Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331902
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação do projeto "Viva Leve" : atenção à saúde do indivíduo com excesso de peso
Title Alternative: Evaluation of "Viva Leve" project : health care to overweight individuals
Author: Codarin, Maria Alice Franzini, 1989-
Advisor: Sacardo, Daniele Pompei
Abstract: Resumo: A Organização Mundial de Saúde considera a obesidade um dos maiores problemas de saúde pública no século XXI. A complexidade desse agravo não se dá apenas por sua causa multifatorial ou pelas complicações metabólicas associadas, mas também pelo potencial de provocar alterações psicossociais. O projeto "Viva Leve" foi concebido como uma estratégia de apoio matricial para ampliar a oferta de atenção à saúde para adultos com excesso de peso no Distrito de Saúde Leste de Campinas, segundo os princípios da promoção de saúde e prevenção de doenças. Entre 2013 e 2016, o projeto alcançou 365 pessoas que compuseram 22 grupos. A educação alimentar e nutricional aliada a aspectos da terapia cognitivo-comportamental e as práticas corporais foram a base dos grupos, que tiveram em média 15 encontros. A presente pesquisa é qualitativa e teve por objetivo avaliar o projeto "Viva Leve", no período de 2013 a 2016, através das percepções dos usuários e trabalhadores da atenção básica de saúde, visando ao seu aprimoramento. O grupo "Consciência Corporal", experiência precursora do projeto "Viva Leve", foi descrita e analisada através do olhar dos trabalhadores ¿ foram realizadas duas entrevistas semiestruturadas com os profissionais que idealizaram e conduziram o grupo; e um grupo focal com os agentes comunitários de saúde que participaram do mesmo. Em dois grupos focais com usuários, buscou-se identificar possíveis processos de mudanças desencadeados pelos grupos do projeto "Viva Leve" e conhecer as percepções sobre questões metodológicas e estruturais do projeto. Os grupos do projeto "Viva Leve" propiciaram a criação de vínculo (a)efetivo entre todos os envolvidos, equipe de condução e participantes, e as trocas e aprendizados desenvolvidos nos grupos se mostraram com potencial de induzir e manter a longo prazo mudanças positivas na alimentação, prática de atividade física, autoestima e controle metabólico dos participantes. Em relação aos conteúdos e as abordagens utilizadas, a avaliação do projeto "Viva Leve" demonstrou adequação e efetividade, visto que as participantes identificaram valor de uso e aplicabilidade do que foi trabalhado. Em virtude da percepção de muito conteúdo para um tempo restrito, os usuários apontaram a necessidade de aumentar a duração dos encontros e sugeriram a implementação de um grupo de manutenção para manter o apoio e a motivação. A ampliação do projeto para outras faixas etárias também foi recomendada

Abstract: The World Health Organization considers obesity one of the greatest public health problems in the 21st century. The complexity of this condition is not only due to its multifactorial causes or metabolic complications associated, but also because of its potential to trigger psychosocial changes. The "Viva Leve" project was conceived as a matrix support strategy to increase health care offer for overweight adults in the Eastern Health District of Campinas, according to the principles of health promotion and disease prevention. Between 2013 and 2016, the project reached 365 people who formed 22 groups. Food and nutritional education associated with aspects of cognitive-behavioral therapy and body practices were the basis of the groups, which on average had 15 meetings. This is a qualitative research aimed at evaluating the "Viva Leve" project, in the period from 2013 to 2016, through the perceptions of users and workers of primary health care, toward its improvement. The "Consciência corporal" group, a precursory experience of the "Viva Leve" project, was described and analyzed through the workers' perspective - two semi-structured interviews were carried out with the professionals who idealized and led the group; and a focus group with the community health agents who participated in it. In two focus groups with users, the study sought to identify possible changing processes triggered by Viva Leve's groups and to know the perceptions about methodological and structural issues of the project. The "Viva Leve" groups provided an affective bond among all involved, the group's conducting team and participants. Exchanges and learning developed in the groups showed the potential to induce and sustain long lasting positive changes in diet, physical activity practices, self-esteem and metabolic control of the participants. Regarding the contents and approaches used, the evaluation of the "Viva Leve" project demonstrated adequacy and effectiveness, since the participants identified value in use and applicability of what was worked on. Because of the perception many contents for a limited time, the users pointed out the need to increase the duration of the meetings and suggested the implementation of a maintenance group to support and motivate. The expansion of the project to other age groups was also recommended
Subject: Avaliação em saúde
Promoção da saúde
Educação em saúde
Obesidade
Sobrepeso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CODARIN, Maria Alice Franzini. Avaliação do projeto "Viva Leve": atenção à saúde do indivíduo com excesso de peso. 2018. 1 recurso online (139 p.). Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331902>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Codarin_MariaAliceFranzini_MP.pdf11.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.