese. Adicionalmente, dois outros miRNAs, miR-21-5p (expressão aumentada) e miR-125b-5p (expressão diminuída), foram reportados quando comparados HbSS versus HbAA. A análise in silico do miR-21-5p revelou o BMPR2, gene relacionado com a inibição da resposta inflamatória, como um possível alvo, enquanto o miR-125b-5p pode possivelmente bloquear a expressão das citocinas IL16 e TNFSF4. Adicionalmente, a expressão de 84 genes envolvidos com estresse oxidativo e defesa antioxidante foi analisada com o ensaio RT2 Profiler PCR Array (Qiagen), e foi observada a diminuição da expressão de dois genes quando comparados HbSS-LU versus HbSS, PKNP e SXRN1, ambos relacionados à defesa contra os danos causados pelo estresse oxidativo. A expressão diferencial de miRNAs e genes encontrada neste estudo pode estar relacionada com uma possível modulação da gravidade clínica da AF, bem como estar associada à etiologia das úlceras de perna. No entanto, os resultados devem ser validados em amostras de tamanho representativo das populações e estudos experimentais são necessários para melhor entendimento da fisiopatologia

Abstract: Leg ulcer is a debilitating complication of sickle cell anemia (SCA) that significantly reduces the quality of life. The etiology of leg ulcers is not yet completely elucidated, but it is known that the cause is a combination of multiple factors, including mechanical obstruction, decreased oxygen delivery due to anemia, infections, trauma and venous disease. MicroRNAs (miRNAs) are small non-coding RNAs with approximately 22 nucleotides that regulate the expression of their targets post-transcriptionally. These molecules are involved in virtually all biological processes, and could be potential modulators of SCA. However, to date, there have been few reports linking miRNA expression to leg ulcers in SCA. Thus, the aim of this work was to analyze the expression profile of miRNAs involved with the inflammatory pathways in mononuclear cells of patients with SCA with and without leg ulcer from Pernambuco and, in addition, to analyze the expression profile of genes related to oxidative stress in reticulocytes from the same individuals. Eighteen adult male participants were included in the study, divided in three groups: patients with SCA with and without leg ulcer and healthy volunteers (named HbSS-LU, HbSS and HbAA, respectively). Expression of 84 miRNAs involved in the inflammatory pathways was evaluated using miScript miRNA PCR Array (Qiagen). Of these, four miRNAs were upregulated in the HbSS-LU group when compared to the HbAA group: miR-15a-5p, miR-16-5p and miR-195-5p, which belong to the same miRNA family, and miR-548d- 3p. After in silico analysis, it was observed that these miRNAs have a common predicted target, VEGFA, involved in the healing process of venous ulcers and promoting angiogenesis. In addition, two other miRNAs, miR-21-5p (upregulated) and miR-125b-5p (downregulated), were reported when compared HbSS versus HbAA. In silico analysis of miR-21-5p revealed BMPR2, gene related to the inhibition of the inflammatory response, as a possible target, whereas miR-125b-5p could be possibly targeting the cytokine genes IL16 and TNFSF4. Additionally, the expression of 84 genes involved in oxidative stress and antioxidant defense was analyzed with RT2 Profiler PCR Array (Qiagen), and two genes were downregulated when compared HbSS-LU versus HbSS, PKNP and SXRN1, both related to antioxidant defense. The differential expression of miRNAs and genes found in this study could be related to a possible modulation of the clinical severity of SCA, as well as being associated with the etiology of leg ulcers. However, the results should be validated on samples of representative population size and experimental studies are required for a better understanding of pathophysiology
Subject: Anemia falciforme
Úlcera da perna
MicroRNAs
Estresse oxidativo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PIELLUSCH, Bruna Facanali. Expressão de microRNAs envolvidos na resposta inflamatória e de genes relacionados ao estresse oxidativo em pacientes com anemia falciforme com e sem úlcera de perna. 2018. 1 recurso online (88 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Piellusch_BrunaFacanali_M.pdf3.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.