Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332867
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação da efetividade de exercícios terapêuticos domiciliares em pacientes com doença falciforme
Title Alternative: Evaluation of effectiveness of home-based therapeutic exercises in patients with sickle cell disease
Author: Zanoni, Camila Tatiana, 1980-
Advisor: Saad, Sara Teresinha Olalla, 1956-
Abstract: Resumo: A doença falciforme é uma doença genética, que resulta em falcização das hemácias, desencadeando fenômenos de vaso-oclusão, episódios de dor e lesão de órgãos. O comprometimento ósseo é a manifestação clínica mais comum na doença falciforme, tanto nos quadros agudos quanto nas crises vaso-oclusivas dolorosas, podendo causar deficiências crônicas e progressivas, como a necrose avascular. Raros são os estudos encontrados na literatura sobre a atuação da fisioterapia como recurso capaz de prevenir e tratar as disfunções do aparelho locomotor presentes nos indivíduos portadores de doença falciforme (DF). O objetivo deste estudo foi avaliar as respostas ao exercício terapêutico por meio da prática diária de exercícios domiciliares, realizando um "follow-up" de três meses, em comparação com um grupo controle. Para isso, foi desenvolvido um manual de orientações para a realização de exercícios terapêuticos domiciliares para portadores de DF. A pesquisa teve início com a avaliação dos pacientes, no Ambulatório de Hemoglobinopatias do Hemocentro da UNICAMP. A avaliação foi constituída de questionários funcionais para coluna lombar: Questionário de Incapacidade Roland Morris (QIRM), Índice de Incapacidade de Oswestry e Start Back Screening Tool-Brasil (SBST), questionário para avaliação da dor (Escala visual analógica de dor ¿ EVA), avaliação da amplitude de movimento articular (ADM) de flexão e extensão de tronco por meio de eletrogoniometria por fibra óptica e avaliação da força muscular (FM) de flexores e extensores de tronco por meio de célula de carga. Após as avaliações, os pacientes foram divididos em dois grupos: Grupo Intervenção (GI) e Grupo Controle (GC). Os pacientes do GI foram orientados quanto à realização dos exercícios terapêuticos domiciliares e receberam o manual de orientações para realização dos exercícios domiciliares e uma agenda para registro das atividades. O protocolo consistiu em exercícios domiciliares diários, que deveriam ser realizados de acordo com o manual de orientações. A duração total do programa foi de três meses. Após três meses (12 semanas) da primeira avaliação foi realizada a avaliação final, conforme o protocolo descrito anteriormente. Os voluntários do GC apenas participaram das avaliações, conforme descrito anteriormente. A amostra final foi constituída por 33 voluntários. O GI foi composto por 18 voluntários com mediana de idade de 44 (28-58) anos. O GC foi composto por 15 voluntários com mediana de idade de 42 (19-58) anos. Após a intervenção, os voluntários foram reavaliados para comparação dos resultados pré e pós intervenção. Para a análise estatística foi utilizado o teste de Wilcoxon. O nível de significância adotado foi de 5% (p<0,05). A comparação de medidas numéricas entre os dois grupos ao longo do tempo mostrou diferença estatisticamente significativa após a intervenção no GI para as variáveis: EVA (p=0,0137), QIRM (p=0,0001), FM de flexão de tronco (p=0,0005) e FM de extensão de tronco (p=0,0066). As variáveis Índice de Oswestry, SBST, ADM de flexão e extensão de tronco não apresentaram diferenças estatisticamente significativas. No conjunto, esses resultados sugerem que a prática diária de exercícios domiciliares pelo período de três meses parece melhorar a capacidade funcional através de uma melhora da dor e fortalecimento muscular em portadores de doença falciforme

Abstract: Sickle cell disease is a genetic disorder, which results in sickling of red blood cells, triggering vaso-occlusion phenomena, episodes of pain and organ damage. Bone involvement is the most common clinical manifestation in sickle cell disease, both in acute and in painful vaso-occlusive crises, which can lead to chronic and progressive deficiencies, such as avascular necrosis. Rare are the studies found in the literature on the performance of physiotherapy as a resource capable of preventing and treating locomotor dysfunctions present in individuals with sickle cell disease (SCD). The aim of this study was to evaluate the response to daily home-based therapeutic exercices, with a three month follow up, compared to a control group. For this end a manual with guidelines for the home-based-based therapeutic exercise was developed for SCD patients. The research began with the evaluation of the patients, at the Hematology and Transfusion Medicine Center of UNICAMP. The evaluation consisted of functional questionnaires for lumbar spine: Roland-Morris Disability Questionnaire (RMDQ), Oswestry Disability Index (ODI) and Start Back Screening Tool-Brasil (SBST), pain assessment questionnaire (Visual Analog Pain Scale - VAS), trunk flexion range of motion (RoM) and trunk extension through electrogoniometry by fiber optics and evaluation of the muscle strength (MS) of the flexor and extensors of trunk through load cell. After the evaluations, the patients were divided into two groups: Intervention Group (IG) and Control Group (CG). The IG patients were counseled regarding the home-based therapeutic exercises. After receiving the orientations, each patient received a guide for the the home-based exercises and an appointment book to register their activity. The protocol included daily exercies to be carried out according to the instructions in the guide. The total duration of the program was three months. After twelve weeks from the the first evaluation, the final evaluation was carried out, according to the protocol with to assess the sustainability of the results obtained through the intervention. CG volunteers only participated in the assessments as described above. The final sample consisted of 33 volunteers. The IG was composed of 18 volunteers with median age of 44 (28-58) years old. The CG was composed of 15 volunteers with median age of 42 (19-58) years old. After the intervention, the volunteers were reassessed for comparison of the pre and post intervention results. The Wilcoxon test was used for the statistical analysis. The level of significance was set at 5% (p <0.05). The comparison of numerical measures between the two groups over time showed a statistically significant difference after the intervention in the GI for the variables: VAS (p = 0.0137), RMQD (p = 0.0001), trunk flexion MS (p = 0.0005) and trunk extension MS (p = 0.0066); though no statistically significant difference compared to CG for variables ODI, SBST, RoM of trunk flexion and extension. Results suggest that daily home-based-based exercise over a three-month period improves functional capacity ammeliorating pain and muscle strength in patients
Subject: Anemia falciforme
Exercícios terapêuticos
Exercícios físicos
Fisioterapia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ZANONI, Camila Tatiana. Avaliação da efetividade de exercícios terapêuticos domiciliares em pacientes com doença falciforme. 2018. 1 recurso online (114 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/332867>. Acesso em: 4 dez. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zanoni_CamilaTatiana_D.pdf9.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.