Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332171
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Imobilização de moringa oleifera em alginato de sódio para o tratamento de água
Title Alternative: Imobilization of moringa oleifera in sodium alginate for water treatment
Author: Brota, Taize Castanho, 1981-
Advisor: Paterniani, José Euclides Stipp, 1957-
Abstract: Resumo: A Moringa oleifera é uma planta utilizada em pesquisas científicas, suas sementes em tratamentos de água tem demonstrado eficiência, atuando como coagulante natural, embora apresente algumas desvantagens devido à possibilidade de liberação de material orgânico. Existe grande preocupação, uma vez que para se realizar a desinfecção da água emprega-se comumente a etapa da cloração, sendo possível a formação de trihalometanos, tornando assim a utilização da Moringa oleifera restrita. Recentes pesquisas propuseram a utilização saches contendo o pó da semente de Moringa oleifera, com a finalidade de reter a liberação de material orgânico residual durante o processo de tratamento. Porém, mesmo diminuindo a liberação da carga orgânica, é possível notar a presença significativa de residual orgânico. Deste modo, o presente trabalho teve como objetivo imobilizar o pó da semente de Moringa oleifera em solução de Alginato de Sódio com NaCl (solução salina a 1M), através da formação de esferas geleificantes, a fim de evitar a liberação do material orgânico durante o processo de tratamento de água. Foram testadas as esferas soltas e em saches de tecido de Voil e Microtule, observando a dispersão apenas da massa ativa responsável para o tratamento de água e evitando a liberação excessiva de material orgânico. Os ensaios foram realizados com água sinteticamente preparada pela adição de bentonita. A pesquisa foi conduzida em três etapas: a primeira consistiu na avaliação das condições combinadas do Alginato de Sódio e Moringa oleifera para que ocorresse o tratamento de água, a segunda consistiu na aplicação de saches de tecido para conter as esferas no tratamento de água sintética, e a terceira etapa consistiu em empregar a filtração lenta como tratamento sequencial. Os resultados mostraram que foi possível obter diversas combinações entre a Moringa oleifera e o Alginato de Sódio, na formação de esferas para o tratamento de água, desde que se tenha o preparo com solução salina. Na segunda etapa observou-se que tanto para os saches de Voil como para os saches de Microtule foi possível obter redução da turbidez com eficiência média de 98% no tratamento de água. Na etapa final de filtração lenta foi possível observar que embora ambos os saches tenham atingido elevada remoção de turbidez (eficiência média de 99,5%) e, redução do teor de Carbono Orgânico Total (COT), nas amostras de água tratada, os filtros de nãotecidos sintéticos não conseguiram reduzir por completo o teor de COT

Abstract: The Moringa oleifera is a plant used in scientific research, the use of its seeds in water treatments has shown efficiency, acting as a natural coagulant, although it presents some disadvantages due to the possibility of release of organic matter. There is great concern, since in order to carry out the disinfection of the water the chlorination step is commonly used, being possible the formation of trihalomethanes, thus making the use of Moringa oleifera restricted. Recent research has proposed the use of sachets containing the Moringa oleifera seed powder, to retain the release of residual organic material during the treatment process. However, even decreasing the release of the organic load, it is possible to note the significant presence of organic residual. That way, this study has as objective immobilize the Moringa oleifera seed powder in Sodium Alginate solution with NaCl (1M saline solution), by means of the formation of gelling spheres, to avoid the release of the organic material during the Process of water treatment. The were tested loose balls and in fabric sacs of Voil and Microtule, observing the dispersion only of the active mass responsible for the treatment of water and avoiding the excessive release of organic material. The tests were performed with water synthetically prepared by the addition of bentonite. The research was conducted in three stages: the first consisted in the evaluation of the combined conditions of Sodium Alginate and Moringa oleifera for water treatment, the second consisted of the application of tissue sachets to contain the beads in the treatment of synthetic water, And the third step consisted in employing slow filtration as sequential treatment. The results showed that it was possible to obtain various combinations between Moringa oleifera and Sodium Alginate in the formation of spheres for the treatment of water, provided that it is prepared with saline solution. In the second stage, it was observed that for both Voil sachets and Microtule sachets it was possible to obtain turbidity reduction with an average efficiency of 98% in water treatment. In the final stage of slow filtration, it was possible to observe that although for both sachets they reached high turbidity removal (mean efficiency of 99.5%) and reduction of Total Organic Carbon content (COT) in treated water samples, the synthetic nonwoven were not sufficient to completely reduce the COT content
Subject: Cloreto de calcio
Coagulantes naturais
Tratamento de água
Editor: [s.n.]
Citation: BROTA, Taize Castanho. Imobilização de moringa oleifera em alginato de sódio para o tratamento de água. 2017. 1 recurso online (110 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Agrícola, Campinas, SP.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Brota_TaizeCastanhos_M.pdf2.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.