Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331887
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Hesperidina encapsulada em carreadores lipídicos nanoestruturados : produção, caracterização e avaliação do potencial da formulação no tratamento de câncer de pele
Title Alternative: Hesperidin loaded in nanostructured lipid carriers : production, characterization and evaluation of its potential in the skin cancer treatment
Author: Costa, Amanda Ferreira, 1992-
Advisor: Duran Caballero, Nelson Eduardo, 1942-
Abstract: Resumo: Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o câncer de pele é o câncer de maior incidência no Brasil. No ano de 2016 foram reportados 181.430 novos casos no Brasil, dos quais 5.670 apresentaram a forma mais letal da doença, o melanoma. A hesperidina, flavonoide encontrado em frutas cítricas, é uma molécula que vem sendo estudada devido às suas propriedades, anti-inflamatória, antioxidante, antiproliferativa e anticâncer. O potencial anticâncer dos flavonoides tem sido reportado no tratamento de câncer de próstata, pâncreas, mama, entre outros. Os carreadores lipídicos nanoestruturados (CLN) são um sistema de liberação de fármacos derivados das nanopartículas lipídicas sólidas (NLS). Porém, a maior vantagem dos CLN sobre as NLS é a estrutura interna da partícula. Os CLN são compostos por uma mistura de lipídios sólidos e líquidos que evitam a recristalização total dos lipídios, criando espaços internos capazes de alocar o fármaco. Dentre as vantagens desse carreador está a liberação sustentada e proteção contra degradação do ativo. Dessa forma, o principal objetivo deste trabalho é aliar o potencial anticâncer da hesperidina com os CLN a fim de se obter um sistema eficiente de entrega do bioflavonoide em células de melanoma humano. Os resultados obtidos mostram que após acompanhamento dos valores de diâmetro médio, carga superficial, eficiência de encapsulamento e capacidade de carreamento, morfologia, entre outros, as nanopartículas se mostraram estáveis durante um período de até três meses e permitiram a liberação o ativo de maneira controlada. Os resultados de viabilidade celular indicaram que tanto o flavonoide livre como encapsulado não apresentaram toxicidade in vitro às linhagens de melanoma humano testadas: A375, CHL01 e SKMEL147 através dos testes de brometo de 3-(4,5-dimetil-2-tiazolil)-2,5-difenil-2H-tetrazólio (MTT), vermelho neutro e cristal violeta. Por outro lado, as nanopartículas produzidas foram inseridas em uma formulação cosmética de creme para a pele que apresentou boa estabilidade. Sendo assim, uma nova aplicação possível para a formulação produzida seria como um cosmético hidratante e antienvelhecimento, devido ao potencial antioxidante da hesperidina

Abstract: According to the Brazilian Society of Dermatology, the skin cancer is the cancer with the highest incidence in Brazil. In 2016, 181,430 new cases were reported, between them 5,670 was the more lethal form of the disease, melanoma. Hesperidin, flavonoid usually found in citrus fruits is a molecule that have been studied due to its properties, anti-inflammatory, antioxidant, antiproliferative and anticancer. The anticancer potential of flavonoids have been reported in the treatment of prostate, pancreas, breast, and others cancers types. The nanostructured lipid carriers (NLC) are a drug delivery system derived from the solid lipid nanoparticles (SLN). The main advantage of NLC over SLN is the internal structure of the particle. The NLC are composed by a mix of solid and liquid lipids. This way, the total lipid recrystallization is avoided and internal empty spaces are created to host the drug. The advantages of this system are the sustained release and protection from degradation of the active compound. Therefore, the main objective of this project is to combine the anticancer potential of hesperidin with the NLC in order to obtain an efficient drug delivery system able to deliver the flavonoid to melanoma cells. The results showed that after a period of three months measuring parameters as average size, zeta potential, encapsulation efficiency and loading efficiency, morphology and others, the nanoparticles have shown stable and allowed a sustained release of the active compound. The cell viability tests showed that the free as well as the encapsulated flavonoid did not presented toxicity in vitro to the melanoma cells tested: A375, CHL01 and SKMEL147 through 3-(4,5-dimethyiltiazol-2yl)-2,5-diphenyltetrazolium bromide (MTT), neutral red and crystal violet assays. On the other hand, the produced nanoparticles were applied in a skin lotion formulation, which showed a good stability. Therefore, a new application for the produced nanoparticles is a moisturizing and anti-aging cosmetic product, due to the antioxidant effect of hesperidin
Subject: Carreadores lipídicos nanoestruturados
Flavonóides
Melanoma
Hesperidina
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: COSTA, Amanda Ferreira. Hesperidina encapsulada em carreadores lipídicos nanoestruturados: produção, caracterização e avaliação do potencial da formulação no tratamento de câncer de pele. 2018. 1 recurso online (92 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Química, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331887>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_AmandaFerreira_M.pdf3.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.