Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333354
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Turismo sustentável : o protagonismo da juventude e a conservação do patrimônio natural-cultural do quilombo de Ivaporunduva no Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil  
Title Alternative: Sustainable : the protagonism of youth and the conservation of the natural-cultural heritage of the Ivaporunduva quilombo in the Vale do Ribeira, São Paulo, Brazil  
Author: Martins, Mayara Roberta, 1986-
Advisor: Futemma, Célia Regina Tomiko, 1965-
Abstract: Resumo: Esta tese discute o turismo sustentável na perspectiva de auto-organização de base comunitária com o foco na participação social dos jovens de uma comunidade rural negra (quilombo) localizada na região do Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil. Este território integra um mosaico de unidades de conservação do ecossistema do Bioma Mata Atlântica, um dos principais hotspots de biodiversidade do planeta e reconhecido como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO. No estado de São Paulo, a região possui índices críticos de desenvolvimento socioeconômico. No entanto, o surgimento de projetos de turismo de base comunitária (TBC) tem gerado oportunidades de emprego e renda para as áreas rurais, principalmente, para minimizar o êxodo dos mais jovens. Para compreender essas dinâmicas, optou-se pela pesquisa interdisciplinar entre as ciências sociais aplicadas, ciências políticas e ambientais, a partir do arcabouço teórico-metodológico da Análise Institucional e Desenvolvimento (IAD Framework) inserindo o turismo como bem comum ("tourism commons", expressão em inglês). Adicionou-se na análise, a formação do capital social e humano para compreender a participação social dos jovens no turismo e na conservação do patrimônio natural-cultural. Como metodologia foi utilizada o estudo de caso de uma abordagem qualitativa, a partir de dados coletados por meio de intenso trabalho de campo e observação simples do contexto-situacional, a realização de quatro entrevistas semiestruturadas com atores-chaves (lideranças comunitárias) e a aplicação de 35 questionários aos jovens quilombolas de 18 a 35 anos (10% da amostra populacional). Para a análise dos dados foi realizada a análise descritiva e de estatística multivariada com o software SAS (Statistical Analysis Software), análise de Clusters e o modelo IAD. Os resultados e as discussões indicaram a importância do reconhecimento e da segurança jurídica do uso coletivo do território, que foi legitimado pelo histórico das lideranças mais antigas, como ponto-chave para o desenvolvimento do TBC em Ivaporunduva. A consistência de sua organização social (capital social) propiciou a ascensão dos mais jovens no turismo pelo envolvimento com aprendizados empíricos e ao aprimoramento técnico e profissional (capital humano). A participação feminina no turismo voltou-se principalmente para o artesanato, a gastronomia, os serviços gerais para a hospedagem na pousada, a venda de produtos in natura (ex. banana orgânica), as oficinas técnicas, as trilhas ecológicas e junto à coordenação do grupo de turismo. Os jovens homens envolveram-se em funções de planejamento e controle das visitações, organização e remuneração dos grupos de trabalho, contato com agências de turismo e com organizações externas (públicas e privadas), o que favoreceu a sucessão nos papéis de liderança. Por fim, espera-se que essa pesquisa contribua como ferramenta de planejamento do turismo para outros contextos, cujo desafio é possibilitar estímulos para a permanência dos jovens nas áreas rurais. Tudo isso, envolverá a interação dos aprendizados ecológicos e culturais entre as gerações, de modo a garantir avaliações constantes das ações no turismo e no patrimônio natural-cultural, como expressões da memória e do futuro das próximas gerações

Abstract: This doctoral dissertation discusses sustainable tourism from the perspective of community and self-organization with focus on the social participation of young people from a black rural community (quilombo) located in the Vale do Ribeira region, São Paulo, Brazil. This territory is part of a mosaic of protected areas of the ecosystem of the Atlantic Forest Biome, one of the main biodiversity hotspots of the planet and recognized as Natural Heritage of Humanity by UNESCO. In the state of São Paulo, the region has critical indexes of socioeconomic development. However, the emergence of community-based tourism projects (TBC) has generated employment and income opportunities for rural areas, mainly to minimize the exodus of young people. To understand these dynamics, the design of interdisciplinary research between the applied social sciences, political sciences and environment was chosen from the theoretical-methodological framework of the Institutional Analysis and Development (IAD Framework), by considering tourism as a common ("tourism commons"). The analysis included the formation of social and human capital to understand the social participation of young people in tourism and the conservation of natural and cultural heritage. As a methodology, the case study of a qualitative approach was used, based on data collected through intense field work and simple context-situational observation, four semi-structured interviews with key actors (community leaders) and the application of 35 questionnaires to young male and females from 18 to 35 years old (10% of the sample population). For the analysis of the data, a descriptive and multivariate analysis was performed with the SAS software (Statistical Analysis Software), Cluster analysis and the IAD model. The results and discussions indicated the importance of the recognition and legal security of the collective use of the territory, which was legitimized by the history of the older leaders as a key point for the development of TBC in Ivaporunduva. The social organization (social capital) led to the interest of young people in tourism due to empirical learnings and improvement of capacity building (human capital). The female participation in tourism was geared towards mainly craftwork, gastronomy, general services for the accommodation at the lodging, sale of fresh products (e.g., organic banana), technical workshops, ecological trails and coordination of the tourism group. The young men were involved in planning and administrative functions of visitations, organizing and paying the working groups, contacting travel agencies and external organizations (public and private). Finally, this research is expected to contribute as a tool for the planning of tourism but in other contexts, whose challenge is to provide incentives for the permanence of youth in the rural areas. All this will involve the interaction of ecological and cultural learning across generations, in order to ensure constant evaluations of actions in tourism and natural-cultural heritage, as expressions of the memory and future of the next generations
Subject: Turismo sustentável
Juventude rural
Patrimônio natural
Patrimônio cultural
Quilombos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MARTINS, Mayara Roberta. Turismo sustentável: o protagonismo da juventude e a conservação do patrimônio natural-cultural do quilombo de Ivaporunduva no Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil  . 2018. 1 recurso online (225 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Martins_MayaraRoberta_D.pdf7.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.