Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333326
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Validação da versão brasileira do Functional Assessment of Cancer Therapy-Prostate (FACT-P, versão 4) em homens com câncer de próstata não metastático : Validation of the brazilian version of Functional Assessment of Cancer Therapy-Prostate (FACT-P, version 4) in men with nonmetastatic prostate cancer
Title Alternative: Validation of the brazilian version of Functional Assessment of Cancer Therapy-Prostate (FACT-P, version 4) in men with nonmetastatic prostate cancer
Author: Held, Priscila Antonichelli de, 1985-
Advisor: Matheus, Wagner Eduardo
Abstract: Resumo: O câncer de próstata (CaP) é a segunda neoplasia maligna mais frequente entre os homens e suas opções terapêuticas causam um impacto na qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) destes pacientes devido aos seus efeitos adversos e complicações em longo-prazo. Atualmente, não há suficiente informação sobre instrumentos em homens brasileiros. A maioria deles foi desenvolvida e validada em outros países e não necessariamente pode representar os mesmos conceitos de saúde, doença e bem-estar que configuram nossa população. Assim, este estudo teve como objetivo validar a versão brasileira do questionário Functional Assessment of Cancer Therapy-Prostate (FACT-P) (versão 4) em homens com CaP não metastático por meio da avaliação da confiabilidade e da validade de construto. Trata-se de um estudo metodológico que foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) (Parecer número 1.377.772), no qual foram avaliados pacientes com diagnóstico histopatológico de CaP em acompanhamento no Ambulatório de Urologia Oncológica do Hospital de Clínicas da Unicamp. Todos os participantes foram submetidos à aplicação dos questionários SF-36 (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey) e FACT-P (versão 4). Após 7 a 15 dias, o questionário FACT-P (versão 4) foi reaplicado. Para a avaliação da confiabilidade foram analisadas a consistência interna por meio do coeficiente 'alfa' de Cronbach e a estabilidade com emprego do coeficiente de correlação intraclasse (ICC). A validade de construto foi avaliada por meio da análise da estrutura de fatores do questionário (análise fatorial), de sua correlação com o questionário SF-36 (validade convergente) e pela comparação entre pacientes com diferentes classificações de risco do tumor segundo a International Society of Urological Pathology (validade de grupos conhecidos). Foram avaliados 112 pacientes com CaP não metastático. Quanto à confiabilidade, foram obtidos satisfatórios coeficientes 'alfa' de Cronbach (0,64-0,88) e ICC (0,75-0,93). Com relação à validade de construto, na análise fatorial confirmatória observou-se que a estrutura inicial do instrumento não se mostrou adequada. Foi então realizada a análise fatorial exploratória do domínio "Preocupações Adicionais" que apresenta questões específicas do CaP, porém com características que complementam e se sobrepõem aos outros domínios que compõem o instrumento. Nesta análise foram extraídos deste domínio três fatores intitulados de acordo com o conteúdo de seus itens: "Dor", "Função urinária e intestinal" e "Bem-estar geral e função sexual" e os dados sugeriram a exclusão de três itens dada a composição da amostra estudada. As correlações verificadas (r0,3-0,72) entre o FACT-P (versão 4) e o SF-36 apontaram para a validade convergente. Na amostra estudada o questionário FACT-P (versão 4) não foi capaz de discriminar a QVRS de pacientes com diferentes classificações de risco. Como conclusão, os resultados deste estudo demonstraram que a versão brasileira do questionário FACT-P (versão 4) mostrou evidências de confiabilidade e validade para a avaliação da QVRS em homens com CaP não metastáticos. Entretanto, são recomendados novos estudos que incluam pacientes metastáticos e com vistas a testar a estrutura de fatores do domínio "Preocupações Adicionais", bem como verificar a validade de grupos conhecidos

Abstract: Prostate cancer (PCa) is the second most common malignant tumor among men and its therapeutic options are responsible for significant impacts in the patients¿ health-related quality of life (HRQOL) due to side effects and long-term complications. Currently, there are not enough information of this assessments on Brazilian patients. Most questionnaires have been developed and validated abroad. They may not represent the health, illness and well-being concepts of our population. To address this concern, the purpose of this study was to validate the Brazilian version of the Functional Assessment of Cancer Therapy-Prostate (FACT-P) (version 4) questionnaire in men diagnosed with nonmetastatic PCa by assessing reliability and construct validity. This was a methodological study, that was approved by the State University of Campinas' Ethics in Research Committee (License number 1.377.772) and evaluated patients with PCa undergoing treatment at the Urology Department in the University of Campinas' Hospital. All patients participating the study were submitted to SF-36 (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey) and FACT-P (version 4) questionnaires. From 7 to 15 days, FACT-P (version 4) was reapplied. The reliability was assessed by internal consistency using the Cronbach's 'alpha' coefficient and test-retest reliability using intra-class correlation coefficient (ICC). Construct validity was assessed through factor analysis, convergent validity (SF-36 was compared to FACT-P) and known-groups validity (the ability of the scale to differentiate patients with different tumor risk classification according to the International Society of Urological Pathology). One hundred and twelve patients with non-metastatic PCa were included in this study. FACT-P had high internal consistency (Cronbach's 'alpha' coefficient ranged from 0,64 to 0,88) and ICC were considered satisfactory (0,75-0,93). The confirmatory factor analysis did not generate consistent components. The exploratory factor analysis of the subscale "Additional Concerns" was carried out because this scale presents specific items of the PCa, but has some degree of overlapping items compared with the other subscales. The results of this analysis were three factors entitled according to the content of its items: "Pain", "Intestinal and Urinary Functions" and "Well-being and sexual functions" and the data suggested the exclusion of three items given the composition of the sample studied. The verified correlations (r0,3-0,72) between FACT-P (version 4) and SF-36 confirm convergent validity. In the sample studied, the FACT-P (version 4) was not able to discriminate the HRQOL of patients with different risk stratification for PCa. Therefore, results of this study demonstrate that the Brazilian version of FACT-P (version 4) showed evidence of reliability and validity for the evaluation of HRQOL in men with nonmetastatic PCa. However, further studies including metastatic patients, testing the factor structure of the "Additional Concerns" subscale and assessing the known-groups validity are recommended
Subject: Neoplasias da próstata
Qualidade de vida
Questionários
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: HELD, Priscila Antonichelli de. Validação da versão brasileira do Functional Assessment of Cancer Therapy-Prostate (FACT-P, versão 4) em homens com câncer de próstata não metastático: Validation of the brazilian version of Functional Assessment of Cancer Therapy-Prostate (FACT-P, version 4) in men with nonmetastatic prostate cancer. 2018. 1 recurso online (93 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/333326>. Acesso em: 27 fev. 2019.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Held_PriscilaAntonichelliDe_M.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.