Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332166
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Expressão do ICAM-1 e da podoplanina (D2/40) na vilosite de etiologia desconhecida : Expression of ICAM-1 and podoplanin in villitis of unknown etiology
Title Alternative: Expression of ICAM-1 and podoplanin in villitis of unknown etiology
Author: Egal, Erika Said Abu, 1980-
Advisor: Altemani, Albina Messias de Almeida Milani, 1953-
Abstract: Resumo: ICAM-1 (molécula de adesão intercelular-1) e podoplanina (PDPN)/ D2-40 são moléculas envolvidas na resposta inflamatória. ICAM-1 induz adesão célula-célula permitindo comunicação intercelular e participa no mecanismo de defesa mediado por células T. Na placenta, ICAM-1 está superexpressa no sinciciotrofoblasto das vilosidades inflamadas, possivelmente contribuindo para a migração de células imunes do espaço interviloso para o interior das vilosidades. PDPN/D2-40 é um reconhecido marcador de linfáticos e também está expresso em células imunes, tais como macrófagos associados à reação inflamatória e células Th17. Na placenta, D2-40 tem sido encontrado em células do estroma viloso ou formando arranjo plexiforme semelhante a sistema linfático. A patogênese da vilosite placentária ainda não está completamente elucidada e o estudo da expressão das proteínas ICAM-1 e D2-40/ PDPN nos possibilitará aumentar o conhecimento sobre o desenvolvimento da inflamação vilosa. Esta lesão placentária tem papel chave na transmissão vertical de agente infeccioso (da mãe para o feto) e na agressão imune materna a tecidos fetais. Material e métodos: Foram estudadas 22 placentas com vilosite sem agente etiológico identificável e 3 controles quanto a expressão imunoistoquímica de: a) ICAM-1 nas células imunes e trofoblasto e b) D2-40 no estroma viloso e células imunes. Além disso, foi examinada a co-expressão de: a) ICAM-1 com CD45, CD68 and CD3, b) D2-40 com CD45 e CD68 e comparada a expressão estromal de D2/40 com aquela de actina de músculo liso e vimentina. Resultados: Células imunes positivas para CD45, CD3 e CD68 e coexpressando ICAM-1 foram detectadas dentro das vilosidades inflamadas e formando agregados perivilosos aderidos a áreas de rotura trofoblástica. As vilosidades inflamadas com e sem rotura trofoblástica mostravam expressão de ICAM-1 no sinciciotrofoblasto. Naquelas com rotura trofoblástica, ICAM-1 foi detectado na maioria das células imunes perivilosas circundando estas áreas e em apenas pequena quantidade delas dentro do estroma viloso. Raras vilosidades inflamadas (< 5%) sem rotura trofoblástica e com expressão de ICAM-1 no sinciciotrofoblasto apresentavam aderência de células imunes. Em relação a D2-40, nas vilosidades normais, esta proteína estava expressa no estroma viloso delineando uma rede plexiforme, enquanto nas inflamadas, as células estromais D2-40 positivas formavam uma rede celular densa. Esta última mostrava aspecto correspondente àquela das células estromais vimentina positivas. Nas vilosidades inflamadas não foi observada expressão de actina músculo liso ou co-expressão significante de D2-40 com CD45 ou CD68. Conclusões: Em vilosidades inflamadas, o nível de expressão de ICAM-1 nas células imunes depende da sua localização: alto nas células da região perivilosa e baixo naquelas dentro da vilosidade. A alta expressão de ICAM-1 nas células imunes aderidas as áreas de rotura trofoblástica sugere que a perda desta barreira pode levar a uma amplificação da resposta inflamatória. Quanto a D2-40, nas vilosidades normais possivelmente esta proteina delineia uma rede linfática símile. Entretanto, nas áreas com vilosite, as numerosas células estromais D2-40 positivas provavelmente estão relacionadas a uma fase de organização do tecido lesado pelo processo inflamatório

Abstract: ICAM-1 (intercellular adhesion molecule-1) and podoplanin (PDPN) / D2-40 are molecules involved in the inflammatory response. ICAM-1 induces cell-cell adhesion allowing intercellular communication and also contributes to mechanisms of defense mediated by T cells. In the placenta, ICAM-1 is overexpressed in the syncytiotrophoblast of the inflamed villi, possibly contributing to the migration of immune cells from the intervillous space into the villi. PDPN / D2-40 is a recognized lymphatic marker and has also been expressed in immune cells such as macrophages associated with inflammatory response and Th17 cells. In placenta, D2-40 has been found in the villous stroma cells or forming plexiform arrangement similar to lymphatic system. The pathogenesis of placental villitis has not been fully elucidated and the study of the expression of ICAM-1 and D2-40 / PDPN will enable us to increase knowledge about the development of the villous inflammation. This placental lesion plays a key role in the vertical transmission of infectious agents (from the mother to the fetus) and in the maternal immune attack of fetal tissues. Material and Methods: We analyzed 22 VED placentas and 3 control placentas as the immunohistochemical expression of: a) ICAM-1 in immune cells and trophoblasts and b) D2-40 in villous stroma and immune cells. Furthermore, the co-expression of a) ICAM-1 with CD45, CD68, and CD3, b) D2-40 with CD45 and CD68 was examined. We also compare the stromal expression of D2 / 40 with those of vimentin and actin smooth muscle. Results: Positive CD45, CD3 and CD68 immune cells coexpressing ICAM-1 were detected within the inflamed villi and forming perivilosos aggregates adhered to areas of trophoblastic rupture. Inflamed villi with and without throphoblastic rupture showed ICAM-1 expression in the syncytiotrophoblast. In those with trophoblast rupture, ICAM-1 was detected in most of the perivillous immune cells surrounding the injured areas and only a small amount of ICAM-1 postive cells within the villous stroma were observed. Rare inflamed villi (<5%) without trophoblastic rupture and ICAM-1 expression on syncytiotrophoblast presented adherence of immune cells. In relation to D2-40 on normal villi, this protein was expressed in the villous stroma outlining a plexiform network while in inflamed villi, D2-40 positive stromal cells formed a dense cellular network. The latter presented a similar aspect corresponding to that showed in positive vimentin stromal cells. In the inflammed villi the smooth muscle actin expression or significant coexpression of D2-40 with CD45 or CD68 was not observed. Conclusions: In inflamed villi, the level of ICAM-1 expression in immune cells depends on their location: higher in the perivillous region and lower in the cells within the villi. The higher expression of ICAM-1 on immune cells adhered to the areas of trophoblastic rupture suggests that the loss of this barrier can lead to an amplification of the inflammatory response. With regards to D2-40, this protein possibly outlines a lymphatic-like network in the normal villi. However, in areas with villitis, as the inflammatory process damages the tissue, numerous D2-40 positive stromal cells are probably related to an organization phase
Subject: Placenta
Molécula 1 de adesão intercelular
Inflamação
Proteína PDPN humana
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: EGAL, Erika Said Abu. Expressão do ICAM-1 e da podoplanina (D2/40) na vilosite de etiologia desconhecida: Expression of ICAM-1 and podoplanin in villitis of unknown etiology. 2017. 1 recurso online (78 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Egal_ErikaSaidAbu_D.pdf3.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.