Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332226
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Sociedade, indenização e liberdade precária : os meandros burocráticos do fundo de emancipação de escravos (São Fancisco do Conde-BA)
Title Alternative: Society, restitution and precarious freedom : the bureaucratic meanders of emancipation of Slaves Emancipation Fund (São Francisco do Conde-BA)
Author: Santana Neto, José Pereira de, 1985-
Advisor: Chalhoub, Sidney, 1957-
Abstract: Resumo: Entre setembro e outubro de 1885, duas mulheres da vila de São Francisco do Conde, Recôncavo baiano, protestaram contra o processo de libertação através do Fundo de Emancipação, artigo terceiro da lei de 1871. Classificação de escravos doentes e com preços exagerados, favorecimentos aos familiares dos integrantes da junta e dos senhores "influentes" do lugar, exclusões de libertandos sem comunicação aos seus proprietários e sem tramitação de qualquer reclamação foram algumas das acusações feitas às autoridades. Os acusados eram integrantes do topo do aparato fiscal, jurídico/militar e político da vila, no caso, o coletor das rendas, o promotor público e o presidente da câmara de vereadores, membros da junta de classificação. Com base nestas denúncias e em cruzamento com outros documentos, a exemplo de inventários, testamentos, recursos administrativos, jornais, dentre outros, e com o auxílio da bibliografia pertinente, analisa-se as investidas de proprietários, escravos e seus familiares para se apropriarem do Fundo de Emancipação. Aos senhores presta-se atenção às suas estratégias para conseguirem as indenizações e a manutenção de vínculos de dependência com os libertos. Quanto aos escravos e forros, busca-se a compreensão das diferentes formas de mobilização para a conquista da liberdade, dentre as quais a realização de matrimônios e a apresentação de pecúlios, e a luta por um melhor lugar na sociedade oitocentista brasileira após a superação do cativeiro. A tese defendida é a de que adquiriram uma liberdade precária. A experiência emancipacionista neste município baiano é interpretada em conexão com o processo internacional de superação da escravidão

Abstract: Between September and October of 1885, two women from the village of São Francisco do Conde, from Recôncavo of Bahia, used an article of the law of 1871 to protest against the liberation process through the Emancipation Fund. Some of the accusations made to the authorities were that slaves were classified as ill and with exaggerated price, favoring relatives from the organization created to promote the processes of emancipation of slaves and of the "influential" landlords, exclusions of ex-slaves without communication to their owners and without processing of any complaint. The accused to commit this faults the accused were members of the local elite, which acted in legal, military and political power stations of the village, as the collector of taxes, the public prosecutor and the mayor. Based on these denunciations and crossing with other documents, such as inventories, wills, administrative resources, newspapers, among others, and with the aid of the bibliography, I analyzed the actions of owners, slaves and their relatives in the process of appropriation of the Emancipation Fund. During the research, I pay special attention to the strategies of the landlords for securing reparations and maintaining dependency bonds with freedmen ("libertos"). As for slaves and ex-slaves ("forros"), the focus was to understand the different forms of mobilization for the conquest of freedom, such as marriages and the "nest egg" to buy freedom, and the struggle, after overcoming the captivity, for occupy a better place in the nineteenth century Brazilian society. The thesis is that they have acquired a precarious freedom. The emancipationist experience in this Bahia municipality is interpreted in connection with the international process of the ending of slavery
Subject: Liberdade
Indenização
Escravos - Emancipação
Brasil - História - Lei do Ventre Livre - 1871
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTANA NETO, José Pereira de. Sociedade, indenização e liberdade precária: os meandros burocráticos do fundo de emancipação de escravos (São Fancisco do Conde-BA). 2018. 1 recurso online (281 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Neto_JosePereiraDeSantana_D.pdf2.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.