Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333301
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: A UPE une o Paraná : (re)organização do movimento estudantil paranaense (1974-1985)
Title Alternative: SUP (Students Union of Paraná) Unites Paraná : (re) organization of the student movement of Paraná (1974-1985)
Author: Schmitt, Silvana Lazzarotto, 1982-
Advisor: Saviani, Dermeval, 1944-
Abstract: Resumo: Esta tese versa sobre as especificidades da história da organização dos estudantes universitários paranaenses, no período da Ditadura Civil Militar brasileira, com ênfase nos anos 1974 a 1985. As fontes utilizadas para pesquisa foram, especialmente, os documentos arquivados pela polícia política brasileira, sobretudo, da DOPS (Delegacia de Ordem Política e Social) do Paraná. Foram utilizados, ainda, depoimentos de militantes estudantis do período, levantados pela sociedade Direitos Humanos para a Paz. A sistematização da pesquisa esteve pautada na busca pela elucidação da forma como os estudantes paranaenses estiveram organizados e como contribuíram para o processo de luta contra a Ditadura Civil Militar. As fontes permitem identificar a luta dos estudantes para manutenção da articulação do Movimento Estudantil, bem como pela (re) organização das suas entidades de representação. O texto foi organizado a partir da compreensão dos aspectos gerais do período em análise, com ênfase nas questões educacionais; em seguida, há o esclarecimento sobre a forma como o Sistema Nacional de Informações estava estruturado. A partir desses subsídios, para a compreensão das condições objetivas nas quais o ME estava inserido, a pesquisa direcionou-se para a sistematização da organização estudantil em nível nacional, liderada pela UNE (União Nacional dos Estudantes). A proposta partiu do geral para o singular, retomando sempre as articulações entre ambos, uma vez que a totalidade é resultado das relações estabelecidas entre todos os aspectos da realidade e, no caso específico do objeto de estudo, da articulação entre o ME Nacional e Estadual, bem como da articulação destes com o ME Internacional e os demais âmbitos da sociedade. Nessa direção, a pesquisa voltou-se, então, para as especificidades do ME Universitário Paranaense, liderado pela UPE (União Paranaense de Estudantes). Na sequência, as fontes analisadas propiciaram a observação mais detalhada sobre as entidades de base do ME, quais sejam, os Diretórios e Centros Acadêmicos, bem como os Diretórios Centrais dos Estudantes, os quais foram fundamentais no processo de reorganização do ME nacional e estadual. Em seguida, a análise da documentação da DOPS-PR foi direcionada para os militantes estudantis do período, ou seja, para os sujeitos desse processo, com ênfase no período de 1974 a 1985. Assim, foi possível compreender que a organização do ME Universitário no Paraná efetiva-se a partir do final da década de 1960 e início de 1970, quando foram criadas as Universidades Estaduais nos moldes da Reforma Universitária, implementada pelo Governo Militar. Aqui, como nas demais etapas da pesquisa, houve a busca pela organização da sistematização dos resultados de forma clara e objetiva, respeitando a ordem cronológica dos acontecimentos. A pesquisa permitiu compreender que o ME Paranaense esteve articulado às lutas mais amplas da sociedade, que criou formas diferenciadas de organização para manutenção da representatividade da massa estudantil. Algumas bandeiras de luta permearam todo o período ditatorial, dentre elas, a clareza da necessidade de repensar a forma como a Universidade Brasileira estava organizada, a luta por educação de qualidade, por alimentação de qualidade, pelo direito de ter voz, enfim, pela democratização da educação superior no Brasil, gratuita e de qualidade

Abstract: This thesis examines the specificities of the history of the organization of university students in Parana (BR) during the Brazilian Civilian Military Dictatorship, emphasizing the years of 1974 to 1985. The documents registered by the Brazilian political police, mainly DOPS (Department of Political and Social Order) of Paraná were the sources used for research. The statements of student activists of the period, collected by the Human Rights for Peace society were also used. The systematization of the research attempted to understand the way the students of Paraná were organized and how they contributed to the fight against the Civil Military Dictatorship. The sources allowed to identify the students fight to maintain the articulation of the Student Movement (SM), as well as for the (re) organization of their representation entities. The text was organized from the understanding of the general aspects of the period under analysis, with emphasis on educational issues; then it analyses how the National Information System was structured. The research was directed, from these subsidies, towards the systematization of the student organization at national level, led by the National Union of Students, in order to understand the objective conditions in which the SM was inserted. The proposal started from the general to the singular, always resuming the articulations between both, since the totality is the result of the relations established between all aspects of reality and, in the specific case of the object of study, the articulation between the National and State SM, as well as their articulation with the International SM and other areas of society. In this direction, the research turned to the specificities of the University SM of Paraná, led by the SUP (Students Union of Paraná). Subsequently, the analyzed sources provided a more detailed observation on the basic entities of the SM, namely the Directorates and Academic Centers, as well as the Student Directories, which were fundamental in the process of reorganization of the national and state SM. Following that, the analysis was directed to the student militants of the period, with emphasis in Paraná and in the period from 1974 to 1985, during the whole research. Consequently, it was possible to understand that the organization of the University SM in Paraná was put into effect from the late 1960s and early 1970s, when the State Universities were created in the University Reform, implemented by the Military Government. At all stages of the research, there was an attempt to understand the systematization of the results, in a clear and objective way, respecting the chronological order of the events. The research allowed to understand that the SM from Paraná was articulated to the broader fights of society, which created different forms of organization to maintain the representativeness of the student mass. Some flags flights permeated the entire dictatorial period, among them, the need to rethink the way the Brazilian University was organized, the fight for quality education, for quality food, for the right to have a voice, and finally, for democratization of free and quality in higher education in Brazil
Subject: Movimentos estudantis
Ditadura
Brasil - História - 1964-1985
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SCHMITT, Silvana Lazzarotto. A UPE une o Paraná: (re)organização do movimento estudantil paranaense (1974-1985). 2018. 1 recurso online (275 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Schmitt_SilvanaLazzarotto_D.pdf2.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.