Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331927
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: O ensino de evolução na escola básica do Brasil e da Itália = uma análise comparativa de livros didáticos = Teaching evolution at Brazilian and Italian basic school: a comparative analysis of textbooks
Title Alternative: Teaching evolution at Brazilian and Italian basic school : a comparative analysis of textbooks
Author: D'Ambrosio, Marcela, 1990-
Advisor: Santos, Fernando Santiago dos
Abstract: Resumo: Embora a evolução seja considerada tema unificador da biologia, sua compreensão é ainda muito limitada e representa um grande desafio educacional. Um recente estudo intitulado SAPIENS levantou dados sobre os conhecimentos e aceitação de estudantes da faixa etária de quinze anos na Itália e no Brasil a respeito da teoria da evolução e da origem humana, encontrando diferenças na aceitação e compreensão em suas concepções. Este projeto tem como objetivo explorar o conteúdo de evolução nos livros didáticos dos dois países a fim iniciar a busca pelas possíveis origens educacionais da diferença encontrada. A pesquisa é um estudo comparativo, cuja metodologia utilizada foi a análise de conteúdo, com duas regras de enumeração simultâneas: a presença e ausência de temáticas e o nível de intensidade com que estas foram encontradas nos livros. Os dados foram coletados separadamente e, posteriormente, justapostos e comparados, utilizando como referência principal a transposição didática. Os livros de Ensino Médio tiveram uma caracterização semelhante com relação as temáticas presentes, ambas próximas ao conhecimento acadêmico da área. No entanto, a principal diferença encontrada foi na categoria relacionada à Síntese Moderna e às discussões atuais, principalmente na abordagem das forças evolutivas. Nos livros de Ensino Fundamental, por sua vez, houve maior divergência, tanto com relação à quantidade e profundidade das temáticas, como na abordagem da evolução humana, a qual esteve presente de maneira mais significativa nos livros italianos. Embora não seja possível chegar a conclusões definitivas apenas com dados dos livros didáticos, os resultados indicam que o contato precoce com conceitos evolutivos pode favorecer sua compreensão e sua aceitação. Olhar para fora é uma forma para se (re)pensar aspectos internos e buscar alternativas para melhorar a compreensão e a aceitação desse tema nas escolas brasileiras

Abstract: Although evolution is considered the unifying theme of biology, its understanding is still very limited and represents a great educational challenge. A recent study entitled `SAPIENS¿ has collected data on the knowledge and acceptance of fifteen-year-old students in Italy and Brazil regarding the theory of evolution and human origin, finding differences in accepting and understanding their conceptions. This project aims at exploring the content of evolution in Brazilian and Italian school textbooks in order to start exploring the possible educational origins of the differences found. The research is a comparative study focusing on content analysis, with two rules of simultaneous enumeration: the presence and absence of themes, and the level of intensity with which they were found in the books. Data were collected separately and then juxtaposed and compared, using as main reference the didactic transposition approach. The High School textbooks had a similar characterization in relation to the present themes, both close to the academic knowledge of the area. However, the main difference found was in the category related to the Modern Synthesis and the current discussions, mainly in the approach of the evolutionary forces. Elementary Education textbooks, in turn, had greater divergence, both in relation to the quantity and depth of the themes, and in the approach to human evolution, which was present in a more significant way in the Italian books. Although it is not possible to arrive at definitive conclusions only with data from textbooks, the results indicate that early contact with evolutionary concepts may favor their understanding and acceptance. By looking outside, we can (re)think internal aspects and look for alternatives to improve understanding and acceptance of such theme in Brazilian schools
Subject: Evolução - Estudo e ensino - Brasil
Evolução - Estudo e ensino - Itália
Livros didáticos
Transposição didática
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFGW - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
D'Ambrosio_Marcela_M.pdf3.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.