Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332015
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo da sustentabilidade e resiliência urbana no contexto da redução de risco de desastres
Title Alternative: Urban sustainability and resilience study in the context of disaster risk reduction
Author: Pastorelli Junior, José Henrique, 1991-
Advisor: Argollo Ferrão, André Munhoz de, 1965-
Abstract: Resumo: Elemento indispensável para as atividades fisiológicas dos seres vivos ou como meio de vida de uma infinidade de espécies vegetais e animais, a água é, provavelmente, o único recurso natural presente em todos os aspectos da civilização humana, desde o desenvolvimento agrícola e industrial até manifestações culturais e religiosas da sociedade. Desta forma, ações que possam contribuir para o melhor ordenamento territorial e gestão dos recursos ambientais são necessárias para garantir de fato o desenvolvimento sustentável a partir de um planejamento competente e uma governança democrática do território. Nesse sentido, os princípios da gestão ambiental integrada de bacias hidrográficas mostra-se pertinente a tais necessidades já que exige uma análise sistêmica do território correspondente, considerando múltiplos aspectos, naturais e antrópicos, interdependentes, como processos pluridimensionais que se realizam no contexto da bacia hidrográfica. Este trabalho tem por objetivo estudar os 10 Passos para Cidades Resilientes e os indicadores do Programa Cidades Sustentáveis por meio de uma aprofundada revisão de literatura, em relação à sustentabilidade e resiliência urbana com vistas à redução de risco de desastres e à gestão integrada do território urbano. Foi possível perceber que os 10 Passos para aumentar a resiliência das cidades foram desenvolvidos levando em consideração tanto a resiliência como a sustentabilidade, e só se pode passar ao próximo passo se o anterior for concluído com êxito, sendo uma iniciativa que tem grande potencial de aplicação para a redução de risco de desastres, ao passo que o Programa Cidades Sustentáveis utiliza de indicadores para a mensuração da sustentabilidade urbana e os 12 eixos temáticos podem ser desenvolvidos simultaneamente. Foi constatado que a maioria dos indicadores são efetivos para este fim, entretanto, percebe-se que vários deles são muito abrangentes e devem ser formulados indicadores mais específicos para melhorar sua implementação. Vale ressaltar que ambos os programas devem ser continuamente reformulados, e sendo assim, determinados eixos temáticos e indicadores podem surgir apenas a partir da experiência dos municípios durante a execução de ações-chave. Conclui-se que, visando tratar a sustentabilidade e resiliência urbana de forma conjunta adotando-se apenas uma iniciativa, é possível utilizar os indicadores do Programa Cidades Sustentáveis como forma de mensurá-las dentro de cada um dos 10 passos para a construção de cidades resilientes

Abstract: Indispensable element to the physiological activities of living beings or as a means of life for an infinite number of plant and animal species, water is, probably, the single natural resource present in all aspects of human civilization, from agricultural and industrial development to cultural and religious demonstrations of society. Thus, action that might contribute to the improvement of a territorial planning and management of environmental resources are necessary to ensure indeed, the sustainable improvement from a competent planning and a democratic governance of the territory. In this sense, the principles of integrated environmental management of river basins happens to be relevant to such needs once it requires a systemic analysis of the corresponding territory, considering multiple anthropic and natural aspects, interdependent as multidimensional processes that take place in the context of river basins. This study aims to study the 10 Steps to Resilient Cities and indicators of the Sustainable Cities Program through an in - depth review of the literature on sustainability and urban resilience with a view to disaster risk reduction and the integrated management of urban territory. It has been realized that the 10 Steps to increase city resilience have been developed taking into account both resilience and sustainability and can only move to the next step if the previous one is successfully completed, an initiative that has great potential for application to the disaster risk reduction while the Sustainable Cities Program uses indicators to measure urban sustainability and the 12 thematic axes can be developed simultaneously. It was found that most of the indicators are effective for this purpose. However, several of them are very wide and more specific indicators should be formulated to improve their implementation. It is noteworthy that both programs must be continually reformulated and thus, certain thematic axes and indicators can arise only from the experience of municipalities during the execution of key actions. It was concluded that in order to address sustainability and urban resilience jointly by adopting only one initiative, it is possible to use the indicators of the Sustainable Cities Program as a way to measure them within each of the 10 steps for the construction of resilient cities to disasters
Subject: Sustentabilidade
Resiliência
Catástrofes naturais
Governança
Desenvolvimento sustentável
Gestão
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PASTORELLI JUNIOR, José Henrique. Estudo da sustentabilidade e resiliência urbana no contexto da redução de risco de desastres. 2018. 1 recurso online (247 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
PastorelliJunior_JoseHenrique_M.pdf2.4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.